Posts com a Tag ‘recorde de frio’

+ aumentar e diminuir fonte -
Recorde de frio em Porto Velho (RO)
sexta-feira, 15 de agosto de 2014

Com o tempo aberto e um pouco de ar polar ainda sobre Rondônia, a cidade de Porto Velho teve a madrugada mais fria do ano nesta sexta-feira. Segundo medições do INMET, a temperatura mínima foi de 16,3ºC, batendo o recorde do dia 30 de junho de 16,5ºC.

Apesar do frio desta manhã, o sol brilhou forte desde cedo e a temperatura entrou em rápida elevação. A máxima foi de 33ºC. A capital segue a quinta-feira com tempo aberto e sem chuva.

Frio diminui em São Paulo
sexta-feira, 15 de agosto de 2014

atualizado às 17 horas por Maria Clara Machado

A forte massa de ar polar se afastou de São Paulo e a temperatura voltou a subir nesta sexta-feira. A temperatura máxima oficial foi de 19,7°C pelo Instituto Nacional de Meteorologia. Ontem (14), a capital paulista teve o dia mais frio do ano com duplo recorde com mínima de 9°C e máxima de 12,6°C.

Teremos um sábado (16) com um pouco de sol pela manhã e pela tarde. A temperatura fica um pouco mais agradável. No entanto, áreas de instabilidade circulam pela faixa leste paulista e provocam pancadas de chuva desde a noite de sábado e que se estendem por todo o domingo (17). A chuva se intensifica durante a tarde.

Acompanhe aqui as temperaturas em São Paulo nos próximos dias.

Rio com chuva e recorde de frio
quinta-feira, 14 de agosto de 2014

A frente fria que chegou ao Sudeste na quarta-feira (13) trouxe mudanças no tempo para o Estado do Rio de Janeiro. Os volumes de chuva aumentaram em diversas áreas. Segundo o Alerta Rio ligado à prefeitura do Rio de Janeiro foram acumulados nas últimas 24 horas quase 113 mm no Alto da Boa Vista, 68,2 mm na Rocinha, 65,4 mm no Jardim Botânico e 51,8 mm na Estrada Garajaú/Jacarepaguá. Os acumulados são elevados levando em consideração as médias climatológicas para o mês de agosto no Sudeste, que são baixas devido a persistência de sistemas de alta pressão atmosférica durante o inverno.

Imagem de satélite do canal do infravermelho

 

Acumulado de chuva entre as 10h do dia 13/08 e 10h do dia 14/08

O ar polar encontrou condições favoráveis para também provocar queda nas temperaturas no Estado do Rio de Janeiro. Na manhã da quinta-feira (14) as temperaturas em Friburgo estavam por volta dos 5°C. O aeroporto Santos Dumont começou o dia com apenas 16°C e a tendência foi de queda ao longo das horas seguintes.

A tarde desta quinta-feira, 14 de agosto, foi a  mais fria de 2014 até agora no Rio de Janeiro. Pelas medições oficiais do Instituto Nacional de Meteorologia, a temperatura máxima na cidade do Rio foi de apenas 19,1°C na estação da Saúde, região portuária da capital. O recorde anterior de menor temperatura máxima era de 20,1°C, em 26 de julho. O recorde de madrugada mais fria deste ano ocorreu no dia 07 de agosto, com a temperatura mínima de 9,4°C, mas este recorde não deve ser batido nesta sexta-feira.

A presença do ciclone extratropical no oceano também favoreceu a agitação do mar. As ondas ficaram próximas dos 3 metros e houve ressaca em algumas praias.

Na sexta-feira (15) as áreas de instabilidade perdem força com o afastamento da frente fria. O sol volta a aparecer, mas sempre acompanhado de muitas nuvens. Há o risco apenas de garoa. O final de semana vai ter um pouco mais de sol, mas as temperaturas ainda vão ficar mais baixas por conta dos ventos de sul. Até mesmo no litoral, o predomínio será de termômetros mais baixos.

Confira como vai ficar o mar nos próximos dias:

Santa Catarina tem a madrugada mais gelada do ano
quinta-feira, 14 de agosto de 2014

atualizada às 14h40.

A forte massa polar que cobre o Sul do Brasil fez os termômetros despencarem nesta madrugada. O frio mais intenso foi sentido em Santa Catarina que teve a madrugada mais fria do ano.  Nas áreas mais altas em boa parte do estado as temperaturas foram negativas. Segundo medições do EPAGRI/CIRAM fez -8°C em Urupema e -7,7°C em Bom Jardim da Serra.

Durante a noite de ontem (13) era possível observar gelo em árvores de São Joaquim.

A capital Florianópolis bateu novo recorde de frio com temperatura mínima de 6°C registrada pelo Instituto Nacional de Meteorologia, superando o recorde de 7°C do dia 6 de junho.

Nesta sexta-feira (15), a massa polar começa se afastar para o mar, mas ainda vai fazer frio na madrugada. Pode voltar a ocorrer geada em pontos do Rio Grande do Sul e da serra de Santa Catarina. A temperatura começa devagar durante à tarde. No interior de Santa Catarina e no Paraná a chuva retorna em forma de pancadas isoladas.

Confira abaixo as cidades do Sul que registraram geada nesta quinta-feira (14). Nove municípios tiveram geada forte:

Veja também:

Recorde de frio em Porto Alegre e Florianópolis

Recorde de frio em Porto Alegre e Florianópolis
quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Ainda falta pouco mais de um mês para o término do inverno e nesta semana uma nova e forte massa de ar polar chegou ao Brasil e provocou uma intensa onda de frio na Região Sul.

Nesta quinta-feira (14 de agosto) as capitais Porto Alegre e Florianópolis registraram a temperatura mais baixa deste ano.

Segundo os dados do Instituto Nacional de Meteorologia, em Porto Alegre, a temperatura mínima hoje foi de apenas 3,1°C. O recorde anterior era de 4,2°C no dia 20 de junho.

Em Florianópolis, a temperatura mínima hoje foi de 6°C e o recorde anterior era de 7°C no dia 6 de junho.

A partir de amanhã, a massa de ar polar se afasta para o oceano e a tendência é de elevação de temperatura na Região Sul.

Duplo recorde de frio em São Paulo (SP)
quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Como já era esperado, a cidade de São Paulo teve o dia mais frio do ano nesta quinta-feira, devido à entrada do ar polar.

Segundo medições oficiais do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), na estação convencional do Mirante de Santana, que está localizada na zona norte, a temperatura mínima foi de 9.0ºC. Essa temperatura é a mais baixa do ano até agora, batendo o recorde anterior de 9.3ºC no dia 07 de agosto.

A tarde foi a mais fria do ano também, com máxima de apenas 12.6°C, batendo o recorde anterior de 15.2ºC no dia 26 de julho. Nos aeroportos do Campo de Marte e de Congonhas, a temperatura não passou de 13°C.

Nos próximos dias, as temperaturas entram em gradativa elevação e já não há mais expectativa de novos recordes na capital paulista.

Acompanhe as temperaturas nos próximos dias na Cidade de São Paulo.

Capital paulista pode bater duplo recorde de frio
quarta-feira, 13 de agosto de 2014

por Maria Clara Machado

O tempo virou em São Paulo com a chegada de uma frente fria que conseguiu provocar chuva em áreas do interior do estado e na região metropolitana. Os ventos de sul associados ao avanço de uma nova massa polar já derrubaram as temperaturas.

Na capital a temperatura estava entre 12°C e 13°C  na maior parte da cidade às 15 horas, mas com o vento frio moderado a sensação térmica chegou a 7°C.

A capital paulista pode bater duplo recorde de frio nesta quinta-feira (14). A Climatempo prevê temperatura mínima de 9°C e máxima de apenas 13°C. Os recordes atuais são de 9,3°C registrado no dia 7 de agosto e 15,2°C registrado no dia 26 de julho. Nesta quinta-feira o predomínio ainda será de céu nublado e pode chover fraco especialmente no período da manhã. A partir de sexta-feira a tendência é de diminuição do frio.

Veja também:

Mar agitado e ressaca no Sul e no Sudeste

Chuva chega ao Estado de SP
terça-feira, 12 de agosto de 2014

Atualizado em 13/08/2014 às 10h10

A passagem de uma frente fria pelo Sul e pelo Sudeste do Brasil já muda o tempo em diversas áreas. O tempo seco, quente e com qualidade do ar ruim, dá lugar ao céu fechado e ao ar abafado, no Estado de São Paulo. O aeroporto de Congonhas registrava temperatura de 18°C durante a manhã de quarta-feira (13).

Informações do radar meteorológico de Bauru e Presidente Prudente, ambos operados pela IPMet/UNESP, mostram a presença de chuva com intensidade de moderada a forte em Martinópolis, Assis e Pompéia.

Imagens de satélite no canal infravermelho realçado

Ao longo da tarde as áreas de instabilidade se espalham por todo o Estado de São Paulo. Tem previsão de chuva que pode vir com forte intensidade também sobre a Região Metropolitana. Na quinta-feira (14) as áreas de instabilidade perdem força sobre grande parte do Estado paulista. O sol vai aparecer, mas sempre acompanhado de muitas nuvens. As áreas de céu fechado e chuva a qualquer momento se concentram sobre a faixa leste. Na sexta-feira (15), o ar seco predomina na maior parte do Estado, na faixa leste e capital há variação de nebulosidade com períodos de sol. Pode chover somente no Vale do Ribeira.

A chuva enfraquece e o frio aumenta, o ar polar começa a predominar sobre o Estado de São Paulo, já na madrugada de quinta-feira, há previsão de queda de temperatura e sensação de frio. A capital paulista poderá bater duplo recorde de frio com temperatura mínima prevista de 9°C e máxima de apenas 14°C.

 

Frente fria muda o tempo no Rio nesta quarta-feira
terça-feira, 12 de agosto de 2014

A terça-feira (12) foi marcada por tempo ensolarado no Rio de Janeiro devido à presença de uma forte massa de ar seco. Com a intensificação dos ventos de norte e noroeste, a temperatura subiu bastante e a umidade do ar diminui mais, inclusive na capital. Segundo informações de aeroportos, a temperatura às 14 horas chegou aos 34ºC em Jacarepaguá e no Campo dos Afonsos. Na estação automática do INMET da Vila Militar a umidade relativa do ar chegou a 18% apenas às 15 horas, um valor baixo para qualquer cidade, principalmente para o litoral.

Mas esse calorão todo está com as horas contadas. Já nesta quarta-feira a temperatura diminui com a chegada de uma frente fria, que vai provocar pancadas de chuva a partir da tarde em todo o Estado. Pontualmente, há risco de temporais e há risco de ventania. Na quinta-feira é que o ar polar vai avançar pelo Rio e a temperatura despenca. A queda será que mais de 10 graus em relação à quarta-feira e há possibilidade de bater o recorde de tarde mais fria do ano, com previsão de máxima de apenas 19ºC. A menor temperatura máxima registrada pelo INMET esse ano na cidade do Rio foi de 20,1ºC no dia 26 de julho.

Mar agitado com ressaca nos próximos dias

O mar sobe bastante a partir da tarde de quarta-feira em todo o litoral fluminense. Até a sexta-feira o mar fica bastante agitado, com previsão de ressaca. As ondas podem chegar a 3 metros em algumas praias.

Recorde de frio em Goiânia (GO)
sábado, 9 de agosto de 2014

O ar seco polar avançou sobre o Centro-Sul do Brasil, derrubando a temperatura em Goiás na madrugada de sábado.

Segundo dado da estação convencional do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), a temperatura mínima registrada na capital Goiânia foi de 11.9°C, batendo os 12.6°C no dia 28 de maio. Às 7h, o aeroporto local registrava apenas 10°C.

No Distrito Federal,  o dia amanheceu com 11.3°C em Brasília (INMET), igualando ao recorde anterior registrado na quarta-feira (6). Às 7h, o aeroporto local também registrava 10°C.

Nos próximos dias, as madrugadas ainda seguem frias, mas já não há mais expectativa de recordes. O tempo continua quente, seco e ensolarado devido à presença de uma forte massa de ar seco. Os índices de umidade relativa do ar podem ficar abaixo dos 20% nas horas mais quentes do dia, que já são considerados estado de alerta segundo os padrões da Organização Mundial de Saúde.