Posts com a Tag ‘Espírito Santo’

+ aumentar e diminuir fonte -
Chuva de SP avança para o RJ e MG
terça-feira, 2 de setembro de 2014

Áreas de instabilidade se espalharam sobre o Estado de São Paulo na noite desta terça-feira. Nuvens bastante carregadas provocaram chuva forte, com granizo e ventania.

As imagens de satélite mostra que parte destas nuvens carregadas se movimenta em direção do Rio de Janeiro e a Minas Gerais. Cidades do Triângulo Mineiro e do Sul de Minas já começam a ter pancadas de chuva ainda na noite desta terça-feira. No centro-sul do Rio de Janeiro, incluindo a região do Grande Rio, as pancadas de chuva devem ocorrer durante a madrugada de quarta-feira.

 

 

As áreas de instabilidade vão ficar espalhadas sobre o Sudeste nesta quarta-feira e há previsão de mais pancadas de chuva no decorrer do dia. Volta a chover na Grande Belo Horizonte. Em cidades do norte de Minas Gerais e do Espírito Santo, as pancadas de chuva devem ocorrer à tarde e à noite.

O aumento da nebulosidade e a chuva vão aliviar o calor intenso no Sudeste.

Mar agitado e ressaca no Sul e no Sudeste
quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Ondas grandes geradas por uma frente fria e pela passagem de um ciclone extratropical no oceano ainda atingem o litoral das Regiões Sul e Sudeste nesta sexta-feira e também durante o sábado.

Sexta-feira (29/08)

Agitação marítima significativa em quase toda a costa da Região. Até o fim da noite as ondas ficam em torno dos 2 metros no litoral do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina. No litoral do Paraná as ondas ficam entre 1 e 1,5 metro de altura.

No Sudeste, o mar fica bastante agitado com risco de ressaca.

No Rio de Janeiro, as ondas podem atingir até 3 metros de altura em algumas praias fluminenses, inclusive da capital. No litoral de São Paulo, as ondas variam entre 1,5 e 2 metros e  podem chegar a 1,5 metro no litoral do Espírito Santo.

Sábado (30/08)

As ondas diminuem bastante no Sul e o mar começa a baixar também no Sudeste ao longo do dia.

Pela manhã, as ondas ainda ficam altas e a agitação ainda é significativa em muitas praias da Região Sudeste. No litoral do Rio de Janeiro as ondas ainda alcançam os 2,5 metros e variam entre 1,5 e 2 metros nas praias de São Paulo e do Espírito Santo, porém já não há mais risco de ressaca.

A partir do domingo a agitação marítima diminui consideravelmente nas praias do Sudeste.

Chuva enfraquece no ES
terça-feira, 19 de agosto de 2014

Após dias de tempo instável e úmido no ES, a chuva perdeu força em todo o Estado. Hoje o tempo está um pouco mais aberto e houve formação de nevoeiro no Aeroporto de Goiabeiras durante a madrugada, entre 3h e 5h. As temperaturas não devem passar dos 30ºC nesta tarde e a expectativa de chuva se concentra no sul capixaba, que faz divisa com os Estados do RJ e de MG.

Amanhã, com a presença de uma frente fria na costa do Sudeste, as nuvens voltam a aumentar bastante na região e as temperaturas ficam um pouco mais baixas, pois o sol não vai aparecer tanto. Não há expectativa de chuva.

Nos dias que seguem, as temperaturas devem aumentar gradativamente e a chuva ainda não vai cair sobre o Estado. Para os que gostam de sol, calor e praia, o fim de semana promete ser bom, com temperaturas próximas aos 30º C e sensação de calor. Que tal um mergulho?

#fotografeotempo e mande pra gente!

Frente fria provoca chuva no Espírito Santo
sábado, 16 de agosto de 2014

Uma frente fria avança pelo litoral do Sudeste e neste sábado deixa o tempo nublado com previsão de mais chuva no Espírito Santo. A presença desta frente fria provocou bons volumes de chuva nas últimas 12 horas. Em Alfredo Chaves, sul do Estado, o acumulado já chega a 13,8mm e em Linhares e Nova Venécia o total de chuva é de 15,2 e 23,2mm. Em Vitória não foram observadas chuvas significativas. Segundo a estação automática do INMET, o total de chuva é de 0,2mm

Espírito Santo e Bahia terão chuva no fim de semana
sexta-feira, 15 de agosto de 2014

A passagem de uma frente fria pelo Espírito Santo mudou o tempo e provocou chuva de até forte intensidade no norte do estado. Em São Mateus a chuva cai praticamente sem parar desde a noite de quinta-feira (14) e acumulou 48 mm na estação automática do Instituto Nacional de Meteorologia no período de 24 horas. O volume corresponde a 90% da média de chuva em agosto, que é de 53 mm. Em Santa Tereza, na região serrana, já choveu quase 10 mm. Em Vitória, o tempo também mudou, mas o acumulado de chuva até o momento foi baixo. Os ventos sopram moderados sobre o Espírito Santo com rajadas em torno dos 40 km/h.

A frente fria já chegou ao sul da Bahia e também aumentou a chuva na região. Nas últimas 24 horas choveu quase 33 mm em Valença e 27 mm em Marau. As rajadas de vento alcançaram 55 km/h em Macajuba, no interior do estado na tarde desta sexta-feira. Em Salvador, o sol ainda aparece nesta tarde mas até a noite há expectativa de chuva.

Imagem de satélite mostra as nuvens da frente fria entre o Espírito Santo e o sul da Bahia.

No fim de semana o tempo vai continuar instável no sul e no leste da Bahia e no Espírito Santo. Muita instabilidade fica sobre os dois estados e pode chover a qualquer hora inclusive nas capitais Vitória e Salvador. Em alguns momentos a chuva pode cair com moderada intensidade.

Frente fria chega ao Espírito Santo
quinta-feira, 14 de agosto de 2014

A frente fria que mudou o tempo em diversas áreas do Sudeste, finalmente chegou ao Espírito Santo. A nebulosidade já começou a aumentar no centro-sul do Estado e chove com intensidade entre fraca e moderada. As rajadas de vento chegaram a 55 km/h em Linhares e 52 km/h em Vitória, segundo medições do INMET. Ainda pode ventar forte até a noite.

Imagem de satélite do canal do infravermelho realçada

A frente fria vai perder intensidade ao longo dos próximos dias. A temperatura vai seguir mais baixa por conta dos ventos de sul, mas já para de chover. A nebulosidade mais densa persiste, mas já vão ocorrer aberturas de sol durante o fim de semana.

Manhãs frias em Vitória
sexta-feira, 8 de agosto de 2014

A semana começou ensolarada e muito quente no Espírito Santo. Em Vitória a temperatura máxima chegou a 31ºC na segunda-feira (04). Mas na terça-feira (05) uma frente fria passou rapidamente pelo Estado, levou muitas nuvens, mas quase nada de chuva. Fortes rajadas de vento aconteceram na Grande Vitória e provocaram estragos. Logo na quarta-feira o sistema se afastou, o tempo voltou a ficar mais firme, porém o ar polar da frente fria começou a influenciar o Estado. Desde quarta a temperatura mínima (a que é observada no começo da manhã) caiu por causa desse ar polar e do tempo mais aberto, que facilita a rápida queda da temperatura nas madrugadas (perda radiativa).

A queda da temperatura foi ainda mais acentuada nesta sexta-feira, e fez com que os capixabas de Vitória sentissem um frio que não sentiam há quatro anos. Segundo medições da estação automática do INMET, a temperatura mínima na capital foi de apenas 13,1ºC. A última vez que a temperatura caiu tanto foi em 21 de julho de 2010, quando também fez 13,1ºC. No entanto esse valor não pode ser considerado recorde porque os recordes são baseados na estação convencional do INMET, na qual um observador (meteorologista ou técnico) faz a observação visual. Na estação convencional (oficial), a mínima nesta sexta-feira foi de 17,5ºC, e o recorde atual é de 17,3ºC, registrados nos dias 15 e 31 de julho. Essa variação da temperatura acontece principalmente devido à localização diferenciada das duas estações.

Frio pelo Estado

Outras regiões do Espírito Santo também sentiram bastante frio durante as noites desta semana. Na serra, a cidade de Santa Teresa registrou apenas 09ºC na quarta-feira (06). Na região sul fez apenas 10,3ºC na cidade de Alegre, na quinta-feira (07). Nova Venécia, no norte, teve 13,1ºC nesta sexta (08).

Previsão de menos frio à noite

Durante o fim de semana uma frente fria vai passar pelo Espírito Santo e traz muitas nuvens. A nebulosidade funciona como um cobertor, que impede a perda de calor para a atmosfera durante as noites. Por isso a temperatura mínima aumenta nas próximas madrugadas, ou seja, esse frio intenso diminui. Porém a temperatura máxima (aquela observada durante a tarde) tende a cair com a maior quantidade de nuvens. O domingo será o dia mais frio no Estado. Apesar da mudança no tempo, essa frente fria traz pouca chuva para o Estado. As rajadas de vento podem acontecer novamente neste sábado, principalmente no litoral, mas não serão tão intensas como aconteceu na última terça-feira. A previsão é de rajadas de até 50 km/h.

Frio deve bater recorde no ES
quarta-feira, 6 de agosto de 2014

A frente fria que passou pelo Estado já se afastou e veio acompanhada por uma forte massa de ar seco polar. A quarta-feira (06) foi marcada por sol entre nuvens e temperatura amena em Vitória e nas demais regiões capixabas. A noite já começou um pouco fria. Com a chegada desta massa polar e a ausência de nebulosidade a temperatura cai bastante na próxima madrugada e o frio deve ser recorde na região da capital. A Climatempo está esperando mínima de apenas 14°C. O recorde de 2014, até agora é de 17,3°C nos dias 15 e 31 de julho, de acordo com as medições do INMET. Esta mínima só será confirmada entre 09h e 10h desta quinta-feira (06) e caso se confirme, está poderá ser a menor desde 2011, quando fez 13,8°C no dia 14 de agosto. Em áreas serranas do Estado o frio deve ser ainda mais intenso, com mínimas entre 7 e 9°C ao amanhecer.

Sudeste amanheceu gelado
quarta-feira, 6 de agosto de 2014

Com o avanço de uma massa de ar seco polar pelo Sudeste do Brasil, as temperaturas caíram bastante de ontem para hoje (quarta, 06) e o dia amanheceu gelado em grande parte da Região.

São Paulo

A menor temperatura registrada no Estado de São Paulo pelo INMET foi em Campos do Jordão, onde fez 2,8ºC na manhã desta quarta-feira. Muitas cidades espalhadas por todas as regiões começaram o dia com temperatura abaixo de 10ºC: São Luís do Paraitinga, Taubaté, Barra do Turvo, Itapira, Itapeva, Sorocaba, Piracicaba e até mesmo a cidade de São Paulo. Na capital a mínima oficial foi de 9,7ºC, apenas um décimo acima do recorde atual.

Rio de Janeiro

O frio foi intenso na região serrana do Rio. O INMET registrou apenas 1,9ºC em Petrópolis e 6ºC em Nova Friburgo. Valença e Resende, no vale do Paraíba, amanheceram com temperatura entre 07ºC e 09ºC. Na cidade do Rio de Janeiro, a menor temperatura registrada pelo INMET foi na estação do Alto da Boa Vista, com 11,3ºC. O recorde atual da capital é de 10,8ºC, no dia 21 de julho.

Minas Gerais

O dia começou com frio abaixo de zero na parte mineira serra da Mantiqueira. Maria da Fé teve 0,9ºC abaixo de zero. Em Monte Verde chegou a fazer 06ºC. Muitas cidades entre o Sul e a Zona da Mata amanheceram com temperaturas abaixo de 10ºC. Belo Horizonte teve a menor temperatura do ano nesta quarta-feira. O INMET registrou 11,1ºC na estação oficial, batendo o recorde anterior de 11,6ºC no dia 30 de julho.

Espírito Santo

Até no Estado capixaba esse ar polar já foi sentido. Na região serrana do Estado, o dia amanheceu com 09ºC em Santa Teresa. Alegre, na região sul, fez 12ºC no início da manhã. Vitória teve uma madrugada fria, com mínima de 17,7ºC. O recorde atual da capital é de 17,3ºC, registrados nos dias 15 e 31 de julho.

Previsão

Na próxima madrugada, o Sudeste de maneira geral ainda vai sentir frio. Ainda pode gear na serra da Mantiqueira, entre São Paulo e Minas. As capitais paulista e fluminense não vão bater recorde, porque a temperatura vai subir um pouquinho em relação a hoje, mas ainda faz frio e ambas podem ter nevoeiro nas primeiras horas da manhã. Já em BH e Vitória há previsão de recordes nas próximas madrugadas, até o fim de semana.

Ventania no Espírito Santo
terça-feira, 5 de agosto de 2014

A aproximação de uma frente fria está provocando fortes rajadas de vento no Espírito Santo nesta terça-feira. O aeroporto das Goiabeiras, em Vitória, já registrou rajadas de 64 km/h às 11 horas. De acordo com o INMET, as rajadas estão chegando a 60 km/h na região norte do Estado.

Todas as regiões capixabas ficam em alerta nesta terça-feira porque as rajadas de vento vão continuar durante o dia, variando entre 60 e 80 km/h no litoral e entre 40 e 60 km/h no interior. O vento diminui de intensidade na manhã de quarta-feira.