Posts com a Tag ‘Granizo’

+ aumentar e diminuir fonte -
Temporais voltam ao Rio Grande do Sul
terça-feira, 9 de setembro de 2014

Atualizado às 9h10 do dia 10/09/2014

Uma frente fria chegou ao litoral gaúcho e já  provocou chuva, raios e fortes rajadas de vento nas áreas do sul e oeste do Estado nesta madrugada e manhã de quarta-feira. Santa Maria, na região central do Estado, apesar de não ter chovido ainda na madrugada, as rajadas de vento chegaram a 73 km/h. Mas nas próximas horas a chuva chega com forte intensidade e acompanhada por descargas elétricas. A chuva chegou com mais volume no sul do Estado. Na região de Jaguarão, na fronteira com o Uruguai, o acumulado nesta madrugada já chega a 32,6 mm, conforme o INMET. Ao longo do dia a instabilidade se espalha por todo o centro-sul e  leste do Estado, inclusive em Porto Alegre, onde também não se descarta temporais.

Os volumes de chuva subiram bastante com a persistência das nuvens carregadas, algumas cidades chegaram a registrar acumulados acima dos 40mm entre a madrugada e manhã de quarta-feira.

Fonte: Estações Automáticas do Instituto Nacional de Meteorologia

O radar meteorológico do Canguçu já mostra áreas de instabilidade espalhadas sobre boa parte do centro-sul do Estado gaúcho.

Radar meteorológico do Canguçu-RS (08h36 horário local) 0 REDEMET

As áreas em amarelo e mais alaranjadas já indicam chuva com intensidade de moderada a forte. Nuvens com grande desenvolvimento vertical, do tipo Cumulonimbus (Cb), se formam e favorecem temporais.

 

 

Calor

Sol forte, muito calor e rajadas de vento fortes marcaram a terça-feira no Sul do Brasil. O Instituto Nacional de Meteorologia registrou 35,1°C em Campo Bom, na Grande Porto Alegre e também em São Gabriel, no sul gaúcho. Em Santa Catarina, a maior temperatura ocorreu em Urussanga, no sul do estado, com 34,°C. No Paraná, a maior temperatura foi a de Foz do Iguaçu que registrou até 33,4°C.

O vento e o calor aumentam em quase todo o Sul. Santa Catarina e Paraná esquentam mais nesta quarta-feira e Curitiba, capital do Paraná, poderá ter a tarde mais quente do inverno. Por enquanto, a maior temperatura do inverno em Curitiba foi de 28,4°C, em 25 de agosto.

Ventania

Fortes rajadas de vento, que podem até superar os 80 km/h, devem ser esperadas sobre o Sul do Brasil no decorrer desta quarta-feira por causa da frente fria que avança sobre o Rio Grande do Sul.  Pode ventar forte nos três estados mesmo sem estar chovendo. As rajadas vão ocorrer quase sempre das direções norte e noroeste. São ventos quentes que vão ajudar a aquecer o ar, junto com o sol.

 

As setas indicam áreas de nuvens carregadas que estão avançando do Uruguai para o Rio Grande do Sul. Os temporais desta frente fria causaram alagamentos em várias cidades do Uruguai.

 

Chuva e granizo

O ar muito quente e seco que predomina sobre o Brasil bloqueia a instabilidade da frente fria sobre o Rio Grande do Sul. Temporais com potencial para alagamentos podem ocorrer nesta quarta-feira e também a queda de granizo, além de muitos raios.

As pancadas de chuva desta frente fria devem chegar a Santa Catarina só à noite. O Paraná deve ter chuva só na quinta-feira.

Acompanhe a previsão do tempo para os próximos dias na Região Sul.

Veja os volumes de chuva estimados 

 

Compartilhe a informação sobre as condições do tempo na sua cidade com a Climatempo

Participe!

Pelo site:  envie sua foto

Pelas redes sociais: #fotografeotempo

Pelo Whatsapp: (11) 9 9420-7548

Chuva forte chega ao oeste do PR
sábado, 6 de setembro de 2014

Áreas de instabilidade de uma frente fria avançam sobre o Sul do Brasil e as nuvens carregadas já chegaram ao oeste do Paraná na noite deste sábado, provocando temporais sobre a região de Foz do Iguaçu.

O tempo fica instável na noite deste sábado entre o norte-nordeste do Rio Grande do Sul e o oeste e sul do Paraná. Nas imagens de satélite, as nuvens carregadas, com potencial para temporais, aparecem como manchas azuladas e vermelhas. A chuva vai se prolongar pela noite. Há risco de chuva forte, raios, rajadas de vento intensas (entre 70 e 90 km/h). Pode haver queda de granizo.

 

 

Chuva forte

Chuvas volumosas voltaram a ocorrer sobre o Rio Grande do Sul. Confira alguns valores registrados pelo Inmet até 18h

Veja outros volumes de chuva medidos pelo Inmet neste sábado até 18 horas

Cruz Alta: 53 mm

Santa Maria: 48 mm

Santiago: 51 mm

Quaraí: 47 mm

Ibirubá: 43 mm

São Gabriel: 43 mm

Uruguaiana: 36 mm

Intensa atividade elétrica (descargas elétricas) era observada próxima das 15 horas sobre centro-norte e nordeste do Rio Grande do Sul.

 

 

Sul tem temporais no domingo

A frente fria que avança sobre o Sul espalha os temporais sobre a Região neste domingo. Mas no centro-sul gaúcho, onde choveu e ventou forte neste sábado, o sol volta a predominar. Ainda pode chover forte no norte do Rio Grande do Sul. O Sete de Setembro será marcado por muitas nuvens e pancadas de chuva sobre Santa Catarina e Paraná e há risco de temporais com granizo nos dois estados. As rajadas de vento podem alcançar 90 km/h.

Esta frente fria se afasta do Sul na segunda-feira. Mas confira a previsão para a Região Sul, pois outra frente fria vai chegar na terça-feira.

Granizo e ventos de 108 km/k em SP
terça-feira, 2 de setembro de 2014

Temporais com granizo e ventos coma mais 70 km/h foram observados em vários locais do interior do Estado de São Paulo no começo da noite desta terça-feira.

Em Bauru, houve queda de granizo segundo informação do aeroporto local. Uma rajada de ventou alcançou 73 km/h às 20h, pela medição do Instituto Nacional de Meteorologia.

No oeste, a ventania aconteceu na região de Presidente Prudente, onde uma rajada de vento alcançou 108 km/h, às 20h, segundo o Inmet. Mas antes, por volta das 19h, o aeroporto local já havia registrado muita chuva e rajadas com 74 km/h. Em Valparaíso uma rajada chegou aos 73 km/h, às 20h, segundo o Inmet. Itapeva registrou 62 km/h em uma rajada que ocorreu às 21h

Em Presidente Venceslau, cidade próxima a Presidente Prudente, houve queda da granizo relativamente grandes. O internauta Juliano Alvez fotografou e enviou para a Climatempo.

 

 

 

Noite com temporais

Uma forte linha de instabilidade avança do Paraná trazendo nuvens do tipo cumulonimbus que poderão provocar chuva forte, ventania e queda da granizo em várias regiões do Estado de São Paulo no decorrer da noite desta quarta-feira e também na madrugada de quarta-feira.

 

 

Quarta-feira com pancadas de chuva

Áreas de instabilidade ficam sobre São Paulo nesta quarta-feira provocando muitas nuvens e pancadas de chuva, mas deixando o sol aparecer. Porém, o dia não será tão quente como nesta terça-feira. Na capital, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia, a temperatura chegou a quase 28,9°C. No interior, o calor superou 37°C no oeste do estado.

 

 

Saiba mais sobre nuvens. Você sabia que nem todas provocam chuva?

 

F o t o g r a f e o t e m p o  porque tem sempre alguma coisa no céu para contar a história do dia.

Participe!

Pelo site:  envie sua foto

Pelas redes sociais: #fotografeotempo

Chuva forte avança para a Grande SP
terça-feira, 2 de setembro de 2014

Uma forte linha de instabilidade avança do Paraná para a São Paulo e no decorrer da noite atinge a Grande São Paulo com chuva forte e rajadas de vento intenso, com possibilidade de queda da granizo. São esperadas rajadas de vento com até 80 km/h.

 

A imagem do radar meteorológico de São Roque (Aeronáutica) das 21h46 mostra áreas de chuva intensa (manchas vermelhas) já avançando sobre a Grande São Paulo.

No sul do Estado, a seta branca indica a região de Taquarituba e Itaí onde há sinais de tempestade severa.

 

Uma linha de instabilidade (LI) é um conjunto organizado de nuvens do tipo cumulonimbus, que se deslocam juntas, ao mesmo tempo sobre uma região. Uma LI pode ter centenas de quilômetros. A passagem de uma LI provoca normalmente chuva intensa e ventos muito fortes também podendo conter tornados.

A sequência de imagens do radar meteorológico de São Roque (SP), operado pela Aeronáutica mostra a chuva intensa (manchas vermelhas) desta linha de instabilidade que pouco antes das 20h já atingia a região do vale do Ribeira, no sul do Estado de São Paulo.

 

A previsão é de que por volta das 22 horas já comece a chover na Grande São Paulo. A chuva deve avançar um pouco pela madrugada, mas perdendo força. Além da Grande São Paulo, a região de Sorocaba, Campinas, Baixada Santista e no decorrer da noite, o vale do Paraíba e o litoral norte de São Paulo devem sentir a chuva forte da passagem desta linha de instabilidade.

 

Quarta-feira com pancadas de chuva

Áreas de instabilidade ficam sobre São Paulo nesta quarta-feira provocando muitas nuvens e pancadas de chuva, mas deixando o sol aparecer. Porém, o dia não será tão quente como nesta terça-feira. Na capital, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia, a temperatura chegou a quase 28,9°C. No interior, o calor superou 37°C no oeste do estado.

Temporal com granizo em Bauru (SP)
terça-feira, 2 de setembro de 2014

Nuvens muito carregadas avançam pela região central do estado de São Paulo nesta noite de terça-feira. Um temporal, com muitos raios e granizo está atingindo a região de Bauru no momento. No aeroporto local a temperatura caiu de 31 para 22 graus em apenas 10 minutos e as rajadas de vento chegam a 57 km/h.

Raios e granizo em Curitiba (PR)
domingo, 31 de agosto de 2014

Áreas de instabilidade associadas a uma frente avançam com nuvens muito carregada pelo leste do Paraná nesta manhã de domingo. Há registro de muitos raios e de granizo na cidade de Curitiba. Agora faz 15 graus no aeroporto do Bacacheri, onde as rajadas de vento chegam a 33 km/h.

Chuva forte avança para Campinas (SP)
terça-feira, 26 de agosto de 2014

Nuvens muito carregadas associadas ao ar abafado e a uma frente fria seguem espalhadas pelo leste do Estado de São Paulo nesta tarde de terça-feira. Os radares meteorológicos mostram núcleos de chuva forte, com potencial para ventania e até mesmo granizo, na região próxima de Campinas.

Frente fria se afasta de SP nesta 4ªf
terça-feira, 26 de agosto de 2014

Atualizado em 26/08/2014 às 22h45

A frente fria que está sobre São Paulo favoreceu a formação de novas instabilidades no leste do Estado durante a noite desta terça-feira.  A imagem em destaque (de 22h26, do radar meteorológico de São Roque, operado pelo Comando da Aeronáutica) mostra núcleos de chuva forte avançando para a região do Vale do Paraíba e litoral norte de São Paulo.

No período da tarde, o grande desenvolvimento de nebulosidade favoreceu a ocorrência de granizo nas proximidades de Campinas e Capivari. Apesar da sensação de abafamento, a temperatura diminuiu bem em relação aos últimos dias. Segundo o INMET a máxima não passou de 22,8°C na capital.

Nessa quarta-feira, a temperatura cai mais. As áreas de instabilidade perdem força e a tendência é de mais nebulosidade do que chuva. Na quinta-feira (28) a circulação de umidade proveniente do mar vai favorecer a formação de mais nebulosidade e chuva fraca em toda a faixa leste do Estado. O sol volta a predominar no sábado e a temperatura volta a subir.

Depois da chuva, ventania e frio no Sul
terça-feira, 26 de agosto de 2014

A passagem de uma frente fria trouxe grandes mudanças no tempo para a Região Sul do Brasil. Para termos uma ideia, o domingo (24) teve temperaturas elevadas em Porto Alegre, a máxima foi de 34,6°C segundo informações da estação convencional do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET). A segunda-feira (25) já teve temperatura amena e fortes pancadas de chuva em diversas áreas, principalmente sobre o Paraná que teve a ocorrência de granizo em algumas áreas como Londrina.

Com o afastamento das áreas de instabilidade a chuva já diminui sobre a Região Sul e começa sobre o Sudeste.As rajadas de vento seguem mais altas principalmente sobre o Estado do Rio Grande do Sul.

Imagem de satélite do canal do infravermelho realçado

Após a passagem da frente fria, vem o frio! O ar polar começa a entrar de forma mais efetiva sobre os Estados da Região Sul e a temperatura vai cair. Principalmente ao longo das madrugadas, tanto que há previsão de geada tanto para a madrugada de quarta-feira (27) quanto a de quinta-feira (28).

Previsão de geada para quarta-feira e quinta-feira

As áreas de geada devem se concentrar mais sobre a região da Campanha e sobre a Serra Gaúcha e Catarinense. As áreas do Planalto Sul de Santa Catarina também estão sujeitas a geada forte, principalmente na quinta-feira.

O meteorologista César Soares falou das mudanças no tempo por conta da passagem da frente fria no Climatempo News.

Temporal com raios e granizo em Londrina (PR)
segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Nuvens muito carregadas associadas ao tempo abafado e à proximidade de uma frente fria estão espalhadas pelo norte do Paraná nesta noite de segunda-feira. No momento, um temporal, com muitos raios e granizo, atinge a região de Londrina. No aeroporto local as rajadas de vento chegam a 70 km/h e a temperatura caiu 5 graus em menos de 10 minutos.