Arquivo da Categoria ‘Sudeste’

+ aumentar e diminuir fonte -
Frio ou calor em São Paulo?
segunda-feira, 1 de setembro de 2014

O calor diminuiu em São Paulo nesta segunda-feira. A temperatura chegou aos 26°C em vários locais da cidade. O Instituto Nacional de Meteorologia registrou 25,9°C, sendo que no domingo fez 31°C. A queda da temperatura foi principalmente efeito do excesso de nuvens que predominou de manhã, que impediu que o sol aparecesse forte.

Quem já estava ficando com saudade do friozinho vai gostar do tempo nos próximos dias. A tendência é de queda da temperatura, com a volta da sensação de frio já na quarta-feira. Não há expectativa de recordes, mas os termômetros na Grande São Paulo vão passar vários dias longe da marca dos 30°C.

Ar polar marítimo

Uma grande e forte massa de polar avança pelo litoral da Argentina e do Uruguai e a partir desta terça-feira começa a influenciar o litoral da Região Sul do Brasil. No decorrer desta primeira semana de setembro, os ventos provocados por esta massa polar vão injetar o ar frio e carregado de umidade do mar sobre a Grande São Paulo. Este ar úmido e frio vai gerar muita nebulosidade que vai esconder o sol por muitas horas. Sem sol e com ar polar, a temperatura vai ficar amena.

Confira a tendência da temperatura para a cidade de São Paulo.

 

Agosto com temperatura acima da média

Agosto deu a São Paulo a menor temperatura de 2014, até agora, e também a tarde mais fria do ano. Pelos registros do Instituto Nacional de Meteorologia, a temperatura mais baixa na capital paulista até agora foi de 9,0°C em 14 de agosto. A tarde mais fria até agora também foi a de 14 de agosto, com temperatura máxima de apenas 12,6°C.

Apesar dos eventos de frio, a média das temperaturas de agosto ficou acima do normal. A média da temperatura mínima ficou 1,2°C acima do valor histórico e a média da temperatura máxima ficou 1,5°C acima da média histórica. Os dados são do Instituto Nacional de Meteorologia e podem ser observados no gráfico.

 

Fogo consome mata em Ribeirão Preto (SP)
segunda-feira, 1 de setembro de 2014

A presença do ar seco predominante em grande parte do período de inverno deixa a vegetação mais seca. Desta forma, fica muito fácil do fogo se espalhar sobre diversas áreas. É exatamente o que acontece com o município de Ribeirão Preto, no norte do Estado de São Paulo.

Segundo informações das agências de notícias, o fogo começou na noite do domingo (31) e se espalhou por uma área de 30 hectares da Mata de Santa Tereza, que é a principal área verde da cidade.

Novas áreas de instabilidade vão se espalhar sobre o Estado de São Paulo ao longo da terça-feira (02). Há previsão de chuva pelo menos até a próxima quinta-feira (04) o que pode amenizar os efeitos das queimadas e auxiliar o Corpo de Bombeiros no combate ao fogo.

Agosto seco nas capitais do Brasil
segunda-feira, 1 de setembro de 2014

O mês de agosto terminou com chuva abaixo da média histórica em praticamente todo o Brasil. Choveu acima do normal no Acre, em algumas áreas do Amazonas, do Pará e do sertão do Nordeste e em pequenas porções no Sul e do Espírito Santo.

 

 

Anomalia de chuva de agosto de 2014: os tons de azul representam chuva acima da média. As outras cores representam chuva abaixo da média.

 

A análise da chuva nas capitais brasileiras mostra claramente a falta de chuva de agosto de 2014. Apenas Rio Branco, capital do Acre, e Vitória, capital do Espírito Santo, terminaram o mês com mais chuva do que a média. Todas as outras capitais fecharam o mês com chuva abaixo da média. Em Cuiabá, Goiânia, Brasília e em Palmas não caiuuma gota de chuva.

 

 

Confira o balanço da chuva de agosto com a meteorologista Josélia Pegorim.

 

Chuva em Belo Horizonte
segunda-feira, 1 de setembro de 2014

O avanço da frente fria para áreas mais ao norte do Sudeste, já começa a organizar nuvens carregadas sobre a Região Metropolitana de Belo Horizonte. Segundo informações do aeroporto da Pampulha, chove moderado e as rajadas de vento se aproximam dos 40 km/h.

Imagem de satélite do canal do infravermelho realçado

O ar segue bastante úmido sobre o centro-sul de Minas Gerais. As temperaturas ainda sobem o que favorece a formação de áreas de instabilidade sobre Belo Horizonte na terça-feira (02). Essa condição se mantém até a próxima quinta-feira (04) com a aproximação de um novo sistema de baixa pressão atmosférica, que vai organizar novas nuvens de chuva. Na sexta-feira (05) o ar seco volta a predominar e o sol vai aparecer com maior frequência durante o dia e sem o risco de chuva.

Frente fria deixa o tempo instável no RJ
segunda-feira, 1 de setembro de 2014

O fim de semana teve muito sol e bastante calor em todo o Estado do Rio de Janeiro. Após o avanço de algumas áreas de instabilidade já na noite de domingo (31), a segunda-feira (01) começou com variação de nuvens e chuva em algumas áreas da serra fluminense e do Vale do Paraíba.

Imagem de satélite no canal do infravermelho

Os maiores volumes de chuva acumulados entre a última madrugada e manhã de segunda-feira, ficaram por conta das estações meteorológicas do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) em Duque de Caxias e Valença, ambas com 5,2mm.

A terça-feira (02) reserva uma melhora modesta, com o sol aparecendo ao longo do dia, mesmo acompanhado de muitas nuvens. Há o risco de pancadas de chuva que devem se concentrar entre o período da tarde e da noite. De forma mais localizada, pode chover forte.

Na quarta-feira (03), um novo sistema de baixa pressão atmosférica avança para o Sudeste organizando nuvens carregadas. As áreas de chuva ganham força e pode chover a qualquer momento.

As condições do tempo só devem mudar a partir da sexta-feira (05), quando uma massa de ar seco e quente ganha força e o sol se faz mais presente durante o dia. A temperatura volta a subir e a umidade presente no ar não será o suficiente para favorecer a formação de nuvens.

Instabilidades se afastam de SP
segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Atualizado em 01/09/2014 às 15h10

As áreas de instabilidade que provocaram ventania e chuva desde o domingo (31), começam a perder força e se afastam do Estado de São Paulo na tarde da segunda-feira (01). O sol já volta a aparecer em diversas áreas, inclusive sobre a capital paulista. Entretanto, o ar segue bastante úmido, o que pode favorecer a formação de novas áreas de instabilidade e provocar chuva inclusive ao longo do final da tarde e da noite. As pancadas de chuva tendem a acontecer de forma mais localizada.

 

Imagem de satélite do canal do infravermelho realçado

 

Mais chuva para SP

O afastamento destas áreas de instabilidade, não significa que o tempo chuvoso irá embora de vez do Estado de São Paulo. Um novo sistema de baixa pressão atmosférica se forma na terça-feira (02) e vai provocar novas pancadas de chuva de forma em abrangente sobre o Estado paulista. De forma pontual, pode chover forte.

Esta semana será marcada pelo tempo instável e pancadas de chuva. Os modelos de previsão indicam que somente a partir da sexta-feira (05) o ar seco volte a predominar sobre todo o Estado de São Paulo, impedindo a formação de grandes nuvens e deixando trocando o cinza da nebulosidade no céu pelo azul.

Frente fria avança até o litoral do Sudeste
domingo, 31 de agosto de 2014

Áreas de instabilidade que avançaram sobre o Sul, provocando temporal com muitos raios e ventania nesta Região já estão se intensificando como uma nova frente fria. Esta frente está associada a um ciclone extratropical e avança em direção ao litoral do Sudeste neste segunda-feira. As nuvens aumentam bastante em todo o Estado de São Paulo, no centro-sul do Rio de Janeiro e de Minas Gerais. O tempo ainda não fica completamente fechado e a sensação será de abafamento. Chove logo pela manhã e novamente a partir da tarde e há risco de chuva forte, acompanhada de raios e rajadas de vento. Com o avanço do sistema frontal a umidade aumenta e são esperadas algumas pancadas de chuva com raios a partir da tarde também no norte do Rio, no centro-sul do Espírito Santo, no Vale do Rio Doce, na Grande Belo Horizonte e no  Triângulo Mineiro. O norte capixaba e o norte mineiros ainda ficam com tempo quente e muito seco.

Semana continua úmida e com tempo instável na Região

A frente fria ainda avança lentamente e a primeira semana de setembro segue úmida e com tempo instável na maior parte das áreas. O tempo fica abafado e há previsão de pancadas de chuva durante a tarde e à noite da terça-feira. Na quarta-feira, novas áreas de instabilidade chegam do Sul do Brasil, reforçando e aumentando a chuva em quase todo o Estado de São Paulo, também no sul de Minas e centro-sul do Rio. Há risco de chuva forte e volumosa. Confira na figura em destaque, onde a chuva deve ser mais volumosa nestes próximos dias.

Na quinta-feira, dia 04, a temperatura entre em declínio por conta da intensificação de uma massa polar no oceano, ao largo do litoral do Sudeste. A semana deve terminar fria no leste paulista e no centro-sul fluminense.

Domingo de sol em todo o Sudeste
sábado, 30 de agosto de 2014

O efeito da circulação marítima dos ventos enfraquece e toda a Região Sudeste volta a ter predomínio de sol neste domingo (31). O dia ainda começa um pouco frio e com nevoeiro no leste de São Paulo, no Rio de Janeiro, no leste de Minas e no Espírito Santo, mas ainda pela manhã o sol vai aparecendo com força e a temperatura entra em elevação. Durante a tarde esquenta e faz calor, inclusive na capitais. A temperatura passa de 30 graus no Rio e fica em torno de 29 graus em São Paulo, em Belo Horizonte e em Vitória. Durante a tarde a umidade cai e fica entre 20 e 30% no norte e no noroeste paulistas e também no centro-oeste de Minas Gerais. Áreas de instabilidade que chegam do Sul do Brasil, voltam a provocar algumas pancadas de chuva no final da tarde e à noite no centro-oeste, no sul e leste de SP. No centro-sul do RJ, no sul e na zona da mata de MG, chove de forma isolada à noite.

Entre a segunda (01/09) e a quarta-feira (03/09) uma frente fria avança pela Região, favorecendo o aumento da umidade em todos os Estados. Volta a chover também nas demais áreas de Minas Gerais e no Espírito Santo. O tempo fica abafado e podem haver algumas temporais localizados no norte paulista, em Minas, no Rio e no Espírito Santo.  A imagem em destaque mostra a previsão de chuva e o acumulado esperado para os próximos 5 dias.

Menos umidade e mais sol no Rio
sexta-feira, 29 de agosto de 2014

O efeito da circulação marítima dos ventos começa a perder força e são esperadas boas aberturas de sol para a cidade do Rio de Janeiro neste sábado. Com o tempo mais aberto, a temperatura sobe e fica agradável durante a tarde, com máxima em torno de 26 graus. Porém, o céu ainda fica com bastante nebulosidade no decorrer do dia, faz um pouco de frio e há formação de névoa ao amanhecer. No domingo, o vento muda de direção de direção e o sol volta a brilhar forte. A temperatura fica amena ao amanhecer, mas sobe rapidamente ainda pela manhã. Volta a fazer um pouco de calor durante a tarde. A aproximação de áreas de instabilidade favorece a ocorrência de algumas pancadas de chuva no final da tarde e durante a noite. E a chuva pode vir acompanhada de raios e algumas rajadas de vento.

Fim de semana ainda começa com mar agitado

As ondas geradas pela recente passagem de uma frente fria e de um ciclone extratropical no oceano ainda atingem o litoral fluminense neste sábado. O mar fica agitado, com ondas chegando a 2 metros. No domingo, esta agitação enfraquece e o mar baixa. As ondas já não devem passar de 1 metro nas praias.

Temporal na Grande BH
sexta-feira, 29 de agosto de 2014

A região metropolitana de Belo Horizonte tem uma tarde com o avanço de nuvens carregadas. Segundo informações do radar meteorológico chove com intensidade forte, mas de forma mais localizada.

Radar meteorológico do Pico do Couto - REDEMET

 

O sábado (30) terá muitas nuvens e pancadas de chuva sobre BH. Há o risco de chuva forte, mas de forma mais pontual. O ar seco ganha força no domingo (31), não há previsão de chuva e o sol brilha forte. A temperatura volta a subir.