Arquivo da Categoria ‘Sul’

+ aumentar e diminuir fonte -
Ele vai atacar novamente!
quarta-feira, 16 de abril de 2014

O ar polar que causou forte queda da temperatura nos últimos no Sul, em parte do Sudeste, do Centro-Oeste e até no Norte já se afastou quase que totalmente do Brasil. Mas ainda sobre aquele friozinho do começo da manhã e do anoitecer. Esta é a situação ideal para o ataque do ¨efeito cebola”. É um dos maiores infortúnios meteorológicos e faz muita gente se irritar. O meteorologista nada pode fazer.

 

Confira o “efeito cebola” na reportagem de Maira Di Giamo

 

 

 

 

 

Previsão das ondas no Sul e Sudeste na Páscoa
quarta-feira, 16 de abril de 2014

 

 

 

 

 

 

 

  

A passagem de um grande ciclone extratropical pela costa da Argentina e do Uruguai deixou o mar muito agitado nos últimos dias também no litoral do Sul e de parte do Sudeste do Brasil. Várias praias entre o Rio Grande do Sul e o Rio Janeiro começaram a semana com ressaca. 

 

 

O mar baixa cada vez mais nos próximos dias, mas a meteorologista Josélia Pegorim alerta para uma nova elevação das ondas entre os dias 20 e 21 de abril. Confira.

 

 

 

 

#missãoclimatempo – #chuvanajanela
quarta-feira, 16 de abril de 2014

 

A primeira #missãoclimatempo foi completada com grande sucesso. O tema foi #chuvadajanela e os internautas puderam enviar suas fotos durante o dia 15 de abril por todas as redes sociais.

O desafio foi proposto pela Climatempo como uma nova forma de aumentar ainda mais a interatividade com as pessoas. A regra estabeleceu a escolha de cinco fotos para serem expostas em destaque no portal Climatempo e nas redes sócias.

Nesta quarta-feira, 16, a meteorologista e a apresentadora do Climatempo News, Josélia Pegorim, a Jo, junto com pessoal do Marketing, da redação da TV Climatempo e do departamento de artes escolheram as cinco fotos. A escolha não foi fácil!

Aí estão as escolhidas e esperamos que todos voltem a participar de novas #missãoclimatempo.

 

#fotogografeotempo  tem sempre alguma coisa no céu para contar a história do dia

Participe! A sua foto pode ser o destaque. envie sua foto

 

 

Aguardem novos desafios!   

Nevoeiro e névoa podem ser problema nesta 4°feira
terça-feira, 15 de abril de 2014

 

 

 

 

A chuva frequente desta terça-feira em muitas áreas do norte e leste do Paraná, no Estado de São Paulo, Sul de Minas Gerais e sobre o Rio de Janeiro deixou o ar extremamente úmido. A chuva diminui e o sol deve reaparecer no decorrer desta quarta-feira inclusive nas capitais Curitiba, São Paulo e Rio de Janeiro, ainda entre muitas nuvens.

 

 

Porém, o excesso de umidade no ar será ainda notado na manhã da quarta-feira. O ar muito úmido e a temperatura amena vão facilitar a formação do nevoeiro e de névoa forte que devem restringir a visibilidade em muitos aeroportos do Paraná, de São Paulo, centro-sul e oeste de Minas Gerais e do Estado do Rio. Também há risco de nevoeiro e névoa forte em aeroportos de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul.

Se você tem compromissos marcados nesta quarta-feira e depende de vôos no Sul e no Sudeste, fique atento e programe-se com folga, pois as restrições de  visibilidade nos aeroportos poderá gerar atrasos e até cancelamentos de vôos.

Confira a previsão!

Show da lua eclipsada
terça-feira, 15 de abril de 2014

O eclipse lunar total que ocorreu em 15 de abril de 2014 pode ser tecnicamente observado em todo o Brasil, mas por causa do excesso de nuvens, muitas áreas do país não puderam apreciar esse belo espetáculo astronômico.

Como foi previsto, as condições meteorológicas não permitiram a observação do eclipse na maioria das áreas de São Paulo e nem do Rio de Janeiro. O Rio Grande do Sul foi o estado melhor condição, pois lá havia pouca nebulosidade. Mas o eclipse pode ser visto e fotografado de muito locais e aqui estão algumas belas imagens que foram compartilhadas no site da Climatempo.

 

 

Agradecemos a participação e convidamos todos para encarar novos desafios!

 

 

Agora, na @climatempo, você #fotografeotempo, mas também terá uma #missãoclimatempoA primeira foi #chuvadajanela.  Serão escolhidas cinco fotos para ficar em destaque no site da Climatempo e compartilhada nas redes sociais.

 

 

Você verá o resultado nesta quarta-feira nas redes sociais e no site. Enquanto você aguarda, curta o show do eclipse lunar total.

 

 

 

 

Muitos recordes de frio nesta terça-feira
terça-feira, 15 de abril de 2014

A combinação de chuva, falta de sol e da presença do ar polar vem causando uma forte queda da temperatura no Sul, em parte do Sudeste, do Centro-Oeste e do Norte do Brasil. Vários recordes para 2014 foram estabelecidos neste início de semana.

Confira os recordes que ocorreram nesta terça-feira, 15 de abril. As medições são do Instituto Nacional de Meteorologia.

 

Recordes de temperatura  - 15 abril de 2014

São Paulo (SP): menor mínima  menor máxima: 16,1°C e 19,3°C

Curitiba (PR): menor máxima: 15,5°C 

Rio de Janeiro (RJ): menor máxima 23,4°C

Florianópolis (SC): menor mínima: 14,2°C

Rio Branco (AC): menor mínima 19,6°C

 

O ar polar se afasta cada vez mais do Brasil nos próximos dias, o que vai facilitar a elevação da temperatura. No Rio de Janeiro, em São Paulo e em Curitiba, o sol reaparece a partir desta quarta-feira.

#chuvadajanela: a missão!
terça-feira, 15 de abril de 2014

A Climatempo tem uma super missão para você e a primeira missão a gente nunca esquece!

A chuva vem causando problemas esta semana no Sul, em São Paulo, no Rio de Janeiro e em outros locais do Brasil. Então, que tal fotografar esta chuvarada?

 

A SUA MISSÃO É FOTOGRAFAR A CHUVA DA JANELA.

Isso mesmo! Mas tem que ser da sua janela de casa, do carro, do escritório, do ônibus.

 

 #chuvadajanela

 

As imagens dizem tudo! Então vamos registrar a chuva!

Participe!

Atenção: na descrição da sua foto tem que ter as hashtag’s #fotografeotempo #chuvadajanela e  marque a Climatempo com @climatempo.

As 5 melhores fotos vão ser destaque no portal Climatempo!

Fiquem ligados para os novos desafios que a Climatempo vai lançar para você.

 

 

Ressaca no litoral do Sudeste
segunda-feira, 14 de abril de 2014

A passagem de um grande ciclone extratropical pela costa da Argentina e do Uruguai causou forte agitação marítima e gerou série de grandes ondas no Atlântico Sul. Estas começaram a chegar à costa das Regiões Sul e Sudeste do Brasil nesta segunda-feira, 14. O mar ficou bastante agitado em todo o litoral da Região Sul e durante a tarde a agitação era sentida também nas praias de São Paulo e do Rio de Janeiro.

 

 

 

 

 


 

Nesta terça-feira, as ondas começam a baixar no litoral da Região Sul, mas o mar segue ainda muito agitado e com risco de ressaca em São Paulo e no Rio de Janeiro. A agitação chega com menos força ao Espírito Santo. As ondas diminuem no decorrer da tarde e seguem em declínio na quarta.

Confira a previsão das ondas

Rio Grande do Sul e Santa Catarina: agitação marítima diminui. Ondas entre 2,0 m e 2,5 m

Paraná: Ondas por volta de 2,0 m.

São Paulo: Ondas de até 2,5 m.

Rio de Janeiro: Ondas por volta de 3,0 m  a 3,5 m.

Espírito Santo: Ondas de até 2,0 m a partir da tarde.

Curitiba pode ter novo recorde de frio nesta 3ªfeira
segunda-feira, 14 de abril de 2014

 

 

 

 

 

A presença de ventos marítimos e do ar polar determinaram uma segunda-feira (14) de céu nublado e com temperatura baixa na cidade de Curitiba. De acordo com o INMET a capital paranaense teve temperatura máxima de apenas 17,4°C, superando a marca anterior que era de 18,3°C no dia 16 de fevereiro.

Nessa terça-feira o tempo não muda muito e a capital pode bater novo recorde de frio. Ventos marítimos e frios mantém a região com muita nebulosidade e temperatura baixa, devendo variar entre 12°C e 18°C. A menor temperatura mínima deste ano foi de 12,4°C no dia 23 de março.

A partir de quarta-feira, com a volta do sol e o afastamento do ar polar, a temperatura entra em elevação.

Quer saber o tempo no feriado da Páscoa?

Previsão de nebulosidade para o eclipse de 15 de abril
segunda-feira, 14 de abril de 2014

Todo o Brasil estará dentro da área de visualização do eclipse lunar total que vai ocorrer durante a madrugada de terça-feira, 15 de abril. O fenômeno poderá ser observado a olho nu, mas se você tiver um binóculo, uma luneta, um telescópio, ou uma máquina fotográfica com uma lente adequada poderá ver tudo com muito mais detalhes.

 

 

 

 

Durante o eclipse, a sobra da Terra vai pouco a pouco encobrindo a lua cheia, mas ela não vai ficar completamente escura, preta. Um pouco da luz solar será refratada pela atmosfera da Terra e quando o eclipse estiver no seu ponto máximo, a lua cheia vai aparecer em tom avermelhado.

O espetáculo é de graça, mas pode dar uma dorzinha no pescoço. Mas claro, só vai dar para curtir esta maravilha no céu se as nuvens deixarem. 

Confira a previsão da nebulosidade para o eclipse no período entre meia-noite do dia 15 de abril até 9 horas da manhã.  Veja a legenda

 

 

 

 

 

 

 

 

Você já pode ficar tudo sobre o eclipse lunar total de 15 de abril através das informações do professor e astrônomo Marcos Calil no Momento Astronômico.