Posts com a Tag ‘recorde de frio’

+ aumentar e diminuir fonte -
Painel Meteorológico – destaques de 23/04/2015
quinta-feira, 23 de abril de 2015

Chuva torrencial no norte de Mato Grosso

Um aglomerado de nuvens muito carregadas passou sobre o norte de Mato Grosso e provocou muita chuva sobre Alta Floresta. O Instituto Nacional de Meteorologia registrou 92,8 mm de chuva acumulados entre 2 horas da madrugada e 9 horas da manhã, hora de Brasília.

 

Fenômeno curioso

Internauta de Belém, capital do Pará, fotografa  Sun dogs. Leia mais

#fotografeotempo por Edmilson Júnior em Maritiuba/PA. Clique na imagem e envie também a sua fotografia

 

Recorde de frio

A tarde de 23 de abril foi a mais fria de 2015 até agora nas capitais Porto Alegre e Florianópolis.

Em Porto Alegre, o Instituto Nacional de Meteorologia registrou a temperatura máxima de 22,6°C. O recorde anterior de menor temperatura máxima era de 23,0°C no dia 20 de abril.

Em Florianópolis, a temperatura máxima na tarde desta quinta-feira foi de 21,7°C. O recorde anterior era de 21,8°C no dia 29 de março. Leia mais

 

Frio no Sul

O ar polar atua com fraca a moderada intensidade sobre o Sul do Brasil. Cidades no Rio Grande do Sul e de Santa Catarina registraram temperaturas abaixo dos 10°C na madrugada desta quinta-feira. Confira as cinco menores temperaturas do país.

Vulcão Calbuco (Chile)

Cinzas do vulcão Calbuco se espalham sobre várias cidades da Patagônia no Chile e na Argentina. Este vulcão entrou novamente em erupção no dia 22 de abril de 2015 no sul do Chile, numa região próxima de Puerto Montt. Leia mais

Muita chuva sobre o litoral do Paraná

Grande volume de chuva foi acumulado no litoral do Paraná e também no litoral norte de Santa Catarina. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia, entre 15 horas do dia 22 e 15 horas do dia 23 de abril de 2015 choveu 84 mm na região da ilha do Mel, no litoral do Paraná. No mesmo período choveu 53,6 mm em Itapoá, no litoral norte de Santa Catarina. Leia mais

 

Volume de chuva acima de 50 mm

Volumes de chuva acima de 50 mm acumulados em 24 horas foram registrados em quase todas as regiões do Brasil. Confira os cinco maiores valores

Fortes pancadas de chuva

Pancadas de chuva fortes, com acumulados acima de 20 mm em 1 hora ainda estão ocorrendo sobre o Brasil. A chuva de abril está surpreendente em alguns locais.

Calor de quase 41°C

Mesmo com o aumento da nebulosidade e chuvas fortes, o Nordeste ainda registrou as mais altas temperaturas do Brasil em 23 de abril de 2015. O calor novamente superou os 40°C em Alagoas. Confira as cinco maiores temperaturas registradas no país.

Sinais de tempestade

Nuvens muito carregadas continuam se formando sobre o Brasil com potencial para provocar tempestades. Nas imagens de satélite, estas nuvens aparecem como manchas vermelhas às vezes com pontos amarelos.

Recorde de frio em São Paulo
quarta-feira, 8 de abril de 2015

O Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) registrou a menor temperatura mínima do ano de 2015 na capital paulista nesta manhã de quarta-feira (08). A temperatura foi de 14,7°C, batendo o recorde que também já tinha sido observado na terça-feira (08) com 16,1°C, também registrado na estação convencional do Mirante de Santana.

A Climatempo já havia informado da possibilidade deste recorde tanto no portal quanto nas edições diárias do Climatempo News na terça-feira.

A massa de ar polar ainda persiste sobre São Paulo nesta quarta-feira, o sol vai aparecer mas a temperatura não sobe muito devido o predomínio de ventos de sul. Não há previsão de chuva.

Sol e frio em São Paulo
terça-feira, 7 de abril de 2015

Possibilidade de novo recorde de frio

O ar polar continua sobre São Paulo nesta quarta-feira e ainda provoca frio.  A temperatura do amanhecer pode ser a mais baixa do ano até agora. Nesta terça-feira, a capital registrou as menores temperatura de 2015 até agora.

O centro do ar polar, que é a região mais fria, está hoje perto de Buenos Aires, na Argentina, e avança nesta quarta-feira para o litoral da Região Sul do Brasil. Assim, São Paulo vai ficar mais próxima do centro do ar polar e o frio vai aumentar. A temperatura cai um pouco mais na madrugada desta quarta-feira e poderá bater novo recorde.

 

 

A região da Grande São Paulo ainda terá muitas nuvens, mas o sol vai aparecendo já pela manhã diminuindo a sensação de frio. Não há previsão de chuva, apesar da nebulosidade.

A passagem do ar polar diminui a temperatura e também as condições para chuva. Sem chuva e com a diminuição do vento, a tendência é de aumento dos poluentes nos próximos dias.

Sensação térmica

A sensação térmica é a alteração da temperatura do ar que por causa do vento ou do nível de umidade no ar e que vai ser sentida pelo nosso corpo. De forma geral, o excesso de umidade aumenta a sensação de frio e de calor. Ventos moderados a fortes aumentam a sensação de frio. A sensação térmica é uma temperatura calculada e você calcular aqui.

Às 13 horas, o aeroporto de Congonhas registrava 18°C de temperatura real do ar. O vento era de quase 30 km/h. A sensação térmica era de 12°C.

Saiba mais sobre sensação térmica

Capitais do Sul batem recorde de frio
terça-feira, 7 de abril de 2015

Uma massa de ar polar moderada avança sobre o centro-sul do Brasil e causa queda da temperatura em toda a Região Sul. A madrugada desta terça-feira foi a mais fria do ano até agora nas três capitais da Região.

Segundo do Instituto Nacional de Meteorologia, o novo recorde de frio de 2015 para Curitiba, capital do Paraná, é de 11,0°C registrados nesta terça-feira, 7 de abril. O recorde anterior era de 13,4°C em 3 de abril.

Em Florianópolis, a mínima nesta terça-feira foi de 15,1°C e também é o novo recorde para 2015. O recorde anterior era de 18,1°C, no dia 2 de abril.

Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul, também teve recorde de frio nesta terça com mínima de 14,2°C. O recorde anterior era de 15,6°C em 22 de março.

Frio pode aumentar nesta quarta-feira

Na manhã desta terça-feira, o centro do ar polar, que é a região mais fria, estava perto de Buenos Aires, na Argentina. A tendência é de que o centro polar avance nesta quarta-feira para o litoral da Região Sul do Brasil. Assim, os estados do Sul vão ficar ainda próximos do centro do ar polar e o frio deve aumentar. A temperatura cai um pouco mais na madrugada desta quarta-feira e poderá bater novos recordes.

 

Menor temperatura do Brasil em 2015

O Epagri-Ciram, de Santa Catarina, registrou 1,0°C em Urupema, na parte mais elevada da serra catarinense, e esta é até agora a menor temperatura de 2015 no Brasil. O frio provocou geada e há possibilidade de nova geada na serra catarinense ao amanhecer desta quarta-feira.

 

São Paulo bate duplo recorde de frio
terça-feira, 7 de abril de 2015

Uma massa de ar polar moderada se espalhou pelo centro-sul do Brasil causando queda da temperatura sobre o Estado de São Paulo. Os ventos frios desta massa polar entraram em todas as regiões paulistas fazendo a temperatura baixar. Segundo do Instituto Nacional de Meteorologia, a menor temperatura no Estado foi de 10,7°C em Campos Jordão.

Duplo recorde de frio em São Paulo

A cidade de São Paulo registrou um duplo recorde de frio para 2015 nesta terça-feira: madrugada e a tarde mais fria do ano até agora. Pela medição do Instituto Nacional de Meteorologia, a temperatura mínima foi de 16,1°C no Mirante de Santana, na zona norte da capital paulista.  O recorde anterior era de 16,3°C em 3 de abril. A temperatura máxima foi de 20,0°C, a mais baixa máxima do ano. O recorde anterior de menor temperatura máxima era de 22,8°C em 22 de março.

Em 2014, a menor temperatura máxima do ano foi de 12,6°C, em 14 de agosto, e a menor máxima no mês de abril foi de 19,3°C.

Mais frio amanhã

O centro do ar polar, que é a região mais fria, está hoje perto de Buenos Aires, na Argentina, e avança nesta quarta-feira para o litoral da Região Sul do Brasil. Assim, São Paulo vai ficar mais próxima do centro do ar polar e o frio vai aumentar. A temperatura cai um pouco mais na madrugada desta quarta-feira e poderá bater novo recorde.

 

 

Sensação térmica

A sensação térmica é a alteração da temperatura do ar que por causa do vento ou do nível de umidade no ar e que vai ser sentida pelo nosso corpo. De forma geral, o excesso de umidade aumenta a sensação de frio e de calor. Ventos moderados a fortes aumentam a sensação de frio. A sensação térmica é uma temperatura calculada e você calcular aqui.

Às 13 horas, o aeroporto de Congonhas registrava 18°C de temperatura real do ar. O vento era de quase 30 km/h. A sensação térmica era de 12°C.

Saiba mais sobre sensação térmica

Ar polar baixa a temperatura em SP
segunda-feira, 6 de abril de 2015

Uma massa de ar polar moderada avança sobre o centro-sul do Brasil e nesta terça-feira vai atuar com mais força sobre todo o Estado de São Paulo. Os ventos frios desta massa polar entram em todas as regiões paulistas e baixam a temperatura. Na maioria das áreas do estado, a sensação de um pouco de frio no interior será sentida no começo da manhã e à noite. O restante do dia tem temperatura confortável.

Sensação térmica baixa na Grande SP

A população da Grande São Paulo e vai sentir um pouco de frio nesta terça-feira. Umidade elevada e ventos constantes e moderados vão aumentar a sensação de frio, que poderá chegar próxima dos 10°C no início da manhã nas áreas mais ventosas da cidade. Na região do aeroporto de Congonhas, a sensação térmica por volta das 22 horas da segunda-feira era de 13°C, com temperatura real do ar de 18°C.

Com o predomínio de céu nublado e o vento, a sensação na Grande São Paulo será de um friozinho quase o dia todo. A madrugada desta terça-feira poder ser a mais fria do ano até agora em várias áreas do Estado de São Paulo e também na capital.

Vento preocupa em Santos.

Um ciclone extratropical provocou ventos fortes na segunda-feira em áreas do Sul e do Sudeste. Os ventos aumentaram de velocidade também na região de Santos, o que ajudou a espalhar o fogo.

O ciclone já se afastou para alto-mar, mas os ventos da massa polar chegam ao litoral paulista moderados e ainda podem causar novas dificuldades para controlar definitivamente o incêndio nos tanques de combustível em Santos.

 

Ainda há condições para chuva fraca e o mar fica bastante agitado, com risco de ressaca.

A nebulosidade e os ventos diminuem bastante na quarta-feira.

 

O que é sensação térmica?

Terça-feira promete recordes de frio
segunda-feira, 6 de abril de 2015

O ar polar se espalha novamente sobre o centro-sul do Brasil e esfria a atmosfera. Esta massa polar tem intensidade moderada e um padrão comum para esta época do ano. O frio ainda não será intenso para provocar geada, mas deve bater novos recordes para 2015. Temperaturas abaixo dos 10°C ao amanhecer devem ser observadas nos três estados da Região Sul nas próximas madrugadas.

Recordes de frio

O ar polar se espalha sobre o Sul e chega também a São Paulo e ao Mato Grosso do Sul. As três capitais do Sul, São Paulo e Campo Grande podem registrar as menores temperaturas para 2015 nesta terça-feira e um outro recorde não pode ser descartado na madrugada de quarta-feira.

Confira os atuais recordes de menor temperatura de 2015 pelas medições do Instituto Nacional de Meteorologia.

Semana fria e seca

Esta massa polar vai predominar durante toda a semana mantendo as noites e o amanhecer frios no Sul e também esfriando as madrugadas em São Paulo, no Rio de Janeiro e no centro-sul de Minas Gerais.

Outro efeito do ar polar é reduzir o nível de umidade. Assim, até o fim da semana, o tempo seco predomina no interior do Sul, no interior de São Paulo e em Mato Grosso do Sul. O frio favorece nevoeiro ao amanhecer.

 

Mar agitado e ressaca

Tags:, , , , , ,
Publicado em Destaque Geral, Frio, MS, PR, Ressaca, RJ, RS, SC, SP, Sudeste, Sul | Comentários encerrados.

Região Sul seca e esfria
domingo, 5 de abril de 2015

A passagem de uma frente fria trouxe a chuva de volta para o Sul do Brasil no fim de semana, mas que já esse dissipa quase totalmente nesta segunda-feira. Apenas as áreas no leste da Região, próximas do mar, ainda terão alguma chuva fraca nesta segunda-feira. Pode chover ainda na região da Grande Curitiba, no litoral do Paraná, no vale do Itajaí e no litoral catarinense. Mas a chuva que ocorrer será fraca e há previsão de períodos com sol no decorrer do dia, ainda junto de muita nebulosidade.

A semana segue com predomínio de tempo seco na Região Sul. Outra massa de ar polar entra no Sul reduzindo a umidade e a condições para chuva.

Falta de chuva preocupa

A falta de chuva já começa a ser motivo de preocupação para o desenvolvimento adequado da agricultura no Sul do Brasil. A maioria da áreas da Região teve menos chuva do que a média normal nos meses de março e fevereiro.

Os mapas abaixo mostram a anomalia (diferença em relação à média) para os meses de março e fevereiro. Os tons de azul representam a anomalia positiva, ou mais chuva do que a média. Os tons em alaranjado são associados com a anomalia negativa de chuva, ou chuva abaixo da média mensal.

Ar seco e recorde de frio

Uma nova massa de ar polar avança sobre o Sul do Brasil e vai predominar durante toda a semana mantendo as noites e o amanhecer frios no Sul. O frio ainda não será intenso para provocar geada, mas deve bater novos recordes para 2015. Temperaturas abaixo dos 10°C ao amanhecer devem ser observadas nos três estados no decorrer da semana. Até a quarta-feira, as três capitais poderão registrar as madrugadas mais frias do ano até agora.

Nos mapas abaixo, a entrada de ar frio sobre o Sul é indicada pelas manchas em tons de verde que se espalham sobre a Região.

 

Segundo as medições do Instituto Nacional de Meteorologia, a menor temperatura em Curitiba este ano foi de 13,4°C, em 3 de abril. Em Florianópolis, a menor temperatura até agora foi de 18,1°C, no dia 2 de abril. Em Porto Alegre, o recorde de frio para 2015 é de 15,6°C no dia 22 de março.

 

Duas frentes frias no Brasil na primeira quinzena de abril

Como o fica o frio de 2015 se houver um El Niño?

O que é a sensação térmica?

 

São Paulo tem tempo seco no feriado
quinta-feira, 2 de abril de 2015

Tempo seco no feriado

Uma massa de ar polar influencia São Paulo nesta sexta-feira e deixa o tempo firme, sem condições para chuva e quase todas as regiões paulistas.

A Grande São Paulo também sente a influência do ar polar e tem um feriado com predomínio de sol, algumas nuvens, mas sem chuva. Esta massa polar tem fraca a moderada intensidade e não traz frio intenso. A presença do ar polar deixa a temperatura confortável na maior parte do dia, mas o amanhecer é ligeiramente frio.

A região da capital paulista poderá ter até recorde de frio. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia, a menor temperatura de 2015 até agora foi de 17,1°C registrada nos dias 25 e 23 de março e também em 8 de fevereiro.

Veja o gráfico de temperatura para São Paulo para os próximos dias.

Poluição aumenta

A passagem do ar polar também reduz a umidade, o que deixa a Grande São Paulo com pouca nebulosidade nesta sexta-feira. A falta de ventos ajuda a aumentar a concentração de poluentes. O sol forte por muitas horas seguidas vai favorecer o aumento da concentração de ozônio.

Segundo a Cetesb, a região do IPEN, na USP, zona oeste da capital, teve qualidade do ar moderada nesta quinta-feira pelo aumento da concentração de ozônio.

Chuva volta no fim de semana

O feriado prolongado da Páscoa será com muitas horas de sol forte na capital, no litoral e no interior. Mas o aumento do calor e a aproximação de uma frente fria. A chance de chuva na Grande São Paulo e no litoral é maior no domingo. Pode chover forte.

 

Confira as informações de ondas no litoral

Eclipse total da lua ocorre em 4 de abril

 

Sexta-feira com mais nuvens no Grande Rio
quinta-feira, 26 de março de 2015

Atualizado às 14h05 de 26/03/2015

Uma atmosfera com pouca nuvens ao longo da madrugada favorece a queda de temperatura uma vez que o calor de perde rapidamente. Exatamente por esse motivo que a cidade do Rio de Janeiro registrou a manhã mais fria do ano de 2015 nesta quinta-feira (26). O recorde de frio do ano foi registrado na estação do INMET no Alto da Boa Vista com 17,0°C. O recorde anterior era de 18,6°C registrado no dia 02 de março.

As imagens do satélite meteorológico mostram nos tons em marrom a presença de um ar mais seco que favorece a queda de temperatura ao longo da madrugada e impede a ocorrência de pancadas de chuva.

Clique na imagem e acompanhe as imagens de satélite de todo o Brasil

 

O tempo muda no fim de semana

O sol forte e o calorão no Grande Rio já tem data para terminar. A passagem de uma frente fria a partir da sexta-feira (27) vai trazer mais nebulosidade para áreas fluminenses. Mas a chuva tende a ocorrer principalmente no sábado (28) e no domingo (29). Há o risco de temporais e são esperados grandes volumes acumulados de chuva.

HOME | BRASIL | NOTÍCIAS | VÍDEOS | GLOSSÁRIO
Mapa do site | Fale conosco | Política de privacidade | Trabalhe na Climatempo | Anuncie
Copyright 2011 - Climatempo. Todos os direitos reservados. Otimização de sites by SEO Marketing