Posts com a Tag ‘Baixada Santista’

+ aumentar e diminuir fonte -
Chuviscos na Baixada Santista (SP)
sábado, 27 de setembro de 2014

Áreas de instabilidade de uma frente fria, reforçadas por ventos marítimos, seguem espalhadas pelo litoral de São Paulo nesta tarde de sábado. Na Baixada Santista o tempo está encoberto, com chuviscos. Agora faz 22 graus na base aérea de Santos.

Névoa úmida na Baixada Santista (SP)
terça-feira, 23 de setembro de 2014

O vento úmido marítimo persistente garante uma noite de temperatura amena e com formação de névoa úmida na Baixada Santista, no litoral paulista, nesta terça-feira. No momento os termômetros registram 19 graus na base aérea de Santos, onde a visibilidade está limitada a 4000 metros.

Névoa úmida na Baixada Santista (SP)
quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Ventos marítimos constantes favorecem a formação de muita nebulosidade e de névoa úmida na Baixada Santista, no litoral paulista, nesta noite de quarta-feira. Em Santos o céu está nublado e os termômetro indicam 19 graus na base aérea local, onde a visibilidade está limitada a 3000 metros.

Céu nublado na Baixada Santista (SP)
terça-feira, 16 de setembro de 2014

Ventos marítimos constantes associados à recente passagem de uma frente fria proporcionam uma noite com formação de muita nebulosidade e de temperatura amena em todo o litoral de São Paulo nesta terça-feira. Na Baixada Santista o céu está nublados e os termômetros indicam 19 graus na base aérea do Guarujá.

Chuva de frente fria avança sobre Grande SP e litoral
segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Uma área de chuva de uma frente fria se deslocou do sul do Estado de São Paulo e nas próximas horas passa sobre a Grande São Paulo e a Baixada Santista.

A análise das imagens de radares meteorológicos mostra  que a porção de chuva mais forte (manchas verdes com pontos amarelos e vermelhos) se desloca sobre o litoral e deve passar pela Baixada Santista nas próximas horas.

Na Grande São Paulo, a chuva deve cair especialmente sobre porção sul da capital e sul da Grande São Paulo (região do ABC). Mas há chance de pancadas de chuva por toda a região metropolitana. Porém, a chuva que ocorrer deve ser rápida. Há risco de raios e em pequenas áreas pode até hover forte.

A primeira imagem (14h06) mostra a área de chuva sobre o sul de São Paulo e a segunda (19h16) se aproximando de Santos.

 



Chuva avança para o Litoral Norte e Vale do Paraíba

No decorrer da noite, a chuva passa por São Sebastião e Ilhabela e avança para as demais áreas do litoral norte.

Há chance de um pouco mais de chuva nesta terça-feira sobre o Estado de São Paulo, mas principalmente sobre o norte do Estado e regiões próximas ao Rio de Janeiro e ao sul de Minas Gerais.

Confira a previsão para a Região Sudeste pois a semana vai terminar com mais chuva.

Temperatura cai na capital paulista

 

Muita nebulosidade na Baixada Santista (SP)
quinta-feira, 11 de setembro de 2014

A presença de uma frente fria entre a costa de São Paulo e do Rio de Janeiro favorece a formação de muitas nuvens em praticamente todo o litoral paulista nesta noite de quinta-feira. Na Baixada Santista o céu está nublado e os termômetros indicam 21 graus na base aérea de Santos.

Muitas nuvens na Baixada Santista (SP)
segunda-feira, 8 de setembro de 2014

O vento marítimo associado à presença de uma frente fria no oceano favorece a formação de muitas nuvens na Baixada Santista, no litoral paulista, nesta tarde de segunda-feira. Em Santos os céu está nublado e os termômetros indicam 22 graus na base aérea local.

Chuviscos na Baixada Santista (SP)
quinta-feira, 4 de setembro de 2014

Ventos marítimos constantes proporcionam uma noite com formação de muitas nuvens, temperatura baixa e um pouco de garoa na Baixada Santista, no litoral de SP, nesta quinta-feira. No momento os termômetros registram 17 graus na base aérea de Santos, onde a visibilidade está limitada a 3000 metros.

Chuva forte avança para a Grande SP
terça-feira, 2 de setembro de 2014

Uma forte linha de instabilidade avança do Paraná para a São Paulo e no decorrer da noite atinge a Grande São Paulo com chuva forte e rajadas de vento intenso, com possibilidade de queda da granizo. São esperadas rajadas de vento com até 80 km/h.

 

A imagem do radar meteorológico de São Roque (Aeronáutica) das 21h46 mostra áreas de chuva intensa (manchas vermelhas) já avançando sobre a Grande São Paulo.

No sul do Estado, a seta branca indica a região de Taquarituba e Itaí onde há sinais de tempestade severa.

 

Uma linha de instabilidade (LI) é um conjunto organizado de nuvens do tipo cumulonimbus, que se deslocam juntas, ao mesmo tempo sobre uma região. Uma LI pode ter centenas de quilômetros. A passagem de uma LI provoca normalmente chuva intensa e ventos muito fortes também podendo conter tornados.

A sequência de imagens do radar meteorológico de São Roque (SP), operado pela Aeronáutica mostra a chuva intensa (manchas vermelhas) desta linha de instabilidade que pouco antes das 20h já atingia a região do vale do Ribeira, no sul do Estado de São Paulo.

 

A previsão é de que por volta das 22 horas já comece a chover na Grande São Paulo. A chuva deve avançar um pouco pela madrugada, mas perdendo força. Além da Grande São Paulo, a região de Sorocaba, Campinas, Baixada Santista e no decorrer da noite, o vale do Paraíba e o litoral norte de São Paulo devem sentir a chuva forte da passagem desta linha de instabilidade.

 

Quarta-feira com pancadas de chuva

Áreas de instabilidade ficam sobre São Paulo nesta quarta-feira provocando muitas nuvens e pancadas de chuva, mas deixando o sol aparecer. Porém, o dia não será tão quente como nesta terça-feira. Na capital, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia, a temperatura chegou a quase 28,9°C. No interior, o calor superou 37°C no oeste do estado.

Névoa úmida na Baixada Santista (SP)
segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Ventos marítimos que sopram de forma constante do mar em direção ao continente favorecem a formação de muita nebulosidade e de névoa úmida na Baixada Santista, no litoral paulista, nesta noite de segunda-feira. No momento os termômetros indicam 20 graus na base aérea de Santos, onde a visibilidade está limitada a 5000 metros.