Posts com a Tag ‘Região Sudeste’

+ aumentar e diminuir fonte -
Ar polar avança sobre o centro-sul do Brasil
quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Uma massa de ar polar moderada começa a influenciar o Sul do Brasil nesta sexta-feira e nos próximos dias será reforçada e vai influenciar também grande parte do Sudeste.

A presença do ar polar terá dois efeitos principais: queda da temperatura e redução dos níveis de umidade do ar. As noites ficam frias no Sul e a cidade mais elevadas devem registrar temperaturas até abaixo dos 10°C já no fim de semana.

A redução da umidade diminui a nebulosidade e as condições para chuva. O sol vai predominar por vários dias no Sul e as tardes vão ficando quentes na semana que vem.

No Sudeste, o efeito do ar polar começa a ser sentido primeiro em São Paulo durante o sábado e se espalha sobre centro-sul de Minas Gerais e Rio de Janeiro no fim de semana. A sensação será de uma friozinho à noite em cidades serranas ou mesmo no leste de São Paulo, incluindo a capital paulista.

Na cidade de São Paulo, as madrugadas do domingo e da segunda-feira poderão ser as mais frias desde o começo de outubro.

 

Sol no Sul, chuva no Nordeste
quinta-feira, 13 de novembro de 2014

A mudança do aspecto do céu talvez seja a forma mais clara e simples de detectar as mudanças no tempo. A cor a forma das nuvens, a intensidade e forma da chuva, alguns fenômenos meteorológicos revelam a história do tempo de um dia.

Pelas fotografias compartilhadas por internautas com a Climatempo é possível fazer um panorama do tempo no país.

Confira esta forma diferente de dizer sobre o tempo

 

Amanhecer em Caxias do Sul (RS) 13-11-2014 por Patty: uma massa de ar polar avança sobre o Sul do Brasil e deixa o tempo firme nos próximos dias. O amanhecer será frio em Caxias do Sul e muitas cidades do Sul

 

Halo solar e irisação em Pinheiro Preto, em 13-11-2014 por Eliandro Polli

 

 

Tempo firne em Santo Angelo (RS) em 13-11-2014 por Alcindo Griep: o ar polar que entra no Sul reduz a umidade. Menos nuvens vão se formar sobre a Região afastando a chuva,mas deixando céu azul. Santo Ângelo terá noites um frescas e tardes quentinhas.

 

 

Céu nublado em Domingos Martins (ES) em 13-11-2014 por Leonardo: uma frente fria avança pelo litoral do Sudeste e nesta sexta-feira chega ao Espírito Santo. As nuvens vão ficar mais carregadas e deve chover forte em muitas áreas do estado. Domingos Martins também pode ter chuva forte.

 

 

Nuvens carregadas sobre Sete Lagoas (MG) em 13-11-2014 por Rosimeire: áreas de instabilidade ainda ficam bastante ativas sobre Minas Gerais nesta sexa-feira e pode chove forte em muitas regiões do Estado, inclusive sobre Sete Lagoas. As condições para chuva forte persistem no norte do Estado até do domingo, mas a chuva vai parando nas outras áreas.

 

Entardecer em Jaú (SP) por Waldete Cestari: no Estado de São Paulo ainda chove nesta sexta-feira, mas a partir de sábado o tempo seca e as noites serão até um pouco frias também em Jaú. A cidade terá muito sol no fim de semana.

 

Chuva forte sobre S Jose dos Campos (SP) oor volta das 17h30 de 13-11-2014 por Rita Joseense: ainda chove nesta sexta-feira sobre São José dos Campos e em muitas áreas do vale do Paraíba. Mas o ar polar que está chegando a São Paulo vai deixar todo o Estado sem condições para temporais por vários dias a partir do sábado. As noites serão frias no vale do Paraíba.

 

 

Chuva causa alagamento em Vitoria da Conquista (BA) 13-11-2014 por Celino Souza: esta semana está sendo marcada por chuva forte sobre a Bahia. Em Vitória da Conquista choveu quase 60 mm em 13-11-2014 (Inmet). Vai chover mais nos próximos dias.

 

 

Chuva sobre Brotas de Macaúbas (BA) 13-11-2014 por Jose Igor: uma nova frente fria chega a Bahia no sábado e vai ajudar a provocar mais chuva por todo o Estado. A chuva pode ser forte em várias regiões baianas na semana que vem.

 

Tempo seco e quente em Uirauna, no sertão da Paraiba 13-11-2014 por Fernando Marcos: o ar seco e quente ainda predomina sobre a região entre a Paraíba, Pernambuco, Ceará e Rio Grande do Norte por vários dias. Mas uma frente fria vai mudar o tempo a partir da segunda-feira e pode chover até em Uiraúna.

Nuvens muito carregadas crescem sobre o centro-norte do Brasil. Temporais foram observados nesta quinta-feira em muitas áreas de Mato Grosso, do Amazonas, do Acre e de Rondônia. Vai chover mais nos próximos dias e com risco de chuva forte e volumosa.

 

Compartilhe a informação sobre as condições do tempo na sua cidade com a Climatempo

Participe!

Pelo site:  envie sua foto

Pelas redes sociais: #fotografeotempo

Pelo Whatsapp: (11) 9 9420-7548

Frente fria aumenta a chuva sobre o Sudeste
quarta-feira, 12 de novembro de 2014

O ar quente e úmido ganhou força sobre o Sudeste e muitas áreas de instabilidade voltaram a se formar sobre a Região. As nuvens carregadas se espalham por todos os estados e provocam fortes pancadas de chuva.

 

Manhã de 12-11-de 2014 foi chuvosa em Paulicéia (SP). Foto de Tsutomu Machino

As condições para chuva forte aumentam no Sudeste nas próximas 48 horas com a passagem de uma frente fria que  está avançando sobre o Sul do Brasil. Durante esta quinta-feira, a frente fria avança pelo litoral de São Paulo e já se aproxima da cidade do Rio de Janeiro. Na sexta-feira, o sistema atinge o Espírito Santo.

 

Depois da chuva, um belo arco-íris se formou em Conselheiro Lafaiete (MG) em 11-11-2014. Foto de Silvio Marcos

Os mapas mostram a simulação da chuva esperada para o Sudeste nos próximos cinco dias. As manchas em amarelo e alaranjado indicam chuva moderada a forte. Os tons de vermelho e rosa representam chuva muito forte e volumosa, com maior potencial para transtornos como alagamentos.

 

Nesta quinta-feira, as pancadas de chuva ocorrem por todo o Sudeste principalmente à tarde e à noite. Pode chover forte em todos os Estados. Na sexta-feira, o risco de chuva intensa é maior sobre o centro-norte de Minas Gerais, norte do Rio de Janeiro e sobre o Espírito Santo.

 

Nuvens muito carregadas provocaram chuva forte sobre Urberlândia (MG) em 12-11-2014 por Igor Cornacchione

 

No sábado, a chance de chuva diminui muito sobre o São Paulo, Rio de Janeiro e centro-sul de Minas Gerais. No domingo, a chuva fica concentrada sobre o norte mineiro e sobre o Espírito Santo.

Ar polar reduz a chuva

A presença de ar polar sobre São Paulo, Rio de Janeiro e o centro-sul de Minas Gerais vai deixar a atmosfera seca e fria. A redução da temperatura e da umidade vai dificultar a ocorrência de chuva por quase toda a semana que vem. As noites vão ficar um pouco frias.

 

Aproveite o tempo mais instável e participe do 31º Desafio Fotografeotempo: #meucb

 

Paredões de concreto podem virar jardins e ajudar a melhorar a qualidade do ar e da vida 

Fantasma do apagão está de volta?

Chuva forte sobre o Sudeste
quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Áreas de instabilidade se intensificam sobre o Sudeste do Brasil nesta quarta-feira e nuvens carregadas podem crescer em quase toda a Região provocando chuva forte e volumosa.

Na madrugada e manhã estas áreas de instabilidade ficaram mais ativas sobre o oeste de Minas Gerais e provocaram muita chuva em região do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba. Entre 11 horas de 11 de novembro e 11 horas de 12 de novembro, o Instituto Nacional de Meteorologia registrou quase 34 mm sobre Uberlândia. Em Guarda-Mor choveu 24,8 mm em 1 hora, entre 9 e 10 horas.

 

Nuvens muito carregadas provocam entraram sobre Urberlândia (MG) em 12-11-2014 por Igor Cornacchione

 

Em São Paulo, depois de terça-feira com sol forte e ar seco, a nebulosidade aumentou e voltou a chover em vários locais do estado. Na madrugada e manhã, a chuva ficou concentrada no oeste e noroeste do Estado. Em Valparaíso choveu 32,4 mm entre 11 horas de 11 de novembro e 11 horas de 12 de novembro, mas quase toda a chuva caiu na madrugada desta quarta-feira. Jales acumulou quase 19 mm neste período

 

No decorrer da tarde e noite desta quarta-feira, estas áreas de instabilidade vão se espalhar mais sobre o Sudeste. A chuva vai aumentar especialmente sobre Minas Gerais e São Paulo. Há chance de chuva no Estado do Rio de Janeiro, mas principalmente sobre o interior do Estado.

Nova frente fria

Uma nova frente fria está avançando sobre o Sul do Brasil e nesta quinta-feira chega ao litoral de São Paulo e do Rio de Janeiro. Na sexta-feira, o sistema atinge o Espírito Santo. A passagem desta frente fria vai intensificar as áreas de instabilidade que já estão sobre o Sudeste. Durante a quinta e a sexta-feira o risco de chuva forte e volumosa aumenta em toda a Região.

Volta a chover em SP
terça-feira, 11 de novembro de 2014

Depois de um dia com sol forte e baixa umidade do ar, pancadas de chuva devem voltar a ocorrer sobre São Paulo no decorrer desta quarta-feira. Na tarde da terça-feira, 11, os níveis de umidade ficaram entre 21% e 30% em quase todas as regiões do interior. O Instituto Nacional de Meteorologia registrou até 14% de umidade no ar à tarde na região de Ourinhos. Na capital, os níveis de umidade do ar ficaram entre 30% e 40%.

Nuvens carregadas sobre Lins (SP) em 30-10-2014. Foto de Beth

 

Ventos úmidos e quentes voltam a soprar do Centro-Oeste para São Paulo nesta quarta-feira aumentando a umidade, o que vai facilitar a formação das nuvens de chuva. Além disso, áreas de instabilidade que estão entre o Paraguai, o Mato Grosso do Sul e o Sul do Brasil também poderão trazer nuvens de chuva para São Paulo.

 

A grande mancha vermelha sobre o Paraguai representa nuvens muito carregadas, com grande potencial para tempestades. Mas apenas uma pequena parte deste sistema poderá atingir o oeste de SP

 

Na região de Presidente Prudente, no oeste, pode chover já pela manhã. Nas outras áreas do Estado, incluindo a Grande São Paulo, são esperadas pancadas de chuva à tarde e à noite.

 

Chuva maravilhosa sobre Cordeirópolis (SP) na noite do domingo, 2-11-2014, por Jonata H.Cardoso

 

As condições para chuva, até de forte intensidade, são maiores entre a tarde de quinta-feira, 13, e a noite de sexta, 14, quando uma frente fria estará passando sobre São Paulo. Uma segunda frente fria passa pelo Estado entre os dias 24 e 25 de novembro. Mas a chuva volumosa destas frentes frias não vai cair sobre São Paulo. A meteorologista Josélia Pegorim explica o caminho das frentes frias nos próximos dias.

 

 

Transformar os paredões de concreto dos prédios em jardins verticais podem ajudar a diminuir a poluição do ar e o barulho!

O reuso da água significa economia e sustentabilidade.

Participe da campanha SP vida sem água Dê seu depoimento no site da Climatempo

Pouca chuva para SP
segunda-feira, 10 de novembro de 2014

O sol forte e o tempo seco predominaram em São Paulo nesta segunda-feira. Temperaturas entre 30°C e 33°C  foram observadas por quase todo o interior. Na capital, a temperatura chegou aos 27°C e no litoral aos 28°C. Embora sem chegar a níveis críticos, a queda da umidade do ar ocorreu em todas as regiões paulitas.

A semana segue quente, com previsão de pancadas de chuva a partir da tarde de quarta-feira, mas poucas. Um novo período de pouca chuva está começado para São Paulo.

Com menos nuvens carregadas se formando, o amanhecer e o entardecer devem render belos visuais.

 

Nascer do sol em Boituva em 6-11-2014. Foto de Wilson Satorelli

Novembro começou com chuva forte

As frentes frias que avançaram para o Sudeste do Brasil na primeira semana de novembro deram chuvas fortes e volumosas para São Paulo. Em várias áreas do Estado o total de chuva acumulado em 9 dias já está próximo da média normal. Compare os mapas abaixo. O primeiro mostra a climatologia de chuva para novembro na Região Sudeste. O segundo é a anomalia de chuva, a diferença da média e do quanto já choveu realmente. São Paulo ainda está com menos chuva do que a média, mas a deficiência em novembro é menor do que nos demais estados do Sudeste.

 

 

Vento contra a chuva

Além da passagem de frentes frias, a chuva em São Paulo também vem caindo na forma de pancadas convectivas, que é a chuva comum desta época, que acontece em dias quentes e úmidos. Mas esta chuva costuma cair em pequenas áreas, de forma aleatória e irregular. As grandes áreas de instabilidade, que provocam chuva generalizada, normalmente acontecem em torno da presença de frentes frias.

Nos próximos 10 dias, a circulação dos ventos em vários níveis atmosféricos vai fazer com que as frentes frias passem rapidamente por São Paulo. As pancadas de chuva ainda vão ocorrer, mas com menos frequência do que na primeira semana do mês. Várias regiões do estado poderão ter alguns dias sem chuva.

Confira o comentário da meteorologista Josélia Pegorim

 

 

Você reutiliza a água? Prática do reuso é economia de água!

Teremos chuva para reverter a situação de baixos níveis dos reservatórios para geração de energia?

Está ficando sem água? Dê seu depoimento na campanha SP vida sem água

 

Chuva causa alagamento em Minas Gerais
segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Grandes áreas de instabilidade se formaram sobre o centro-oeste e norte de Minas Gerais por causa de uma frente fria que avançou até o sul da Bahia. Nuvens muito carregadas cresceram sobre a região do vale do rio Doce, do vale do Jequitinhonha e do Noroeste mineiro provocando chuva forte e volumosa.

 

Em Tiros, a chuva veio muito volumosa e causou grande alagamento.

 

 

O Instituto Nacional de Meteorologia registrou 69,4 mm de chuva sobre Salinas apenas entre 20 h horas do dia 9 e 20 h do dia 10 de novembro. No mesmo período choveu 88 mm sobre Capelinha, 57 mm na região de Mantena e 56 mm sobre Serra dos Aimorés.

As áreas de instabilidade provocaram chuva volumosa também em áreas do Espírito Santo e do sul da Bahia. No mesmo período entre 20 h do domingo e 20h de segunda-feira, 10, o Inmet registrou 58,4 mm em Belmonte, no sul da Bahia.

 

Mais chuva

A frente fria que trouxe a chuva de volta para o norte mineiro avança pelo litoral da Bahia nesta terça-feira e chega a Salvador, mas as áreas de instabilidade vão continuar crescendo sobre o norte Minas Gerais. Uma segunda frente fria deve chegar ao norte mineiro no próximo fim de semana aumentando as condições para chuva.

 

A previsão para os próximos 10 dias indica que várias regiões entre o norte de Minas Gerais e o sul da Bahia devem acumular de 100 a 200 mm de chuva, o que para muitos locais representa mais da metade da média de chuva para novembro.

 

 

 

Calor, pancadas de chuva e frente fria no Sudeste
quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Novembro começou com muito mais umidade sobre o Sudeste e com calor, mas dentro da normalidade. O ar quente e úmido tem permitido a formação de nuvens carregadas que estão provocando pancadas de chuva fortes e volumosas nos últimos dias.

 

Amanhecer em Rio das Ostras (RJ) em 6-11-2014, por Eduardo Precioso

 

Os quatro estados do Sudeste já tiveram vários eventos de temporais. Nesta quinta-feira, a região de Contagem, na Grande Belo Horizonte teve chuva forte e granizo. Aglomerados de nuvens muito carregadas se formaram sobre a Zona da Mata Mineira provocando temporais e que depois se deslocaram para o interior do Rio de Janeiro. Cidades do Sul de Minas também tiveram chuva forte.

Em menos de duas semanas o Sudeste vai sentir a influência de duas frentes  frias. A primeira provocou chuva forte na segunda-feira especialmente sobre o Estado de São Paulo. A próxima vai chegar a São Paulo no sábado e até a noite do domingo já terá alcançado o Espírito Santo.

A meteorologista Josélia Pegorim analisa como será o efeito desta nova frente fria no Sudeste.

 

Frente fria vira o tempo no RJ e centro-sul de MG
terça-feira, 4 de novembro de 2014

As condições para chuva sobre parte do Sudeste do Brasil aumentam nesta quarta-feira com a chegada de uma nova frente fria, que vai avançar pelo litoral até o Rio de Janeiro.

A presença desta frente fria junto com o ar úmido e quente facilitam a formação de muitas nuvens carregadas sobre São Paulo, Rio de Janeiro, no centro-sul e oeste de Minas Gerais. Estas áreas, incluindo a região das cidades de São Paulo, do Rio de Janeiro e de Belo Horizonte terão várias pancadas de chuva que podem ser fortes, causando até alguns alagamentos nas áreas urbanas. Há risco de raios e de intensas rajadas de vento.

 

 

Baixa pressão entre SP e RJ

A população do leste de São Paulo  e do Rio de Janeiro, especialmente do litoral, deve ficar atenta durante a quarta e quinta-feira para ocorrência de rajadas de ventos frequentes, moderadas a fortes. As mais intensas poderão alcançar velocidades entre 70 km/h e 80 km/h.  A intensificação do vento está associada com a formação de uma área de baixa pressão atmosférica no mar, entre o litoral de São Paulo e do Rio de Janeiro. Além de facilitar a ocorrência de rajadas de vento, a baixa pressão ajuda a concentrar o ar úmido, o que aumenta o potencial para chuva constante e volumosa que pode causar problemas.

Acompanhe a chuva no Rio de Janeiro pelo Radar RJ , parceria do Alerta Rio com a Climatempo


 

 

Ar seco no norte de MG e ES

O Espírito Santo e o norte de Minas Gerais continuam secos, com muito sol e calor, depois da chuvarada da semana passada. Algumas nuvens crescem no decorrer dia, mas não deve chover. Uma massa de ar seco vai predominar nesta parte do Sudeste até o sábado dificultando a ocorrência de chuva. A chance de chuva aumenta com a chegada de outra frente fria ao Espírito Santo no dia 9 de novembro.

O meteorologista César Soares comenta sobre as frentes frias que devem chegar ao Sudeste nos próximos 15 dias.

 

 

RJ: mais calor e chuva à vista
terça-feira, 28 de outubro de 2014

Uma massa de ar seco se intensificou sobre o Sul do Brasil e avançou também sobre parte da Região Sudeste. Este ar seco influencia também o Rio de Janeiro nesta quarta-feira. Há chance de algumas pancadas de chuva a partir da tarde no norte fluminense e nas região serrana, mas a chuva que ocorrer será em pequenas áreas e de curta duração. O Grande Rio fica mais quente e seco.

 

Mais calor

O secura aumenta junto com o calor.  Com o sol forte, pouca chuva e sem ar polar, o calor vai aumentar em todo o Estado do Rio de Janeiro nos próximos dias, mas não há expectativa de novos recordes. Quem está em férias ou de folga vai poder aproveitar as praias com sol. Mas os surfistas não vão gostar situação até o fim da semana, pois previsão é de ondas pequenas.

Confira as mudanças nas ondas no Climasurf.

Chuva à vista

Uma frente fria, com forte intensidade, avança sobre o Sul do Brasil durante a quinta-feira e no fim de semana já estará trazendo chuva, umidade e ar polar também para o Sudeste. A expectativa é de que a chuva ocorra de forma volumosa e generalizada no Sudeste ao longo da primeira semana de novembro. Confira as mudanças nas ondas no Climasurf.

 

 

 

 

Acompanhe  o deslocamento da chuva sobre o RJ no canal Radar RJ.

Nuvens mammatus foram fotografadas na região de Quissamã e também no noroeste fluminense em 27 de outubro de 2014. Estas nuvens não são de chuva.

Nuvem mammatus em Quissamã (RJ) fotografada por João Pedro