Arquivo da Categoria ‘São Paulo’

+ aumentar e diminuir fonte -
Inverno termina com frente fria em São Paulo
quinta-feira, 18 de setembro de 2014

A frente fria que passou pelo Sudeste no início desta semana trouxe pouca chuva e em pequenas áreas de São Paulo, do Rio de Janeiro e do centro-leste de Minas Gerais. Mais uma frente fria está a caminho e deve se aproximar do Estado de São Paulo nesta sexta-feira (19). O último fim de semana da estação promete ser com mudanças no tempo. Confira o que diz o meteorologista Marcelo Pinheiro.

 

Quer saber qual será a tendência para a primavera na Região Sudeste?

Calor excessivo prejudica produção de ovo em SP
quinta-feira, 18 de setembro de 2014

O forte calor dos últimos dias prejudicou a produção de ovo no estado de São Paulo. Nos dias mais quentes o tamanho do ovo diminui e já é possível observar uma queda na produção.  Confira qual será a tendência do acumulado de chuva para os próximos dias em todo o Brasil.

Eles atacam no calor!
quarta-feira, 17 de setembro de 2014

por Maira Di Giamo

No calor, a maioria dos insetos volta a aparecer. Isso acontece porque eles precisam de umidade e temperatura ideal para se reproduzirem, normalmente entre 27 e 30°C. Um dos insetos mais incômodos que vive ao redor das luzes de casa, é o bichinho de luz, também conhecido por Siriri ou Aleluia. Dizem por aí que, quando tem uma revoada de siriri, é porque vai chover no dia seguinte, já que eles precisam de umidade. Mas, isso nem sempre acontece. Sobre o siriri, tem mais uma coisa que você precisa saber: ele é um cupim.  Isso mesmo, as madeiras da sua casa podem estar ameaçadas!

Siriri ao redor da luz. Imagem ilustrativa.

Confira, com o biólogo João Justi, da Unidade Laboratorial de Referência em Pragas Urbanas do Instituto Biológico de São Paulo,  o que realmente são os bichinhos de luz e como se livrar deles. Caso ainda tenha dúvidas sobre o siriri ou outras pragas urbanas é só entrar em contato com o Instituto Biológico através do e-mail:  justi@biologico.sp.gov.br

Temperatura volta a subir em São Paulo
quarta-feira, 17 de setembro de 2014

As temperaturas ficaram mais um pouco mais baixas na terça-feira e na quarta-feira. A entrada dos ventos de sudeste, aliviou o calorão. Entretanto, na quinta-feira o sol já volta a brilhar forte e a temperatura sobe em São Paulo. A formação de áreas de instabilidade vai provocar pancadas de chuva de forma bem localizada. Há o risco de chuva principalmente entre o final da tarde a noite.

A passagem da frente fria não trouxe muita chuva para o Sudeste, no entanto a mudança na direção dos ventos já alterou as condições do tempo na capital paulista. A umidade presente no ar aumentou e a temperatura caiu bastante por conta dos ventos mais frios vindos de sul.

Imagem de satélite do canal do visível

Após diversos dias com umidade relativa do ar abaixo dos 20%, os níveis de umidade voltaram a subir nas medições do aeroporto de Congonhas.

A semana começou com temperaturas acima dos 30°C, com o transporte do ar mais frio a máxima não passou dos 25°C na capital paulista na terça-feira (16).

Chuva e mais calor para São Paulo

Até a sexta-feira (19) a temperatura volta a subir em São Paulo por conta dos ventos que voltam a soprar de norte. No entanto, novas áreas de instabilidade circulam pelo Estado paulista e vão provocar rápidas pancadas de chuva principalmente entre a tarde e a noite. Não são esperadas chuvas generalizadas, no entanto as pancadas podem vir com forte intensidade de forma mais localizada.

Terça-feira com temperatura amena em São Paulo
terça-feira, 16 de setembro de 2014

Depois de diversos dias com temperaturas altas, o calor dá uma trégua aos paulistanos nesta terça-feira (16). Os ventos mudaram de direção e passaram a transportar um ar um pouco mais frio vindo de sul.

A imagem do satélite meteorológico mostra o avanço da frente fria em direção ao oceano, ma ainda organizando algumas nuvens sobre o Vale do Paraíba. As áreas em branco representam a nebulosidade.

Imagem de satélite no canal do infravermelho

 

Temperatura amena e risco de chuva em São Paulo

Com a mudança na direção dos ventos, que passam a soprar de sudeste na faixa leste de São Paulo, as temperaturas tendem a cair um pouco. Não faz tanto calor como o que tivemos entre o final da última semana e o início desta, quando as máximas ficaram acima dos 30°C. As previsões indicam que a máxima entre a terça-feira (16) e a quarta-feira (17) não devem passar dos 25°C.

A circulação de ventos provenientes do mar, favorece a formação de nebulosidade que pode provocar pancadas de chuva ao longo da terça-feira. Na quarta-feira, as chances de chuva diminuem devido o transporte de ar um pouco mais seco.

Mar agitado na costa paulista

A presença do ciclone extratropical no oceano Atlântico Sul, vai organizar os ventos e perturbar bastante o mar. As ondas ficam um pouco maiores e a tendência é de mais agitado. De forma mais pontual, há o risco de ressaca nas praias do Estado de São Paulo.

Chuva de frente fria avança sobre Grande SP e litoral
segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Uma área de chuva de uma frente fria se deslocou do sul do Estado de São Paulo e nas próximas horas passa sobre a Grande São Paulo e a Baixada Santista.

A análise das imagens de radares meteorológicos mostra  que a porção de chuva mais forte (manchas verdes com pontos amarelos e vermelhos) se desloca sobre o litoral e deve passar pela Baixada Santista nas próximas horas.

Na Grande São Paulo, a chuva deve cair especialmente sobre porção sul da capital e sul da Grande São Paulo (região do ABC). Mas há chance de pancadas de chuva por toda a região metropolitana. Porém, a chuva que ocorrer deve ser rápida. Há risco de raios e em pequenas áreas pode até hover forte.

A primeira imagem (14h06) mostra a área de chuva sobre o sul de São Paulo e a segunda (19h16) se aproximando de Santos.

 



Chuva avança para o Litoral Norte e Vale do Paraíba

No decorrer da noite, a chuva passa por São Sebastião e Ilhabela e avança para as demais áreas do litoral norte.

Há chance de um pouco mais de chuva nesta terça-feira sobre o Estado de São Paulo, mas principalmente sobre o norte do Estado e regiões próximas ao Rio de Janeiro e ao sul de Minas Gerais.

Confira a previsão para a Região Sudeste pois a semana vai terminar com mais chuva.

Temperatura cai na capital paulista

 

Ar polar refresca São Paulo
segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Depois de um fim de semana e uma segunda-feira de muito calor, os ventos polares de uma frente fria entram em São Paulo e aliviam o calor. Nesta segunda-feira, a temperatura na capital paulista chegou aos 32,3°C,pela medição do Instituto Nacional de Meteorologia.

Além da entrada dos ventos frios, o grande aumento da nebulosidade e a chuva vão ajudar a manter a temperatura amena na Grande São Paulo nas próximas 48 horas.

A população da Grande São Paulo vai viver uma verdadeira montanha russa térmica nesta ultima semana do inverno. Os termômetros voltam para a cãs dos 30°C na quinta-feira, mas outra frente fria faz a temperatura baixar de novo no fim de semana, o último do inverno.

Setembro quente

A primeira quinzena de setembro de 2014 está sendo mais quente do que o mesmo período do ano passado. A média da temperatura máxima no Mirante de Santana (zona norte), de 1 a 15 de setembro, foi de 28,3°C, 4,4°C acima da temperatura máxima média que é de 23,9°C. Em 2013, no mesmo período, a diferença foi de 2,8°C em relação à média.

 

Em pré-frontal, Grande SP tem calor e risco de temporais
segunda-feira, 15 de setembro de 2014

A Grande São Paulo amanheceu a segunda-feira com sol e a temperatura subiu rapidamente nas primeiras horas da manhã. Na cidade de São Paulo, às 8 horas, o aeroporto Campo de Marte (zona norte) registrava 23°C e no aeroporto de Congonhas (zona sul), a temperatura estava em 21°C.

A previsão é de que a segunda-feira continue bastante quente e fique cada vez mais abafada com o aumento da nebulosidade. A temperatura deve superar os 32°C à tarde. Ontem, o Instituto Nacional de Meteorologia registrou 32,1°C. No dia 11, São Paulo teve a tarde mais quente do inverno e a mais quente desde meados de março, com máxima de 32,9°C, que aconteceu no Mirante de Santana, na zona norte.

Frente fria se aproxima

Uma  nova frente fria que avança sobre o Estado de São Paulo e as imagens de satélite mostraram que, pouco antes das 8 horas, a nebulosidade da frente fria já deixava quase todo o céu nublado em parte do centro-oeste e do sul de São Paulo. Radares meteorológicos já detectavam áreas de chuva se espalhando pelo Pontal do Paranapanema, na região de Teodoro Sampaio.

 

 

No decorrer do dia, as áreas de instabilidade da frente fria continuam avançando sobre o Estado de São Paulo causando grande aumento de nuvens, pancadas de chuva com raios e rajadas de vento. Há risco de temporais. As rajadas mais intensas poderão alcançar velocidades entre 60 km/h e 80 km/h. Há condições para chuva em todas as regiões paulistas

 

Queda da temperatura

Excesso de nuvens, chuva e a entrada de ventos frios polares vão causar forte queda da temperatura no Estado de São Paulo nesta terça-feira. Confira a previsão para os próximos dias para a sua cidade.

Sol, calor e baixa umidade do ar no centro do país
sábado, 13 de setembro de 2014

Uma forte massa de ar seco predomina e garante dias com céu praticamente sem nuvens na região central do Brasil. Dessa forma o sol brilha forte e a temperatura sobe rapidamente ao longo do dia. Neste sábado a estação convencional do Inmet em Palmas registrou temperatura máxima de 40,3 °C. Esta é a segunda maior temperatura do ano na capital do Tocantins, ficando atrás dos 40,4 °C registrados no dia 25 de agosto. A menor umidade registrada na cidade foi de 15% na estação automática do Inmet.

 

Em Campo Grande a temperatura na estação automática do Inmet chegou a 35,8 °C e a umidade do ar chegou a apenas 14%. Assim como em Palmas, essa também é a segunda maior temperatura do ano em Campo Grande, ficando atrás dos 36,3°C registrados no dia 12 de setembro. No aeroporto de Cuiabá a temperatura chegou a 39°C e a umidade a 19%.

 

 

Além do Centro-Oeste e do Tocantins, baixos valores de umidade também foram registrados nos Estados de São Paulo e de Minas Gerais. Na cidade de Valparaíso (SP) a umidade chegou a apenas 11%, o que já caracteriza um estado de alerta. Na cidade de São Paulo a umidade chegou a apenas 14% na estação do Mirante de Santana (Inmet). Em Minas Gerais, as estações do Inmet das cidades de Uberlândia, Ituiutaba e Campina Verde registraram valores de umidade do ar abaixo de 15%.

 

A massa de ar seco ainda predomina neste domingo e altas temperaturas e baixos valores de umidade voltarão a ser observados na tarde de domingo. No mapa abaixo é possível observar os índices de umidade mínima previstos para o dia 14 de setembro.

 

São Paulo menos seca
sexta-feira, 12 de setembro de 2014

O sol e o calor que ainda predomina sobre a Região Sudeste deram uma trégua desde o final da tarde da quinta-feira no leste do Estado de São Paulo. O ar mais úmido entrou com facilidade no leste paulista, com a passagem de uma frente fria, e favoreceu uma queda modesta na temperatura e a qualidade do ar melhorou um pouco. A nebulosidade aumentou em algumas áreas da cidade de São Paulo na sexta-feira (12), principalmente sobre a Zona Sul da Capital paulista.

Imagem de satélite no canal do visível

Com a mudança na direção dos ventos, o calor não será tão intenso quanto o da quinta-feira (11), dia em que tivemos a maior temperatura máxima do inverno de 2014 com 32,9°C medido na estação convencional do Mirante de Santana. A última vez que tivemos tanto calor foi em 16 de março quando o termômetro chegou aos 33,4°C.

A nebulosidade ainda pode circular pelo céu paulistano, no entanto não há previsão de chuva. A tarde fica mais agradável e a umidade relativa do ar não cai tanto.

Sol e calor para o final de semana

No entanto, o ar mais úmido não ficará por muito tempo sobre a capital paulista. O fim de semana terá um reforço do ar um pouco mais seco e o sol vai brilhar forte. Faz calor, mas não tanto quanto o que tivemos ao longo desta semana. Especialmente no domingo (14) as temperaturas sobem tanto na Região Metropolitana quanto no litoral.

Mudança no tempo na segunda-feira

Vão ocorrer mudanças no tempo a partir da próxima segunda-feira (15). Uma frente fria se aproxima de São Paulo e vai organizar nuvens carregadas que provocam chuva principalmente ao longo da tarde e da noite. Há o risco de chuva forte acompanhada por raios.