Posts com a Tag ‘Espírito Santo’

+ aumentar e diminuir fonte -
Sudeste: chuva se concentra em SP
quarta-feira, 9 de abril de 2014

Várias regiões do Estado de São Paulo tiveram fortes pancadas de chuva nesta quarta-feira. As nuvens carregadas que se espalhara pelo Estado foram formadas pelo calor e a passagem de uma frente fria pelo litoral sul paulista. Tecnicamente, a frente fria já está afastada em alto-mar, mas áreas de instabilidade continuam sobre São Paulo e vão provocar mais chuva nesta quinta-feira. Pode chover e ventar forte inclusive sobre a Grande São Paulo.

Nos demais estados do Sudeste, a chance de chover é menor. As pancadas de chuva poderão ocorrer a partir da tarde, mas em pequenas áreas. O sol fica forte praticamente o dia todo e faz calor.

 

 

Entre as capitais, a maior chance de chuva é em São Paulo. Não deve chover no Rio de Janeiro.

Os paulistas devem ficar atentos à previsão, pois uma nova frente fria vem sendo prevista para o próximo fim de semana e pode trazer chuva forte.

Frente fria influencia o Sudeste nesta 5ª feira
quarta-feira, 2 de abril de 2014

Todos os estados da Região Sudeste do Brasil registraram chuva forte nesta na tarde e em parte da noite de quarta-feira, 2 de abril. O deslocamento de uma frente fria pelo litoral de São Paulo e do Rio de Janeiro facilitou o crescimento de nuvens carregadas sobre que provocaram temporais. A chuva foi forte, mas em poucas áreas dos estados. Em Belo Horizonte, capital de Minas Gerais, a chuva foi muito intensa. Em apenas 3 horas choveu o equivalente à média de chuva de todo o mês de abril.

 

 

 

A Região Sudeste ainda fica sujeita a fortes pancadas de chuva nesta quinta-feira. A frente fria tecnicamente vai se afastando em alto-mar, mas ainda vai atuar na formação de áreas de instabilidade sobre parte do Sudeste. Rio de Janeiro, Minas Gerais e Espírito Santo ainda podem ter pancadas moderadas a fortes. A temperatura tem ligeira queda, mas a sensação é de calor.

Villa Mix Espírito Santo 2014
sexta-feira, 28 de março de 2014

Confira com Paula Soares a previsão do tempo para o Villa Mix Festival que vai acontecer no Espírito Santo neste próximo sábado.

 

Frente fria no Espírito Santo
segunda-feira, 24 de março de 2014

A frente fria que trouxe a massa de ar de origem polar que por sua vez provocou queda de temperatura em todo o centro-sul do país, chega ao Espírito Santo. Devido ao lento deslocamento da frente, todo o estado capixaba deverá ficar com muita nebulosidade e chuvas intermitentes no decorrer do dia. A instabilidade estende sobre o centro-norte de Minas Gerais e Goiás.  O centro da Alta Pressão que acompanha esta frente vai deslocando para o alto-mar, e com isso o vento passa a soprar do mar sobre a costa dos estados do Paraná ao Rio de Janeiro, resultando em formação de muitas nuvens baixas. No Sul, a temperatura volta a aumentar gradualmente e não há mais risco para geadas.

Pouca chuva entre Minas e Espírito Santo
domingo, 9 de março de 2014

O Espírito Santo e a metade norte de Minas Gerais estão tendo um verão com chuvas muito abaixo do normal. A última chuva volumosa que aconteceu nessas áreas foi em meados de dezembro, quando houve formação de uma Zona de Convergência Intertropical, que provocou muita chuva e deixou várias regiões mineiras e capixabas embaixo d’água por vários dias. Depois disso, um forte bloqueio atmosférico tomou conta do Sudeste do Brasil e quase não houve registro de chuva.

Em fevereiro, esse bloqueio atmosférico foi quebrado, porém as frente frias que chegaram ao Sudeste chegam enfraquecidas e nem conseguiram chegar perto do Espírito Santo ou do norte de Minas. Os mapas abaixo mostram a anomalia de chuva em janeiro e fevereiro no Sudeste, ou seja, o quanto a chuva ficou abaixo da média climatológica.

As notícias não são muito animadoras. A previsão para os próximos 15 dias ainda é de pouca chuva no Estado do Espírito Santo e na maior parte de Minas Gerais.

 

Chuva forte sobre o Sudeste
sexta-feira, 7 de março de 2014

 

Várias áreas da Região Sudeste do Brasil tiveram chuva forte e volumosa entre os dias 6 e 7 de março. A chegada de uma frente fria ao litoral de São Paulo e do Rio de Janeiro foi muito importante para deixar o tempo mais instável, aumentando a quantidade de áreas de instabilidade sobre a Região.

O mapa mostra os maiores volumes de chuva registrados pelo Instituto Nacional de Meteorologia entre 9 horas do dia 6 de março e 9 horas do dia 7 março de 2014.

A chuva caiu forte em importantes regiões para a geração de energia elétrica, como na região de Três Marias, no sul de Minas, Triângulo Mineiro e norte de São Paulo.

No fim de semana, a frente fria continua perto do litoral do Rio de Janeiro e vai manter as condições para chuva em grande parte do Sudeste. A menor chance de chuva é para o norte e nordeste de Minas Gerais, Espírito Santo e no oeste de São Paulo.

Calorão e pouca chuva no RJ, MG e ES
sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

A forte massa de ar quente ainda não vai dar trégua neste final de semana no Sudeste. As temperaturas que já vem bastante elevadas ao longo da semana, tendem a ficar ainda mais altas nos próximos dias. Por isso podem ser registrados recordes de temperaturas máximas na cidade do Rio de Janeiro, Belo Horizonte e em Vitória neste final de semana. E além do forte calor, o ar fica mais seco o que impede a formação de nuvens de chuva no Rio de Janeiro, no Espírito Santo e em grande parte de Minas Gerais. Possibilidade para pancadas de chuva durante as tardes e início de noites apenas no sul e no oeste de Minas Gerais. No Espírito Santo, a partir de segunda-feira algumas nuvens voltam a se formar no litoral por causa dos ventos que irão trazer umidade do mar e ocorrem pancadas de chuva. Mesmo assim, o tempo não vai ficar completamente fechado, o sol aparece e calor vai continuar.

Chuva moderada no sul do Espírito Santo
quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Áreas de instabilidade formadas pelo calor e pela umidade já provocam chuva sobre o sul do Estado do Espírito Santo. Informações da estação automática do INMET em Alfredo Chaves já alerta para a ocorrência de chuva moderada com acumulado de 11,4mm na última hora. Até o início da noite, há o risco da formação de novas áreas de instabilidade o que pode manter a chuva sobre esta área.

BH, Rio e Vitória: risco de temporais no fim de semana
sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

O deslocamento de uma frente fria pelo litoral da Região Sudeste do Brasil mudou completamente as condições de vento e de pressão que vinham predominando há quinze dias. Esta frente fria, que avança do litoral do Rio de Janeiro para o Espírito Santo, ativou novamente as áreas de instabilidade sobre o Sudeste que provocaram os temporais em São Paulo, no Rio de Janeiro e sobre Minas Gerais. As capitais destes estados também tiveram tempestades com muitos raios e ventania. O ar muito quente armazenado sobre o Sudeste foi um dos fatores para a formação das nuvens de temporal.

Na noite de 16 de janeiro, várias regiões da cidade do Rio acumularam de 70 a quase 100 mm de chuva, pela medição do Alerta Rio. Foi como se em uma noite chovesse quase a metade da média de chuva de janeiro.

Rio de Janeiro teve 1596 raios na noite de 16 de janeiro de 2014

Em São Paulo, foram registrados 23 alagamentos na sexta-feira, 17, o maior número desde 9 de março de 2013 quando ocorreram 44 pontos, segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências.

Em Belo Horizonte, ocorreram rajadas de vento com 72 km/h nesta sexta-feira, 17 de janeiro. O Instituto Nacional de Meteorologia registrou 37 mm entre 16 e 16 horas.

Neste sábado, as áreas de instabilidade se estendem para o Espírito Santo e a Grande Vitória também poderá ter temporais, com chuva forte e ventania.

Fortes pancadas de chuva também podem ocorrer no domingo sobre os Estados do Rio de Janeiro, Espírito Santo e Minas Gerais.

Sudeste vai recuperar a chuva de janeiro?
terça-feira, 14 de janeiro de 2014

A meteorologista Josélia Pegorim analisa os volumes de chuva esperados para o Brasil nos próximos dias e prevê como janeiro vai terminar no Sudeste.