Arquivo da Categoria ‘Sul’

+ aumentar e diminuir fonte -
Nevoeiro reduz visibilidade no Sul
sábado, 30 de agosto de 2014

O resfriamento da madrugada associado à presença de uma massa de ar polar ainda propiciou a formação de muita névoa e nevoeiro no centro-sul e no leste do Rio Grande do Sul, no sul de Santa Catarina e em áreas do leste do Paraná neste começo de sábado. No sul e leste gaúchos a neblina se intensificou ainda no período da madrugada. Por volta de 06h30 a visibilidade estava reduzida a apenas 800 metros no aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre. Na base aérea de Santa Maria a visibilidade era de apenas 100 metros no começo da manhã.

À medida que o ar vai se aquecendo, com a presença do sol, este nevoeiro tende a se dissipar e a previsão é que até o meio da manhã o tempo já esteja aberto, com sol e temperatura em elevação.

Geada prejudica produção de fumo – RS
sexta-feira, 29 de agosto de 2014

A geada deste mês trouxe prejuízos para os produtores de fumo do RS, que em muitos casos, estão precisando refazer o plantio. Confira qual será a tendência do acumulado de chuva para os próximos dias em todo o Brasil.

 

Geada forte na serra catarinense
quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Atualizado às 16h, 28/8,  por Ludmila Fernandes

A presença do forte ar polar incentivou a queda das temperaturas sobre a Região Sul, e desde a quarta-feira (27) algumas cidades registraram geada de fraca e moderada intensidade, segundo o INMET. Nesta quinta-feira (28) a área com geada aumentou sobre o Sul devido às temperaturas que caíram ainda mais, atingindo também áreas do Rio Grande do Sul. Com mais frio e pouco vento, a sublimação do vapor d’água contido nas camadas mais superficiais da atmosfera foi mais efetiva.

Próximos dias

Ainda há previsão de geada para a madrugada de sexta-feira (29), porém, como a temperatura não vai cair tanto, a tendência é de que as áreas de geada diminuam e que esta não aconteça de forma tão intensa.

Previsão de geada para a sexta-feira (29)

No sábado (30) áreas de instabilidade, associadas a um sistema de baixa pressão atmosférica em superfície, já organizam pancadas de chuva no oeste. No domingo (31) a chuva se espalha sobre a Região e virá de forma generalizada. Há o risco de temporais.

Ar polar provoca geada no Sul
quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Atualizado em 27/08/2014 às 10h15

Após a passagem da frente fria, o ar polar começou a entrar de uma forma mais efetiva sobre a Região Sul. As temperaturas caíram bastante ao longo da madrugada, devido o ar mais frio e o tempo aberto.

A cidade de São Joaquim, na serra catarinense, registrou temperatura mínima de -1,3°C na estação automática do INMET, o que favorece o fenômeno de geada. Algumas áreas de geada foram registradas por Mycchel Legnaghi do São Joaquim Online.

A Climatempo já havia alertado sobre o risco de geada na Região Sul do Brasil durante esta semana. A madrugada de quarta-feira (27) para quinta-feira (28) terá novamente grandes chances para a ocorrência do fenômeno. As temperaturas caem ainda mais e há o risco de geada forte principalmente sobre as serras gaúcha e catarinense, planalto sul de Santa Catarina, Região da Campanha no Rio Grande do Sul.

Previsão de Geada para a quinta-feira (28)

Com o aumento da temperatura durante a sexta-feira (29) e o sábado (30), o risco de geada diminui. No entanto, áreas de instabilidade se organizam e provocam pancadas de chuva a partir do próximo domingo (31).

Depois da chuva, ventania e frio no Sul
terça-feira, 26 de agosto de 2014

A passagem de uma frente fria trouxe grandes mudanças no tempo para a Região Sul do Brasil. Para termos uma ideia, o domingo (24) teve temperaturas elevadas em Porto Alegre, a máxima foi de 34,6°C segundo informações da estação convencional do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET). A segunda-feira (25) já teve temperatura amena e fortes pancadas de chuva em diversas áreas, principalmente sobre o Paraná que teve a ocorrência de granizo em algumas áreas como Londrina.

Com o afastamento das áreas de instabilidade a chuva já diminui sobre a Região Sul e começa sobre o Sudeste.As rajadas de vento seguem mais altas principalmente sobre o Estado do Rio Grande do Sul.

Imagem de satélite do canal do infravermelho realçado

Após a passagem da frente fria, vem o frio! O ar polar começa a entrar de forma mais efetiva sobre os Estados da Região Sul e a temperatura vai cair. Principalmente ao longo das madrugadas, tanto que há previsão de geada tanto para a madrugada de quarta-feira (27) quanto a de quinta-feira (28).

Previsão de geada para quarta-feira e quinta-feira

As áreas de geada devem se concentrar mais sobre a região da Campanha e sobre a Serra Gaúcha e Catarinense. As áreas do Planalto Sul de Santa Catarina também estão sujeitas a geada forte, principalmente na quinta-feira.

O meteorologista César Soares falou das mudanças no tempo por conta da passagem da frente fria no Climatempo News.

Frente fria começa a se afastar do Sul
segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Após provocar temporais, com raios e ventania em muitas áreas do Sul do Pais, uma frente fria vai se afastando da Região nesta terça-feira (26). O sistema ainda forma algumas instabilidades que causam um pouco de chuva pela manhã no leste de SC, no centro-leste e no norte do PR, porém sem risco de temporal. Nas demais localidades da Região a nebulosidade diminui ao longo do dia com o avanço de uma nova massa de ar seco, de origem polar. Esta frente está associada a um intenso e grande ciclone extratropical. O sistema de baixa pressão se aprofunda no oceano e se desloca para o leste (se afastando da costa), entre o litoral da Argentina e do Uruguai. Ainda assim, favorece a ocorrência de vento forte, principalmente no centro-sul e leste gaúchos e no sul e no leste catarinenses. As rajadas mais intensas devem variar entre 60 e 80 km/h. Com o vento soprando de forma constante e o avanço do ar polar, a sensação de frio deve ser aumentada, sobretudo no Rio Grande do Sul e na serra catarinense. Além de provocar bastante vento na costa, o ciclone força o mar a subir e causa intensa agitação marítima nas praias gaúchas já nesta terça-feira. Há risco de ressaca.

Na quarta-feira, dia 27, a massa seca polar se expande pela Região, deixando o tempo firme com sol e temperatura baixa em todo os Estados. O frio intenso da madrugada favorece a ocorrência de geada em muitas áreas do interior do Rio Grande do Sul e do sul e do interior de Santa Catarina.

Temporais no Rio Grande do Sul
segunda-feira, 25 de agosto de 2014

A aproximação de uma frente fria organiza melhor as áreas de instabilidade e trás chuva para o Rio Grande do Sul. O contraste entre a massa de ar mais seco e quente que estava na região e o ar mais frio e úmido que vem de sul, favorece a formação de grandes nuvens carregadas e provocam  temporais em algumas áreas.

As informações do radar meteorológico do Canguçu mostram a presença de chuva com intensidade de moderada a forte. Devido a profundidade de algumas nuvens, há a presença de raios. As rajadas de vento já chegam aos 75 km/h em Rio Pardo, segundo informações da estação automática do Instituto Nacional de Meteorologia.

Radar meteorológico do Canguçu-RS às 9h30 - REDEMET

A frente fria vai avançar para as demais áreas de Região Sul ao longo das próximas horas. Como ela se desloca rapidamente, os volumes acumulados não são tão elevados. Há o risco de chuva forte acompanhada de raios e rajadas de vento acima dos 40 km/h em todo o Rio Grande do Sul, Santa Catarina e centro-oeste do PR. Em Curitiba, as pancadas de chuva vão começar entre o fim da tarde e o início na noite.

Imagem de satélite no canal do infravermelho

A partir da terça-feira (26) as áreas de instabilidade se afasta aos poucos do Sul. O tempo volta a ficar mais firme, mas os ventos de origem polar vão fazer a temperatura cair. Esta semana será marcada pela volta do frio.

Fim de semana no Sul: Sol, calor e pancadas de chuva
sexta-feira, 22 de agosto de 2014

A sexta-feira foi marcada por tempo ensolarado nos Estados do Sul, com calor durante a tarde. O Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) registrou máxima de 29,8°C em Porto Alegre e em São Borja (RS), 26,4°C em Florianópolis e 30,4°C em Urussanga (SC) e 27,4°C em Curitiba e 33,4°C em Foz do Iguaçu (PR). Na capital gaúcha foi a tarde mais quente em 20 dias (desde 04 de agosto, quando fez 31,6°C). A capital paranaense teve a maior temperatura em 10 dias (igualando a marca de 27,4°C do dia 12 de agosto). Neste sábado a massa de ar seco começa a perder força, mas ainda deixa o tempo firme com sol forte, temperatura alta e umidade baixa durante a tarde em quase todo o Sul do Brasil.  A aproximação de uma frente fria provoca algumas pancadas de chuva no final do dia no sul e no oeste do Rio Grande do Sul. No domingo a instabilidade aumenta na Região devido ao deslocamento desta frente e intensifica de um sistema de baixa pressão no interior do continente. Volta a chover a partir da tarde também no centro-norte e leste gaúchos, no sul e no interior catarinense e no oeste paranaense. O vento aumenta de intensidade ao longo do dia e podem ocorrer rajadas entre 60 e 80 km/h. As pancadas de chuva podem ser forte e vir acompanhadas de raios. As demais localidades ainda ficam com sol, calor e tempo seco.

Clima prejudica lavoura de trigo do RS
sexta-feira, 22 de agosto de 2014

O excesso de chuva e pouco sol fazem com que aumentem as doenças como ferrugem e mancha foliar. Confira qual será a tendência do acumulado de chuva para os próximos dias em todo o Brasil.

 

Condições do tempo favorecem o trigo no PR
quinta-feira, 21 de agosto de 2014

O clima favorece o cultivo do trigo no estado do Paraná e a expectativa é que a produção consiga aumentar 50% em relação à safra passada. Confira qual será a tendência do acumulado de chuva para os próximos dias em todo o Brasil.