Arquivo da Categoria ‘Chuva’

+ aumentar e diminuir fonte -
MG e ES devem ter chuva forte no fim de semana
sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Durante o fim de semana, uma frente fria avança pelo litoral da Região Sudeste e deve alcançar o litoral do Espírito Santo. Com a passagem da frente fria, os ventos marítimos se intensificam sobre o Sudeste e vão trazer mais umidade para Minas Gerais e também para o Espírito Santo . Isto vai ajudar formar mais nuvens carregadas durante o fim de semana. Há risco de chuva forte sobre os dois estados no fim de semana. As capitais Belo Horizonte e Vitória também podem ter chuva forte chuva forte.

 

 

A meteorologista Josélia Pegorim cometa o aumento da chuva sobre estes dois estados.

 

 

Litoral do Sudeste tem mar agitado

A intensificação dos ventos na costa Sul e Sudeste do Brasil no fim de semana deixa o mar agitado. As ondas crescem no fim de semana, mas não há expectativa de ressaca.

Confira os detalhes da previsão das ondas

Confira as ondas na sua praia e ache a sua tribo no Climasurf

Belo Horizonte tem mês mais chuvoso em dois anos

 

O total de chuva acumulado em Belo Horizonte em fevereiro de 2015 já o maior desde abril de 2014. Segundo as medições do Instituto Nacional de Meteorologia, no centro da cidade, em 26 dias de fevereiro choveu 228,6 mm, valor que supera em 11% a média para o mês, que é de 206 mm. Em abril de 2014 choveu 235,3 mm

 

 

As pancadas de chuva de fevereiro na região da Grande Belo Horizonte estão ajudando a elevar o nível do Sistema Paraopeba, que abastece de água a região metropolitana da capital mineira.

 

Já fotografou o tempo hoje?

Confira a previsão de chuva para o Brasil para 15 dias

Como será a chuva no Sudeste no mês de março?

 

Rio de Janeiro vai ganhar vento polar de presente
sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Tem faltando e chuva e ventos de frente fria no Rio de Janeiro e muitos cariocas reclamam do calor. A sensação de abafamento foi constate durante o mês de fevereiro, mas a matemática mostra que o calor de fevereiro de 2015 não ficou tão acima da média como parece.

A média da temperatura máxima no Rio para fevereiro,  de 2002 a 2011,  é de 34,3°C na região da Saúde, no centro da cidade. Nos locais mais quentes, a média das temperaturas máximas em fevereiro de 2014 ficou em torno de  37°C. Em fevereiro de 2015, até o dia 27, esta média foi de aproximadamente 35°C. Dois graus de diferença é muita coisa e prova que o calor deste fevereiro que está terminando foi bem menor do que o observado o ano passado.

 

Fevereiro é época mesmo de muito calor no Rio de Janeiro, mas este ano nem deu 40°C no Rio.  Em fevereiro de 2015, a temperatura alcançou ou passou dos 40°C  em sete dias e quase todos consecutivos.

Aniversário com frente fria

Mesmo sem calor tão intenso como no ano passado, é fato que a chuva anda escassa na capital e em todo o Estado do Rio Janeiro. A sensação térmica passou dos 40°C em muitas horas durante o mês de fevereiro. Assim, talvez o melhor presente para o Rio seja justamente um pouco de chuva e de ventos de frente fria.. A cidade do Rio de Janeiro completa 450 anos no domingo, 1 de março.

 

Rio de Janeiro (RJ) em 12-12-2014, por Janis Liekmanis

 

Durante o fim de semana, uma frente fria avança pelo litoral da Região Sudeste e deve alcançar o litoral do Espírito Santo. Com a passagem da frente fria, os ventos marítimos se intensificam sobre o Sudeste e vão trazer mais umidade para também para o Rio de Janeiro. O aumento da velocidade dos ventos vai ajudar a aliviar o calor. A injeção de umidade vai colaborar para formar mais nuvens durante o fim de semana. Há risco de chuva moderada a forte sobre o do estado no fim de semana.

A temperatura vai cair um pouco em todo o Estado do Rio no fim de semana, por causa dos ventos, da chuva e do aumento da nebulosidade. Confira a temperatura prevista para a cidade do Rio.

 

 

Mar agitado

A massa de ar polar que (sistema de alta pressão) que ganha força nos próximos dias na costa do Sul e do Sudeste e vai intensificar os ventos em alto-mar. Isto vai deixar o mar agitado e favorecer o aumento da altura das ondas que chegam às praias do Sul e Sudeste do Brasil durante o fim de semana.

O pico do swell deve ser durante o domingo e a segunda-feira.

Confira as informações das ondas no Climasurf.

Veja o comentário das meteorologista Josélia Pegorim

Como será a chuva no Sudeste no mês de março?

 

Aproximação da lua cheia ajuda na maré.

Chuva perde força no fim de semana no Sul
sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Fortes áreas de instabilidade avançam sobre o Sul do país e provocam pancadas de chuva com forte intensidade. Até mesmo em Porto Alegre a chuva vem em forma de temporais. O satélite meteorológico mostra o avanço de nuvens carregadas pela Fronteira Oeste Gaúcha, é possível também ver o avanço das nuvens carregadas do oceano em direção em litoral do Rio Grande do Sul e que vão provocar chuva também sobre o leste catarinense e paranaense.

Clique na imagem e veja o satélite para todo o Brasil

A chuva veio com forte intensidade também em áreas de Santa Catarina, o município de Xanxerê registrou um total de 19,8mm em apenas uma horas.

No sábado (28) o sol já volta a aparecer forte na maior parte do Rio Grande do Sul. A chuva só deve acontecer no Noroeste e no Norte gaúcho. Apesar da grande quantidade de nuvens não há o risco de chuva no litoral do Rio Grande do Sul. A circulação de umidade do oceano vai provocar bastante chuva sobre o leste catarinense e paranaense e deixar o céu carregado de nuvens desde cedo.

No domingo (01) muitas nuvens desde cedo se formam sobre o oeste gaúcho. O predomínio será de uma condição típica de verão, sol forte, calor e pancadas de chuva a partir da tarde. Não chove no leste do Rio Grande do Sul e no litoral sul de Santa Catarina. O leste do Paraná ainda terá um dia com muitas nuvens e pode chover desde cedo também em Curitiba.

Frente fria passa pelo RJ no fim de semana
quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Uma nova frente fria avança do litoral da Região Sul e nesta sexta-feira se desloca pelo litoral de São Paulo. No fim de semana, a frente fria passa pelo litoral do Rio de Janeiro rumo ao litoral capixaba.

Cariocas e fluminenses andam reclamando do calor, que está acima do normal para fevereiro, mas bem menos sufocante do que em fevereiro de 2014. A falta de chuva e de ventos de origem polar estão contribuindo para uma sensação maior de calor. Mas a passagem desta frente fria vai aliviar o calor. Será apenas uma ligeira queda, mas o aumento dos ventos vai trazer algum frescor.

 

Passagem de frente fria ajuda a formar nuvens carregadas sobre o Sudeste

Mais pancadas de chuva

As condições para chuva aumentam nesta sexta-feira e durante o fim de semana em todo o Estado do Rio com a passagem da frente fria. Não há expectativa de dias nublados e com chuva prolongada, mas algumas pancadas poderão ser fortes.

Rio de Janeiro (RJ) e 26-11-2014, por Angelo Bruno Costa Melo e Silva

 

Antes do dia 10 de março, outra frente fria deve passar pelo Rio de Janeiro estimulando mais chuva. Confira a análise da meteorologista Josélia Pegorim

 

 

Calor no Rio de Janeiro está acima do normal

Radar RJ

Já fotografou o tempo hoje?

 

Acre debaixo d´agua, com previsão de mais chuva
quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

A situação do Estado do Acre deve continuar crítica pelo menos por mais 15 dias. As pancadas de chuva vão continuar frequentes em toda a, região do Amazonas,  sobre o próprio Acre e Rondônia, alimentando os rios com mais água.

O mapa mostra a tendência de chuva para os próximos 15 dias. O tom de verde escuro indica uma estimativa de 150 a 200 mm acumulados no período.

 

 

A cheia dos rios Acre, que passa por Rio Branco, capital do Acre, e do rio Juruá já deixa cidades do Estado debaixo d´água. Em Xapuri, o rio Acre atingiu a marca de 18,08 metros nesta quinta-feira, 26 de fevereiro, o que está sendo considerada uma marca histórica.

 

Em Brasiléia, depois de alcançar a marca de 14,85 metros na terça-feira, 24, as águas do rio Acre começaram a baixar, mas a cidade permanece em calamidade pública.

Na capital, Rio Branco, que já tem regiões alagadas, a situação deve piorar nos próximos dias, pois  espera-se uma elevação ainda maior do nível do rio.

Entre 9 horas do dia 24 e 9 horas do dia 25 de fevereiro, pelo horário de Brasília, o Instituto Nacional de Meteorologia registrou 172,0 mm sobre Feijó e 108,8 mm na região de Tarauacá.

 

São Paulo: chuva de fevereiro é a maior em 2 anos
quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

De temporal em temporal, fevereiro de 2015 está sendo o mês com maior quantidade de chuva sobre a cidade de São Paulo nos últimos dois anos. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia, , o total de chuva acumulado até o dia 26 de fevereiro no pluviômetro do Mirante de Santana, na zona norte da cidade foi de 272,4 mm. Além de superar a média histórica para fevereiro, que é de aproximadamente 221 mm, esta é maior quantidade de chuva acumulada em um mês desde fevereiro de 2013 quando choveu 278,0 mm. Em todos os demais meses entre março de 2013 e janeiro de 2015, a quantidade de chuva foi menor do que a observada em fevereiro de 2015.

O gráfico mostra os volumes acumulados aproximados entre dezembro de 2012, quando choveu 402 mm, até fevereiro de 2015.

A quantidade de chuva que cai sobre a cidade, principalmente num dia de tempestade como a da quarta-feira, 25 de fevereiro, varia muito de um local para outro. Não chove igual em todos os lugares. A análise sobre a chuva no Mirante de Santana é apenas um exemplo. Em muitas outras áreas da cidade a chuva de fevereiro também superou a média.

 

Temporais de fevereiro: céu visto da zona oeste de São Paulo no dia 24 de fevereiro de 2015, por Macelo Pinheiro

Fevereiro termina com frente fria

Uma nova frente fria chega ao litoral paulista nesta sexta-feira e vai aumentar as condições para pancadas de chuva. O risco de chover forte aumenta para a tarde e noite, mas por enquanto não há expectativa de que chova tão forte como na quarta-feira. O fim de semana também promete mais pancadas de chuva e um pouco menos de calor. Com a passagem da frente fria, os ventos frescos de uma fraca massa polar vão chegar a sobre São Paulo ajudando e aliviar o calor.

 

Mais chuva no começo de março

As pancadas de chuva vão continuar frequentes pelo menos até por volta do dia 10 de março. Até lá, duas frentes frias vão avançar pela litoral da Região Sudeste do Brasil ajudando a aumentar a umidade e as condições para a chuva.

Os mapas mostram a estimativa de chuva para a Região Sudeste nos próximos 10 dias.  Confira a análise da meteorologista Josélia Pegorim.

 

 

 

Previsão de chuva para o Brasil em março

Radares Climatempo-USP: acompanhe a chuva em cada rua de São Paulo

Já fotografou o tempo hoje?

Volume de chuva para o Brasil nos próximos 7 dias
quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

por Lívia Fernanda

A colheita de soja chegou a 35% da área cultivada na região sudoeste do Paraná, equivalente a 105 mil hectares de um total de 299 mil de hectares. Porém, as condições climáticas estão impedindo um avanço maior em lavouras que estão prontas para a colheita. As chuvas praticamente diárias impedem o trabalho das máquinas nos campos. Mesmo assim as lavouras já colhidas tem apresentado um resultado superior à safra passada. Confira qual será a tendência do acumulado de chuva para os próximos 7 dias em todo o Brasil.

BH tem mês mais chuvoso desde abril de 2014
quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

O total de chuva acumulado em Belo Horizonte em fevereiro de 2015 já o maior desde abril de 2014. Segundo as medições do Instituto Nacional de Meteorologia, no centro da cidade, em 26 dias de fevereiro choveu 226,4 mm, valor que supera em 10% a média para o mês, que é de 206 mm. Em abril de 2014 choveu 235,3 mm

As pancadas de chuva de fevereiro na região da Grande Belo Horizonte estão ajudando a elevar o nível do Sistema Paraopeba, que abastece de água a região metropolitana da capital mineira.

Segundo a COPASA, o nível do Paraopeba era de 30,3% na manhã de 26 de fevereiro de 2015 e ficou estável nas últimas 24 horas.  Apenas o reservatório Rio Manso teve uma ligeira queda.

 

Se as previsões se confirmarem, Belo Horizonte terá muitas pancadas de chuva nos próximos dias e com chance de chover forte em alguns destes dias. Até o dia 10 de março, duas frentes frias vão avançar pela litoral da Região Sudeste do Brasil ajudando a aumentar a umidade e as condições para a chuva.

Os mapas mostram a estimativa de chuva para a Região Sudeste nos próximos 10 dias. As pancadas serão mais frequentes até o dia 3 de março sobre o Rio de Janeiro, Minas Gerais e Espírito Santo. A segunda frente fria vai atuar após o dia 6 de março estimulando novamente a chuva sobre São Paulo.

 


Já fotografou o tempo hoje?

 

Acompanhe a previsão para a Região Sudeste

Centro-Oeste tam mais chuva
quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Muitas instabilidades se espalham pelo Centro-Oeste do país e provocam temporais. Segundo informações das estações automáticas do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), choveu um total de 20,6mm em apenas uma hora na cidade de Comodoro-MT. As imagens do satélite meteorológico mostram o avanço de tais nuvens carregadas chegando no Norte do Brasil e avançando principalmente sobre o Estado de Mato Grosso nos tons em vermelho que indicam a formação de grandes nuvens que podem provocar temporais.

Clique na imagem e veja o satélite de todo o Brasil

As correntes de vento nos níveis baixos da atmosfera, aproximadamente 700hPa que estão a 2 km de altura com relação a superfície, indicam um forte transporte de umidade vinda das regiões tropicais para áreas do Centro-Oeste e favorecendo a formação dessas nuvens carregadas.

A semana ainda será marcada por mais chuva na Região. A presença de um sistema de baixa pressão atmosférica no Paraguai vai auxiliar a organização de mais instabilidades sobre o Centro-Oeste. Há o risco de temporais entre a tarde e a noite. Na sexta-feira (27) o céu ficará com muita nuvens e pode chover a qualquer momento em Mato Grosso. Essa condição será vista também no centro-norte de Goiás, no Distrito Federal e no oeste de Mato Grosso do Sul a partir do sábado.

Quinta-feira com chuva no sul gaúcho
quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Após o avanço de uma frente fria, as áreas de instabilidade se concentram entre a Campanha e a Fronteira Oeste gaúcha. O dia começou com pancadas de chuva e a tendência é de mais pancadas ao longo da tarde e da noite. As imagens do satélite meteorológico mostram o avanço dessas grandes nuvens vindas do Uruguai e do norte da Argentina. Os tons em azul e branco representam nuvens grandes que são capazes de provocar temporais.

Clique na imagem e veja imagens de satélite de todo o Brasil

Os temporais já provocaram grandes volumes de chuva na tarde da quarta-feira (25), segundo informações da estação automática do INMET, Uruguaiana registrou um total de 30mm em apenas 1 hora. A partir do período da tarde toda a Região Sul tem o risco de pancadas de chuva. Há o risco de pancadas de chuva com forte intensidade.

Ainda há previsão de chuva a qualquer momento no Rio Grande do Sul na sexta-feira (27), mas no fim de semana o sol já aparece com mais força no leste gaúcho. O litoral de Santa Catarina terá pancadas de chuva pela circulação de ventos úmidos do mar a partir do sábado (28), pode chover a qualquer momento, da mesma forma que o leste do Paraná.