Posts com a Tag ‘Rio Grande do Sul’

+ aumentar e diminuir fonte -
Sábado de sol no Rio Grande do Sul
sábado, 28 de fevereiro de 2015

Após a passagem de uma frente fria pelo Sul do país, uma massa de ar na retaguarda do sistema avançou sobre o Rio Grande do Sul e já garante um sábado de céu azul e bastante sol no Estado. Embora o sol predomine, as temperaturas não estão tão elevadas, pois os ventos estão soprando predominantemente de quadrante sul.

Na imagem de satélite a seguir, das 15h (horário de Brasília) é possível observar que o interior do Rio Grande do Sul segue ensolarado, enquanto no leste do Estado, inclusive na Capital, a nebulosidade é maior, pois os ventos estão soprando do mar em direção ao continente, trazendo mais umidade e favorecendo a formação de nuvens sobre a região. A circulação de ventos, associado a este sistema de alta pressão atmosférica também vêm provocando ventos de moderada intensidade, com rajadas de vento que chegaram a aproximadamente 40.0 km/h na Capital.

 

Ao longo deste sábado o tempo segue firme em todo o Estado, mas já no domingo o tempo começa a mudar. Instabilidades  vindas da Argentina, associadas a um sistema de baixa pressão atmosférica espalham muitas nuvens sobre a Fronteira Oeste e provocam pancadas de chuva a partir da tarde. Entre a região das Missões e a Campanha, já são esperadas pancadas de chuva a partir da tarde, mas que devem ocorrer de forma localizada. Apenas o leste e o norte ainda passam o domingo com tempo firme.

Chuva enfraquece sobre o RS
quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Nuvens carregadas que se formaram devido às áreas de instabilidade, associadas a um sistema de baixa pressão, avançaram sobre o Rio Grande do Sul ao longo desta quarta-feira e provocaram chuvas e temporais fortes com trovoadas e fortes rajadas de vento.

A chuva começou pela fronteira, onde choveu cerca de 37mm na cidade de Uruguaiana entre o meio e o fim da tarde segundo a estação meteorológica do INMet.  Depois as áreas de instabilidade foram avançando sobre as demais áreas do Estado, por exemplo, em Quaraí choveu cerca de 32mm segundo o INMet durante a tarde também. Em Bento Gonçalves, choveu cerca de 30mm no começo da noite.

Já em Porto Alegre a chuva foi forte também e acumulou um volume de cerca de 21mm entre a noite da quarta-feira e a madrugada desta quinta-feira segundo a estação automática do INMet e as rajadas de vento chegaram à 59km/h.

Previsão do tempo

A chuva perde força sobre o Rio Grande do Sul até o meio da tarde desta quinta-feira. A partir da tarde, as áreas de instabilidade da Baixa Pressão juntamente com o tempo abafado formam novas nuvens carregadas que começam a provocar chuva isoladas com risco de temporais. Esse sistema de Baixa Pressão prevalece sobre o Estado até a madrugada do sábado e, com isso, há previsão de chuva mais volumosa e até ligeira queda na temperatura.

Quarta-feira com chuva na Região Sul
quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Na terça-feira (24) a presença de um cavado nos níveis médios atmosféricos favoreceu a organização de muitas áreas de instabilidade sobre a faixa leste da Região Sul do Brasil. Inclusive a capital gaúcha, Porto Alegre, teve chuva já pelo período da manhã decorrente a presença dessas grandes nuvens carregadas.

Nesta quarta-feira (25) as áreas de instabilidade ainda marcam presença sobre algumas áreas, principalmente sobre a Fronteira Oeste ao longo da manhã, como pode ser vista nas imagens do satélite meteorológico.

Clique na imagem e veja o satélite para todo o Brasil

Ao longo da quarta-feira uma frente fria vai se posicionar entre a costa gaúcha e catarinense. Essa condição organiza mais áreas de instabilidade e vai provocar mais chuva a partir da tarde principalmente. A Fronteira Oeste gaúcha tem previsão de chuva a qualquer momento.

Mais chuva e mais frente fria para o Sul

A semana será marcada pelos temporais de fim de tarde predominando sobre a Região Sul, na quinta-feira (26) só não chove no litoral gaúcho e na Região Metropolitana de Porto Alegre. Na Campanha e na Fronteira Oeste chove já pelo período da manhã. Nas demais áreas da Região Sul chove a partir da tarde.

Uma nova frente fria vai passar pelo Rio Grande do Sul na sexta-feira (27). A condição do tempo será de muitas nuvens desde cedo em todo o Estado gaúcho e no sul catarinense. Nas demais áreas também há previsão de chuva a partir da tarde, o sol aparece forte pela manhã.

Volume de chuva para o Brasil nos próximos 7 dias
terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

por Lívia Fernanda

O clima tem favorecido a produção de uva no Rio Grande do Sul e a qualidade satisfatória traz boa perspectiva para os produtores do Estado. O período de colheita da fruta termina em março e o desempenho registrado até agora faz crescer a expectativa de negócios para os mercados de vinhos e sucos naturais. 90% da produção nacional vinícola fica no estado gaúcho. Confira qual será a tendência do acumulado de chuva para os próximos 7 dias em todo o Brasil.

Chuva forte e raios entre SC e RS
sábado, 21 de fevereiro de 2015

Nuvens carregadas voltaram a crescer entre Santa Catarina e Rio Grande do Sul nesta tarde. O radar meteorológico do Morro da Igreja, operado pela Aeronáutica, mostra áreas de chuva forte nas áreas de Planalto e Serra dos dois Estados, além de chuva moderada a forte no leste de Santa Catarina. Sensores de descargas elétricas mostram grande incidência de raios nessas regiões.

Ventania e chuva forte no Sul
quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

O Sul do Brasil volta a ficar em atenção para ventania e chuva forte. Uma nova frente fria passa pelo litoral do Rio Grande do Sul nesta sexta-feira e uma área de baixa pressão atmosférica vai influenciar toda a Região Sul e também o Paraguai e o norte da Argentina. Pelos menos até a próxima segunda-feira, a baixa pressão vai ajudar a formar vários aglomerados de nuvens carregadas que vão provocar temporais. Estas nuvens podem se formar sobre o Sul do Brasil, mas também sobre a Argentina e sobre o Paraguai e depois avançar sobre os estados do Sul.

A população deve ficar atenta com chuva forte que pode causar alagamentos nos centros urbanos, mas também com raios e rajadas de vento que podem até superar os 80 km/h.

 

Volta a chover forte sobre o leste Santa Catarina e leste do Paraná

As áreas de instabilidade que se formam sobre o Sul nos próximos dias podem provocar chuva forte novamente sobre o leste de Santa Catarina e leste do Paraná, incluindo as capitais Curitiba e Florianópolis. Estas regiões sofreram com grandes  enchentes e queda da barreira no início do Carnaval, entre os dias 13 e 15 de fevereiro. Em Florianópolis, segundo o Epagri-Ciram, choveu 291 mm em 120 horas, sendo que a média de chuva normal para o mês de fevereiro é de 218 mm.

Por causa da chuva intensa do Carnaval, o leste do Paraná e de Santa Catarina já estão com chuva acima da média para este mês. Este é mais um motivo de preocupação, pois o solo está encharcado. A chuvas dos próximos dias poderá causar novos deslizamentos. Mas nos próximos dias, o Rio Grande do Sul também terá temporais e que podem causar problemas até em Porto Alegre.

O mapa mostra  anomalia (diferença entre a média e o que foi observado) de chuva até o dia 18 de fevereiro. O tom azul indica que a chuva superou a média.

 

Ventania e chuva forte de quarta-feira

Fortes áreas de instabilidade se formaram na Argentina e no Paraguai e avançaram sobre o Sul do Brasil nesta quinta-feira provocando temporais. O Instituto Nacional de Meteorologia registrou rajadas de vento de 89 km/h em Goioerê, no Paraná,  às 15 horas e de 82 km/h às 16 horas. Em Lages, em Santa Catarina, uma rajada chegou aos 85 km/h, às 19 horas. Em Caçapava do Sul, no Rio Grande do Sul, uma rajada alcançou 84 km/h às 15 horas. Outras cidades do Sul tiveram rajadas de vento entre 50 km/h e 70 km/h

Rajadas de vento entre 80 km/h e 90 km/h podem causar destelhamento e queda de árvores de médio porte.

 

Temporal em Mandaguari (PR) 30-10-14 Marcos KLagenberg

As pancadas de chuva foram fortes em vários locais deixando de 20 mm a 30 mm de chuva acumulados em apenas 1 hora. Do início da tarde até por volta das 21 hora de 19 de fevereiro, o Instituto Nacional de Meteorologia registrou 55,0mm sobre Canguçu (RS) e quase 45 mm sobre Lages (SC).

 

 

Confira a tendência da chuva para os próximos dias

Risco de muita chuva no Sul do Brasil no Carnaval
quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

A chegada de uma frente fria ao Sul do Brasil e uma nova situação de bloqueio atmosférico preocupam neste Carnaval.

O ar tem estado úmido e quente sobre o Sul, o que vem permitindo a formação de vários aglomerados de nuvens bastante carregadas nos três estados que provocam temporais.

Para esta quinta-feira, a previsão é de mais um dia abafado no Sul e apesar de várias horas de sol forte ao longo do dia, os temporais voltam devem voltar à tarde e à noite. A chuva forte vem com raios e  ventos forte. Há risco também de granizo.

Uma frente fria se afasta do litoral gaúcho nesta quinta-feira, mas outra se aproxima e com mais força. É esta nova frente fria que deve avançar pelo litoral da Região Sul durante a sexta-feira estimulando o crescimento de grandes áreas de instabilidade sobre o Sul. Os três estados ficam sujeitos a temporais principalmente à tarde e à noite. A chuva poderá causar problemas inclusive nas capitais. Quem for pegar as estradas na noite e sexta deve redobrar a atenção com a chuva forte.

O mapa mostra a projeção de chuva sobre o Sul até o dia 16 de fevereiro. Os tons de verde forte indicam a previsão de mais de 100 mm acumulados até esta data, o que representa pelo menos metade da média de chuva para fevereiro em muitas áreas do Sul.

Esta frente fria avança para a o litoral paulista no sábado, mas os ventos do sistema de alta pressão subtropical do Atlântico Sul vai formar uma barreira, um bloqueio, forçando a permanência de nuvens carregadas sobre o Sul durante quase todo o Carnaval.

Confira as explicações da meteorologista Josélia Pegorim e depois confira a previsão para o Carnaval para todo o Brasil, com Paula Soares.

 

Temporal em Florianópolis

Calor, ar muito úmido e a passagem de uma frente fria pelo litoral do Rio Grande Sul formaram aglomerados de nuvens muito carregadas no sul de Santa Catarina que avançaram sobre a Grande Florianópolis no fim da tarde e noite desta quarta-feira, 11 e fevereiro.

A chuva foi muito forte entre 19 e 20 horas. O Instituto Nacional de Meteorologia registrou um acumulado de 31,2 mm de chuva neste período. A temperatura à tarde chegou aos 32,2°C. Por causa da chuva intensa, a visibilidade no aeroporto internacional Hercílio Luz ficou reduzida para 2000 metros às 19h25.

Nas imagens de satélite, as nuvens carregadas que passaram sobre Florianópolis, com potencial para tempestade e granizo aparecem em tons de vermelho e em amarelo. A passagem destas nuvens sobre Rio Negrinho provocou rajadas de ventos com 82 km/h às 18h da quarta-feira, 11. Outras nuvens de temporal passaram sobre Navegantes, no litoral norte catarinense e provocaram rajadas de vento de 50 km/h, ás 20h40.

 

Volume de chuva para o Brasil nos próximos 7 dias
quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

Após uma produção frustrada no ano passado, o clima voltou a colaborar com a evolução das plantações de maçã no Rio Grande do Sul. É na Serra Gaúcha onde se concentra a maior parte da produção. Os dias quentes e as noites amenas, com chuvas bem distribuídas, contribuíram com o desenvolvimento da fruta. Sem dúvida, neste ano, a qualidade da maça está bastante superior na comparação com a última safra.

Confira qual será a tendência do acumulado de chuva para os próximos 7 dias em todo o Brasil.

Frente fria ainda provoca chuva no Sul
quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

Fortes áreas de instabilidade associadas a passagem de uma frente fria trouxeram chuva para o Estado do Rio Grande do Sul na terça-feira (10).

Nas imagens do satélite meteorológico é possível ver um enfraquecimento das áreas de chuva. O aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre, registrou chuva fraca ao longo da manhã de hoje.

Clique na imagem e veja imagens de satélite de todo o Brasil

Ao longo do dia mais áreas de instabilidade vão se espalhar pela Região Sul e há o risco de temporais especialmente sobre Santa Catarina e no Paraná.

A chegada de uma nova frente fria vai organizar melhor as áreas de instabilidade e trazer a condição de chuva persistente sobre o Rio Grande do Sul a partir da quinta-feira (12). Na sexta-feira (13) grandes volumes de chuva serão esperados no norte gaúcho, Santa Catarina e sudoeste do Paraná.

Tempo segue instável no RS nesta quarta-feira
quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

A terça-feira foi de temporais em algumas partes do Rio Grande do Sul com a chegada de uma frente fria. O choque térmico entre o ar mais quente que já predominava sobre o Estado e o ar mais frio que acompanhou o sistema frontal, provocou fortes pancadas de chuva e intensas rajadas de vento. Em Vacaria, os ventos chegaram a 130 km/h no início da noite. Várias outras cidades registraram rajadas de até 86 km/h, como em Frederico Westphalen, no norte do Estado.

Nesta quarta-feira, a nebulosidade vai persistir sobre o Estado do Rio Grande do Sul e o sistema frontal aumenta um pouco a quantidade de nuvens também em Santa Catarina sobretudo o oeste e o sul do Estado. Mas mesmo com a presença de muitas nuvens, a sensação será de abafamento o dia todo em grande parte das áreas gaúchas. A frente fria vai embora lentamente para alto-mar, mas a umidade vai sendo reforçada por causa de um sistema de baixa pressão localizado sobre o Paraguai. As pancadas de chuva ainda podem ocorrer a qualquer hora em todas as áreas gaúchas. Na quinta e na sexta-feira, uma nova frente fria vai avançar rapidamente sobre o Estado e não se descarta mais temporais, inclusive nas áreas da região metropolitana. O tempo deve começar a abrir a partir do final de semana de Carnaval. Chuvas passageiras apenas nas áreas do litoral e serra. A temperatura tende a cair e fica mais amena.