Posts com a Tag ‘Ourinhos’

+ aumentar e diminuir fonte -
Chuva em Ourinhos (SP)
segunda-feira, 1 de setembro de 2014

A estação automática do INMET de Ourinhos no interior do estado de São Paulo registra chuva com acumulação horária de 3,8mm na última observação. O volume acumulado de chuva nas últimas 7 horas é de 11,2mm.

Chuva moderada em Ourinhos (SP)
sábado, 19 de abril de 2014

A estação automática do INMET de Ourinhos no sudoeste do estado de São Paulo registra chuva moderada, com acumulação horária de 9,6mm na última observação. O volume acumulado de chuva nas últimas 6 horas é de 31,6mm. Sopra vento fraco de sudeste e a temperatura é de 19,4 graus.

Chuva moderada em Ourinhos (SP)
domingo, 30 de março de 2014

A estação automática do INMET de Ourinhos no estado de São Paulo registra chuva moderada com acumulação horária de 15,6mm na última observação. Nas últimas 24 horas, o volume acumulado é de 35,4mm.

Frente fria traz chuva para SP
quarta-feira, 5 de março de 2014

Frente fria traz chuva para SP

São Paulo já está sentindo a influência de uma nova frente fria que avança do Sul do Brasil. Parte das áreas de instabilidade entrou em São Paulo nesta quarta –feira aumentando muito a nebulosidade e as condições para chuva em todo o Estado. Algumas regiões no interior paulista registram volumes de chuva moderados de ontem para hoje.

Na capital, o Instituto Nacional de Meteorologia registrou apenas 1 mm no Mirante de Santana, na zona norte, entre 9 horas do dia 4 e 9 horas de 5 de março de 2014. O total de chuva acumulado em 5 dias foi de 33,2 mm, sendo que a média é de 160 mm.

Mais chuva

A nova frente fria que vem do Sul vai passar pelo litoral de São Paulo entre  quinta e sexta-feira, 7 de março, deixando muitas áreas de instabilidade sobre o Estado. Pelo menos até o domingo, nuvens carregadas devem crescer por todas as regiões paulistas e há condições para chuva forte e volumosa.

Dos Estados do Sudeste, São Paulo foi o que mais sofreu com o clima atípico do verão de 2014. A falta de chuva de dezembro, janeiro e fevereiro e o calor extremo de janeiro até meados de fevereiro afetaram negativamente a agricultura paulista e o abastecimento de água nas cidades. Várias cidades paulistas estão com racionamento de água.

Chuva forte avança para a Grande SP
quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Uma linha de instabilidade se organizou entre São Paulo e Paraná e avança no decorrer desta tarde para a Grande São Paulo. Este sistema é formado por várias nuvens do tipo cumulonimbus (Cb, na forma abreviada) que normalmente provocam temporais. A passagem de parte desta linha de instabilidade sobre o norte do Paraná provocou rajadas de vento de 80 km/h em Joaquim Távora e deixou 41 mm de chuva acumulados entre 11h e 14 horas. Ao chegar em Ourinhos, já em São Paulo, na divisa com o Paraná, as nuvens carregadas provocaram 17,4 mm em uma hora, entre 13h e 14 horas.

A população da Grande SP e também de áreas como Sorocaba, Peruíbe, Baixada Santista, região de Campinas e Jundiaí devem se preparar para temporais que podem começar um pouco antes do fim da tarde.

Temporal em Ourinhos (SP)
segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

Nuvens muito carregadas associadas ao ar abafado ainda estão espalhadas pelo sul do estado de São Paulo nesta noite de segunda-feira. A região de Ourinhos teve um temporal com cerca de 33 mm de chuva acumulada em apenas 1 hora (entre 20h e 21h) e rajada de vento de até 80 km/h. As informações são da estação automática do INMET.

São Paulo tem segunda tarde mais quente de 2013
sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

A cidade de São Paulo esquentou mais nesta sexta-feira e teve a segunda tarde mais quente do ano, até agora. O Instituto Nacional de Meteorologia registrou 34,4°C no Mirante de Santana, às 16 horas. Mas há uma possibilidade de que a temperatura suba um pouco mais e  iguale ou até mesmo supere o recorde atual de calor. Uma nova leitura do termômetro que registra a temperatura máxima será feita às 22 horas. Tecnicamente, a temperatura máxima de um dia é o maior valor registrado entre 22 horas (no horário de verão) do dia anterior e 22 horas do dia em atual. Até agora, a maior temperatura de 2013 na cidade de São Paulo foi de 34,5°C em 11 de novembro.

São Paulo terá um fim de semana abafado, mas não deve haver novo recorde devido a maior quantidade de nuvens e maior chance de chuva.

Calor de quase 39°C no interior de SP

O calor aumentou nesta sexta-feira na maioria das áreas do Estado de São Paulo.  Em Valparaíso, no noroeste de São Paulo, o Instituto Nacional de Meteorologia registrou 38,7°C.  Em Ourinhos fez 37,3°C. O aeroporto de Bauru registrou 37°C e o aeroporto de Ribeirão Preto registrou 36°C.  Em Taubaté, o aeroporto local marcou 35°C e o nível de umidade baixou muito à tarde, alcançando 19%. A queda acentuada da umidade diminuiu a nebulosidade e o risco de chuva .  O litoral também esquentou, mas não tanto como a capital e o interior paulista.

As temperaturas permanecem bastante elevadas neste sábado, mas a tendência a partir do domingo é de diminuição do calor devido ao aumento da nebulosidade e de chuva. As pancadas de chuva serão mais frequentes a partir do domingo e há risco de chuva forte.


Quando a chuva dará uma trégua a SP?
sexta-feira, 4 de outubro de 2013

A primeira semana de outubro está sendo marcada por muita chuva em São Paulo. Várias regiões do estado registraram mais ou menos metade da chuva média de outubro só nos primeiros quatro dias do mês. Na capital, pela medição do Instituto Nacional de Meteorologia, o acumulado de 1 de outubro até 9h de 4 de outubro era de 58,2 mm, o que corresponde a 45% da média para outubro, que fica em torno dos 130 mm.

Mas em outras áreas, só a chuva que ocorreu entre quinta e sexta-feira representou grande parte da chuva média do mês. Em Presidente Prudente, a média de chuva para outubro é de 148 mm d choveu 62 mm entre 11 h do dia 3 e 11h de 4 de outubro. No mesmo período, Racharia acumulou 83 mm e a média para outubro é de 128 mm. Ourinhos acumulou 54 mm para uma média de 133 mm.

As áreas de instabilidade e uma frente fria se afastam de São Paulo durante o fim de semana. Apesar da nebulosidade, a chuva para em quase todo o estado. A semana que vem será com predomínio de sol, mas a chuva aumenta de novo na segunda quinzena de outubro.

Confira a previsão para o Estado de São Paulo nos próximos dias.

Chove fraco em Ourinhos (SP)
domingo, 23 de junho de 2013

A presença de um jato em níveis altos da atmosfera favorece a formação de nuvens e provoca chuva fraca agora na região de Ourinhos, no centro-oeste paulista. O volume de chuva na última hora é de apenas 1,0mm. O radar meteorlógico do IPMET/UNESP indica pontos isolados de chuva que acompanha este jato, sobre a região de Botucatu e de Piracicaba.

Frente fria provoca muita chuva em SP
sábado, 13 de abril de 2013

Como vinha sendo previsto desde o começo da semana, uma frente fria chegou a São Paulo e mudou o tempo, trazendo chuva generalizada. A chuva começou ainda na noite de sexta-feira e se espalhou por todo o Estado na madrugada. O sábado amanheceu chuvoso na Grande São Paulo e também no litoral e pelo interior.

Em 24 horas, algumas regiões paulistas acumularam grandes volumes de chuva, que superaram ou se aproximaram da média normal de chuva para todo o mês de abril.

Pela medição do Instituto Nacional de Meteorologia, entre 8 horas de sexta e 9 horas do sábado, 13 de abril, choveu quase 103 mm na região de Ourinhos, 68 mm em Itapeva, 59 mm em São Miguel Arcanjo. 45 mm em Sorocaba, 43 mm em Presidente Prudente e 41 mm em Barueri, na Grande São Paulo. Na capital, a medição automática no Mirante de Santana, na zona norte, indicava um acumulado de aproximadamente 23 mm. O CGE- Centro de Gerenciamento de Emergências – mediu de 20 a 40 mm, em média, nas diversas regiões da cidade, até 7 horas.

Esta frente fria avança até o Espírito Santo neste domingo, mas deixa muitas nuvens sobre São Paulo. Quase todo o Estado, incluindo a Grande SP, ainda poderá ter um pouco de chuva, na madrugada e manhã, mas o sol reaparece entre muitas nuvens.

Temperatura em declínio

O ar polar terá forte atuação sobre São Paulo nos próximos dias. As noites e o começo da manhã serão frios, com temperaturas abaixo dos 15ºC na maior parte do estado, especialmente a partir da próxima segunda-feira.