Posts com a Tag ‘Granizo’

+ aumentar e diminuir fonte -
Temporal em Sorocaba (SP)
quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Nuvens muito carregadas associadas ao ar abafado e à presença de um sistema de baixa pressão no litoral seguem espalhadas pelo leste paulista neste começo de noite de quarta-feira. Os radares meteorológicos mostram um núcleo de chuva muito forte, com potencial para ocorrência de granizo e rajadas de vento superior a 60 km/h na região de Sorocaba.

Temporal com granizo em Taubaté (SP)
quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Nuvens muito carregadas associadas ao ar abafado e à proximidade de uma frente fria estão espalhadas pelo Vale do Paraíba, no leste paulista, nesta tarde de quinta-feira. No momento chove forte e há registro de muitos raios e granizo na região de Taubaté.

Temporal e arco-íris duplo em São Paulo
sexta-feira, 7 de novembro de 2014

Frente fria no fim de semana

Áreas de instabilidade associadas a com uma nova frente fria avançam sobre do Sul do Brasil e no para São Paulo trazendo nuvens bastante carregadas que vão se espalhar por todo o estado. Os efeitos desta frente fria serão sentidos neste sábado, quando ainda poderá chover forte em muitas áreas do Estado, inclusive sobre a Grande São Paulo. No fim da tarde da sexta-feira, choveu forte em algumas áreas das zonas centrais e sul da capital,  o que provocou alguns alagamentos e granizo.

A população paulista deve ficar atenta porque há risco de temporais, com chuva e vento fortes e também risco de granizo no decorrer do sábado. A chuva já acontece pela madrugada e manhã.  No domingo, com o afastamento da frente fria, a nebulosidade e as condições de chuva diminuem.

Na capital, o domingo será com predomínio de céu nublado, mas com pouca chuva e temperatura amena.

Veja a previsão especial para o Grande Prêmio Brasil de Fórmula 1 que acontece em São Paulo no domingo, 9 de novembro.

 

Calor e umidade alta formam nuvens carregadas

O calor de 30°C e a umidade do ar elevada, nuvens bastante carregadas se formaram em algumas áreas da cidade de São Paulo no fim da tarde da sexta-feira, 7 de novembro. Choveu forte em locais das zonas sul e central da capital.  Meteorologistas das Climatempo presenciaram a queda de granizo nos bairros do Ipiranga e Cambuci. O Cetro de Gerenciamento de Emergências – CGE – registrou 6 pontos de alagamento intransitáveis.

Na região da Vila Mariana, zona central da capital paulista, o céu ficou preto! As nuvens assustaram, mas chuva foi rápida e caiu com moderada intensidade. Em outros locais da cidade choveu forte, mas também de forma rápida. Logo depois surgiu um lindo arco-íris duplo! 

Uma curiosidade sobre o arco-íris duplo, que não é comum como o simples: o arco-íris de dentro (interno) tem as cores mais vivas. O arco-íris externo, que aparece mais longe, é sempre mais fraco e tem as cores invertidas e relação ao interno.

As fotos são da meteorologista da Climatempo Bianca Lobo.

 

Nuvens muito carregadas sobre o bairro da Vila Mariana, em São Paulo (SP), no fim da tarde de 7-11-2014 Foto de Bianca Lobo

 

Arco-iris duplo se formou em São Paulo depois do temporal do fim da tarde de 7-11-2014 Foto de Bianca Lobo

 

Detalhe do arco-iris duplo que se formou em São Paulo no fim da tarde de 7-11-2014, depois de uma pancada de chuva. Foto de Bianca Lobo

 

Saiba como se forma o arco-íris e como lembrar da ordem das cores. 

ZCAs à vista?

1 trilhão de litros de água sobre o Cantareira?

Chuva, trovoadas e granizo em São Paulo (SP)
sexta-feira, 7 de novembro de 2014

O tempo quente e úmido desta sexta-feira favoreceu a formação de algumas nuvens carregadas que provocam pancadas de chuva com algumas trovoadas na região central, na zona sul e em parte da zona leste da cidade de São Paulo neste final de tarde. Na região do Ipiranga foi relatado a ocorrência de granizo. Agora faz 27 graus no aeroporto de Congonhas.

Ventania na Região Sul
sexta-feira, 7 de novembro de 2014

Os temporais se espalharam pela Região Sul do Brasil conforme o previsto pela Climatempo. Houve a ocorrência de grandes pedras de granizo na região central do Paraná.

As imagens do satélite meteorológico mostram a presença de grandes áreas de instabilidade que favorecem a formação de grandes nuvens. Os tons em amarelo que vem do Paraguai e em vermelho que já estão sobre o oeste catarinense são as áreas nas quais as nuvens provocam o tempo mais severo.

A presença de grandes nuvens do tipo Cumulonimbus (Cb) são capazes também de provocar ventania. As estações automáticas do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) chegaram a registrar rajadas de vento de até 111 km/h.

O radar meteorológico do Morro da Igreja em Santa Catarina mostra o avanço de fortes áreas de instabilidade pelo Estado. A chuva varia de intensidade moderada a forte em diversos áreas, tons em laranja, e vem acompanhada de raios.

Radar do Morro da Igreja-SC às 9h33 (horário local)

 

Chuva enfraquece no fim de semana

Na sexta-feira (07) a frente fria ainda provoca a organização de instabilidades e pancadas de chuva com forte intensidade. Há o risco de temporais especialmente ao longo da tarde.

Com o afastamento da frente fria em direção ao Sudeste, a tendência é de enfraquecimento das áreas de instabilidade e o sol já volta a aparecer, mas sempre acompanhado de muitas nuvens. A temperatura sobe um pouco, mas não chega a fazer muito calor. No domingo (08) o sol aparece novamente e a nebulosidade um pouco mais densa no litoral se deve a circulação de ventos úmidos vindos do mar que não conseguem provocar chuva.

Temporal com granizo em Chapecó (SC)
sexta-feira, 7 de novembro de 2014

Intensas áreas de instabilidade vindas da Argentina provocam chuva intensa em Chapecó e o aeroporto local registra queda de granizo. A temperatura agora é de 16°C e as rajadas de vento chegam a 46 km/h.

Temporais no interior do Rio Grande do Sul
segunda-feira, 3 de novembro de 2014

Nuvens muito carregadas associadas ao ar abafado e à proximidade de um sistema de baixa pressão seguem espalhadas pelo interior do Rio Grande do Sul nesta tarde de segunda-feira. Os radares meteorológicos mostram núcleos de chuva forte, com potencial para ventania e granizo, na região entre São Gabriel, Alegrete e São Borja.

Temporal com granizo e vento de 83 km/h na Grande Curitiba
domingo, 19 de outubro de 2014

Nuvens muito carregadas associadas ao ar abafado e a uma frente fria estão espalhadas pelo leste do Paraná nesta tarde de domingo. No momento chove forte e há registro de muitos raios e trovoadas na Grande Curitiba. Na região de São José dos Pinhais há registro de granizo e rajadas de vento de até 83 km/h na região do aeroporto internacional Afonso Pena, A visibilidade local está limitada a 1000 metros.

Temporal com granizo em Poços de Caldas (MG)
sábado, 18 de outubro de 2014

Nuvens muito carregadas formadas pelo ar abafado se espalharam pelo sul de Minas Gerais nesta tarde de sábado. No momento chove forte e há registro de muitos raios e granizo na região de Poços de Caldas. No aeroporto local os termômetros indicam 23 graus e a visibilidade está limitada a 6000 metros.

Fim de semana com temporais no Sul
sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Os temporais desta semana no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina causaram grandes danos por causa da chuva intensa, granizo e ventania. As rajadas de vento nesta sexta-feira alcançaram 92 km/h em Passo Fundo (RS) e em Major Vieira (SC).

 

Raios durante uma tempestade em Imbituba, sul de Santa Catarina, em 16 de outubro de 2014. Foto de SergioFilho

Em Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul, o granizo formou uma grossa camada de gelo pelas ruas. O Instituto Nacional de Meteorologia registrou 80,1 mm de chuva entre 9 horas de 16 de outubro e 9 horas de 17 de outubro. Foi o segundo maior volume de chuva acumulado em 24 horas deste ano. O total de chuva em outubro subiu para 139 mm e superou em 22% a média mensal, que é de 114 mm.

 

A população dos três estados da Região Sul do Brasil deve se preparar para enfrentar uma fim de semana de temporais. O ar muito quente que está por quase todo o Brasil entra choque com o ar polar de uma frente fria que avança pelo litoral da Região Sul. Este choque térmico e uma circulação de ventos especial nos níveis mais elevados da atmosfera vão gerar muitas nuvens carregadas com potencial para temporais.

No sábado, a chuva intensa ocorre principalmente sobre o Rio Grande do Sul e Santa Catarina, mas no domingo o Paraná também vai sentir o aumento da Instituto Nacional de Meteorologia.

A temperatura começa a baixar durante o domingo. Nesta sexta-feira, o Instituto Nacional de Meteorologia registrou 40,1°C em Marechal Cândido Rondon, o oeste do Paraná.

Quando a onda de calor termina?