Arquivo da Categoria ‘Sul’

+ aumentar e diminuir fonte -
Atenção no mar!
segunda-feira, 27 de abril de 2015

Atenção no mar 

Uma forte agitação marítima está sendo esperada para os próximos dias. A passagem de um  ciclone extratropical e o deslocamento de uma forte massa de ar polar  causam ventos constantes moderados a fortes que vão deixar o mar agitado. A Marinha do Brasil emitiu aviso de ressaca.

 

AVISO NR 343/2015

AVISO DE RESSACA

EMITIDO ÀS 1400 HMG – SEG – 27/ABR/2015

RESSACA ENTRE AS CIDADES DE MOSTARDAS (RS) AND FLORIANÓPOLIS (SC) A PARTIR DE 292100 HMG. ONDAS DE SE 2.5/3.0 METROS.

VÁLIDO ATÉ 010000 HMG.

 

 

O mar começa a ficar agitado no Rio Grande do Sul durante a madrugada de quarta-feira, 29 de abril, com ondas que podem chegar aos 2 metros. Mas a agitação se espalha muito rapidamente pela costa Sul e Sudeste do Brasil e no dia 30, o mar já fica bastante agitado em São Paulo e no Rio de Janeiro.  Ondas de 2,5 a 3,0 metros poderão ocorrer no dia 30 de abril entre o Rio Grande do Sul e o Rio de Janeiro.

No dia 1 de maio, a agitação diminui no Rio Grande do Sul e sul de Santa Catarina, mas o mar ainda estará perigoso. A agitação chega ao Espírito Santo. Toda a região entre o Florianópolis e Vitória pode ter ondas com picos em torno de 2,5 metros e séries maiores. A agitação enfraquece em 2 de maio.

Nos dias 30 e 1 de maio não se pode descartar a ocorrência de ressaca entre o Rio Grande do Sul e o Rio de Janeiro.

Confira as ondas no Climasurf

Ventos e marés

Semana promete vários recordes de frio
segunda-feira, 27 de abril de 2015

O centro-sul do Brasil está e vai continuar sob a influência do ar polar durante toda a semana. Mas o ar polar que já atua sobre o Sul e sobre o Sudeste será reforçado com mais ar frio de outra massa polar forte e de grande extensão. O centro do ar polar, que é a região de mais fria, vai ficar sobre o mar, mas por ser de forte intensidade, esta massa polar vai gerar ventos moderados a fortes que vão chegar ao centro-sul do Brasil a partir de quarta-feira.

A meteorologista Josélia Pegorim explica como a nova massa de ar polar vai atuar no Brasil nos próximos dias.

Possíveis recordes de frio até o dia 2 de maio de 2015

Até o fim da semana, a temperatura vai baixar em todas as capitais do Sul, em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Vitória.  As tardes podem ser as mais frias do ano.

Em Belo Horizonte, em Florianópolis e também em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Vitória há possibilidade de novos recordes de menor temperatura do ano.

Ar úmido aumenta a sensação de frio

Os ventos da grande massa polar vão soprar do mar para o interior do Brasil espalhando frio e umidade. Muita umidade deve ficar concentrada nas áreas próximas do ar, o que vai estimular a formação de muitas nuvens em todo leste da Região Sul, de São Paulo, sobre o Rio de Janeiro e até sobre o Espírito Santo.

A combinação de excesso de nuvens escondendo o sol e de ventos frios constantes vão deixar a temperatura baixa à tarde e trazer maior sensação de frio.

 

O que é a sensação térmica?

Como se mede a umidade no ar?

 

Painel Meteorológico – destaques de 26/04/2015
domingo, 26 de abril de 2015

Recorde de frio em Belo Horizonte (MG)

A madrugada deste domingo, 26 de abril, foi a mais fria do ano em BH. O Inmet registrou 17,0°C na estação medidora do centro da cidade. O recorde anterior era de 17,1°C, em 10 de abril. Leia mais
Confira as menores temperaturas no Sudeste do Brasil em 26/04/2015
Em São Paulo  e no Rio de Janeiro
São Paulo teve um dia típico de outono com sol e friozinho. Segundo o Inmet, a temperatura mínima foi de 16,1°C e a máxima de 23,7°C.
No Rio de Janeiro, a temperatura variou de 17,4°C a 27,1°C. Como em São Paulo, a temperatura amena também é efeito do ar polar que está sobre o Sudeste.
Chuva volumosa no Brasil
Pelas medições do Instituto Nacional de Meteorologia, cidades da Bahia registraram os maiores volumes de chuva em 24 horas no Brasil.
Chuva de frente fria alaga Salvador
Uma frente fria chegou ao litoral da Bahia e estimulou a formação de nuvens muito carregadas que provocaram mais de 100 mm chuva em algumas regiões de Salvador. A chuva volumosa causou alagamentos e deslizamentos de terra.
Calor no Brasil
Enquanto o centro-sul do país esfria com a presença do ar polar, o centro-norte continua quente. Alagoas registrou as maiores temperaturas neste domingo, 26 de abril.
O que vem por aí?
Sistema Cantareira
Segundo a Sabesp, o sistema Cantareira manteve estabilidade neste domingo com nível de armazenamento de 20,1%, mas o nível de água ainda está abaixo do limite mínimo do volume útil. O nível do Cantareira está estável em 20,1% há seis dias.
Muita chuva em pouco tempo
Fortes pancadas de chuva ocorreram em locais do Norte, do Nordeste e Centro-Oeste. Entre 16h e 17h choveu 43,4 Alto Paraíso de Goiás (GO). Em Piatã (BA) choveu 46,0 mm entre 14h e 15h e em Itaberaba (BA) choveu 24,6mm no mesmo período.
O que vem por aí?
domingo, 26 de abril de 2015

A última semana de abril será marcada por muita chuva na faixa entre Bahia e Amazonas, porém o tempo seco é quem vai predominar em grande parte do centro-sul do País e no interior do Nordeste.

Região Norte

Áreas de instabilidade tropicais ainda favorecem a formação de muitas nuvens pelo Norte do País nessa semana. Modelos meteorológicos indicam chuva volumosa em grande parte da Região, com acumulados que passam de 100 milímetros. As áreas com menores volumes de chuva devem ser o norte de Roraima, o noroeste do Pará e o interior do Amapá.

Região Nordeste

A convergência de ventos entre níveis baixos e médios da atmosfera vai garantir chuvas frequentes na Bahia. Até o final da semana a chuva deve acumular mais de 100 milímetros em áreas do centro do Estado e também no litoral, principalmente na região de Salvador. A capital baiana fica em alerta porque a chuva é volumosa e pode trazer problemas como alagamentos e deslizamentos de encostas. A Zona de Convergência Intertropical ainda atua na costa norte da Região, provocando bastante chuva no litoral do Maranhão e do Ceará. Já no Maranhão, no Piauí, no norte da Bahia e no Rio Grande do Norte, a chuva é mais isolada, menos volumosa e ocorre principalmente por causa do calor e da alta umidade do ar. As demais áreas do Nordeste tem pouca chuva nos próximos dias.

Região Centro-Oeste

A mesma instabilidade que atua no Norte também influencia o tempo no norte de Mato Grosso. A chuva por lá também é volumosa, com acumulados perto de 100 milímetros. Já em Mato Grosso do Sul, o predomínio é de uma massa de ar seco, que vai garantir dias ensolarados. Nas demais áreas da Região as pancadas de chuva vem principalmente à tarde, na forma de pancadas por causa do tempo abafado.

Região Sudeste

Os últimos dias de abril serão de pouca chuva na maior parte do Sudeste. Uma massa de ar seco vai determinar dias de tempo firme em quase toda a Região. No leste de São Paulo, no Rio de Janeiro e no Espírito Santo, os ventos provocados por um sistema de alta pressão com centro no oceano vai trazer muitas nuvens e provocar chuvas moderadas, principalmente a partir de terça-feira, inclusive nas capitais. Nessas áreas a temperatura fica amena. Esse mesmo sistema causa agitação marítima no final da semana.

Região Sul

O sistema de alta pressão que influencia o tempo na costa do Sudeste também atua na costa do Sul do Brasil. A faixa leste dos três Estados passam a semana com muitas nuvens e chuvas eventuais, principalmente a partir de quarta-feira. Esse mesmo sistema causa agitação marítima no final da semana. Já o interior da Região continua tendo dias ensolarados, ainda com possibilidade de formação de nevoeiros nas primeiras horas da manhã.

Um belo entardecer
sábado, 25 de abril de 2015

A passagem da pluma de cinzas vulcânicas do vulcão Calbuco sobre o Sul do Brasil proporcionou belíssimas imagens do entardecer.  Tecnicamente a pluma poluiu o ar.  As partículas poluentes  alteraram momentaneamente a composição básica da camada de ar pouco acima da superfície. A interação do material particulado que compõe a pluma com a luz solar resultou nos tons avermelhados intensos que desde o fim da tarde de sexta-feira coloriu o céu em muitas cidades do Sul.

Mesmo sem cinzas vulcânicas, o entardecer de 25 de abril de 2015 foi encantador em muitos lugares do Brasil.

Qual a imagem do seu tempo?

Qual o tempo do seu lugar?

F o t o g r a f e o t e m p o  porque tem sempre alguma coisa no céu para contar a história do dia.

Participe!

Pelo site:  envie sua foto

Pelas redes sociais: #fotografeotempo

Confira algumas imagens compartilhadas com a Climatempo.

 

Conselheiro Lafaiete (MG) : entardecer de 25 de abril de 2015 , por Luiz Adao

 

Rio de Janeiro (RJ): entardecer no pico da Tijuca, 25-04-2015 por Helio C Vital

 

Florianópolis (SC) fim de tarde de 25 de abril de 2015 com cinzas vulcânicas, por Hebert

 

Araranguá (SC): fim de tarde de 25 de abril de 2015 com cinzas vulcânicas, por Felipe de Souza

 

Paulicéia (SP): entardecer em 25-4-2015 por Tsutomu Machino

 

São Paulo (SP): entardecer de 25 de abril de 2015 por Willem Meres

 

Joinville (SC) entardecer de 25 de abril de 2015 com cinzas vulcânicas

 

Caçador (SC): anoitecer de 25 de abril de 2015 com cinzas vulcânicas, por Geovane

 

Araranguá (SC) fim de tarde de 25 de abril de 2015 com cinzas vulcânicas , por Felipe de Souza

Painel Meteorológico – destaques de 25/04/2015
sábado, 25 de abril de 2015

Cinzas vulcânicas no Brasil 1

As cinzas vulcânicas do vulcão chileno Calbuco avançaram mais sobre  Sul do Brasil neste sábado e foram avistadas sobre Santa Catarina e sobre o Paraná.  Leia mais

Cinzas vulcânicas o Brasil 2

No fim da tarde de 25 de abril de 2015, imagens do satélite Meteosat com filtros especiais detectaram a pluma de cinzas vulcânicas do Calbuco no litoral e sul do Estado de São Paulo.

Menores temperaturas

A semana foi marcada por madrugadas frias no Sul. Os três estados registraram temperaturas abaixo dos 10°C neste sábado.

Baixa pressão no litoral do Sudeste

Como já era esperado, uma área de baixa pressão se formou no litoral da Região Sudeste entre São Paulo e o Rio de Janeiro. Este sistema teve pouca intensidade  e conforme análise sinótica da Marinha do Brasil, o centro mínimo de pressão às 9 horas (Brasília) era de 1014 hpa. Na imagem de satélite, bandas de nuvens formam uma espiral (dentro do círculo vermelho) por causa do movimento ciclônico (horário) provocado pelo centro de baixa pressão.

São Paulo – Rio de Janeiro

São Paulo teve um sábado com sol e algumas nuvens, mas sem ameaça de chuva. A temperatura caiu. A máxima neste sábado foi de 24°C . No Rio de Janeiro, o sol também apareceu em grande parte do dia, mas choveu fraco no fim da tarde em algumas áreas. A temperatura máxima chegou aos 29°C.

Maiores temperaturas

As maiores temperaturas no Brasil voltaram a ser observadas sobre o Nordeste, mas houve uma ligeira diminuição do calor em Coruripe (AL), que registrou temperaturas acima dos 40°C durante toda a semana.

Chuva volumosa

Os maiores volumes de chuva foram observados no Centro-Oeste, Norte e Nordeste do Brasil.

Fortes pancadas de chuva

Confira os maiores volumes de chuva acumulados em apenas 1 hora entre 0h e 17h de 25 de abril de 2015.

 

Domingo com sol no Sul

Chuva no ES e em MG

Temperatura cai em MS

ZCIT provoca chuva no Nordeste

Mais chuva no Norte

 

Cinzas do Calbuco chegam ao sul de SP
sábado, 25 de abril de 2015

Atualizado às 17h06 de 25/04/2015

Neste sábado, as cinzas do vulcão chileno Calbuco chegaram até o sul do Estado de São Paulo. Já durante a madrugada passaram por cima do Rio Grande do Sul e no fim da tarde estavam espalhadas sobre Santa Catarina e parte do Paraná, e chegaram também ao sul do Estado de São Paulo.

Nas  imagens de satélite do Eumetsat é possível ver a pluma de cinzas em tons rosados (imagem das 16h00, horário de Brasília).

 

Na região Sul do Brasil, as cinzas vulcânicas não chegaram a provocar redução de visibilidade nem cancelamento de voos nacionais. A pluma está bem alta na atmosfera e passa como se fosse uma camada de nuvens do tipo “cirrus”, aquelas nuvens finas que deixam o céu esbranquiçado. Porém, com a fuligem, o céu ficou com um tom acinzentado.

 

Porto Belo, SC. Foto tirada por Maria Angelica Fischer

Florianópolis. Foto de Leandro Puchalski, do Grupo RBS.

 

As cinzas estão sendo transportadas entre níveis médios e altos da atmosfera, aproximadamente entre 06 e 10 km de altura. Nesses níveis os ventos são mais intensos e continuam transportando a pluma em direção ao oceano Atlântico. Neste domingo essa pluma já deve estar afastada do Brasil.

 

Veja também:

Como as cinzas vulcânicas chegaram ao Brasil?

Saiba um pouco sobre modelos de dispersão da pluma vulcânica

Relembre notícias sobre o vulcão Puyehue que também trouxe cinzas vulcânicas para o Brasil

Cinzas do Puyehue chegam a Austrália

Vôos cancelados por causa das cinzas do Puyehue

Cinzas do Puyehue chegam ao Rio Grande do Sul

Cinzas do Puyehue sobre Buenos Aires e Montevideo

 

Ar seco avança pelo centro-sul do Brasil
sábado, 25 de abril de 2015

Uma massa de ar seco de origem polar está avançando pelo centro-sul do Brasil e garante tempo firme neste domingo em muitas nuvens entre Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul e Rio de Janeiro.

Um sistema de alta pressão atmosférica vai avançar entre o Sul e o Sudeste do Brasil. Este sistema provoca ventos moderados vindos de sudeste no leste de São Paulo e no Rio de Janeiro, situação que favorece a formação de muitas nuvens nas capitais. Pode até chover fraco em alguns momentos no litoral paulista e paranaense.

Já nas áreas do interior paulista, entre o Triângulo e o Sul mineiros, na maior parte de Mato Grosso do Sul (inclusive em Campo Grande) em na região Sul, o predomínio será de sol neste domingo, sem chuva. O amanhecer será de temperaturas mais baixas, mas à tarde faz um pouco de calor por causa do tempo aberto.

O resfriamento da madrugada e o tempo estável (sem chuva e sem vento) favorece a formação de nevoeiro na manhã deste domingo em muitas áreas.

Prévia do tempo no feriado de Primeiro de Maio
sábado, 25 de abril de 2015

Muita gente já está pensando no feriado do dia Primeiro de Maio.  Vai ser na sexta-feira e serão três dias de folga.

Desde a semana passada já se fala de uma onda de frio forte para o início de maio. Será que vem mesmo? A chuva de abril já dura mais tempo do que deveria. Será que tem chuva de frente fria vindo por aí? A apresentadora Maira Di Giaimo conversou com a meteorologista Josélia Pegorim que fez uma prévia do tempo para o fim de semana prolongado do Primeiro de Maio.Confira!

Menos chuva para o Centro-Sul do Brasil
sexta-feira, 24 de abril de 2015

Os modelos estendidos de previsão de chuva indicam que em áreas do Centro-Sul do Brasil a tendência ao longo dos próximos 15 dias é de menos volumes acumulados. A penúltima semana de abril já teve um pouco mais de chuva para o Sul e Sudeste, entretanto com a tendência de menos frentes frias avançando a previsão já indica uma redução sobre os volumes de chuva.

Clique na imagem e confira a previsão de chuva para todo o Brasil para os próximos 5 dias

O centro-norte do país ainda se mostra com mais chances de chuva no período. A circulação de umidade e calor ainda vai favorecer a ocorrência de pancadas de chuva, inclusive em forma de temporais.

O meteorologista César Soares comentou a tendência de chuva para todo o Brasil no período de 15 dias, e ainda a distribuição de chuva nos últimos dias de abril. Confira!