Posts com a Tag ‘Rio Grande do Sul’

+ aumentar e diminuir fonte -
Geada de agosto prejudica colheita de frutas no RS
segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

A geada do mês de agosto prejudicou a produção de algumas frutas que são usadas para decoração de Natal. Confira qual será a tendência do acumulado de chuva para os próximos dias em todo o Brasil.

Mais chuva no Sul do Brasil nesta 5ª feira
quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

Nuvens carregadas voltaram a crescer sobre os estados do Sul do Brasil provocando fortes pancadas de chuva. No começo da tarde desta quarta-feira, a chuva caiu forte sobre Foz do Iguaçu, no sudoeste do Paraná. Em apenas duas horas, entre o meio-dia e 14 horas, choveu 38 mm, pela medição do Instituto Nacional de Meteorologia. Rajadas de vento com 40 km/h foram registradas no aeroporto local.   Em Criciúma, no sul de Santa Catarina, as rajadas de vento chegaram aos 64 km/h às 15h25, no aeroporto local

 


Mais temporais

Nuvens muito carregadas voltaram a se espalhar sobre os três estados do Sul nesta quarta-feira. Várias áreas do Rio Grande do Sul também tiveram temporais.  O internauta Márcio Jugueiro fotografou as enormes nuvens que chegavam a Rio Grande, no litoral sul gaúcho, por volta das 10 horas  desta quarta-feira, 10 de de dezembro. O cinza bastante escuro da base da nuvem indica uma grande quantidade de água disponível para precipitar. Rio Grande já tinha tido temporais na noite de terça-feira. Entre 20h e 22h choveu quase 50 mm.

 

Rio Grande (RS) por volta das 10h de 10-12-2014 por Márcio Jugueiro

 

As nuvens são de novas áreas de instabilidade que se espalham sobre Região Sul no decorrer desta quarta-feira, associadas com uma frente fria que avança pelo litoral gaúcho.

Nesta quinta-feira, a frente fria continua se deslocando pelo litoral da Região Sul e ajuda a aumentar as áreas de instabilidade. O risco de temporais é maior e a chuva intensa, com raios e rajadas de vento podem ocorrer nos três estados no decorrer do dia. Apesar da chuva, o ar úmido que predomina sobre o Sul vai manter a sensação de abafamento como nos últimos dias. Mas com a grande quantidade de nuvens e as pancadas de chuva, a temperatura não vai chegar a valores extremos como ocorreu entre o domingo e a segunda-feira. Na tarde de 8 de dezembro fez 41,5°C em Criciúma, no sul de Santa Catarina, pela medição do Epagri-Ciram.

A passagem da frente fria pelo litoral da Região Sul não provoca queda da temperatura acentuada nos próximos dias, pois sua massa polar é muito fraca. Mas fique atento, pois o mar estará bastante agitado no fim da semana.

Alerta para chuva muito volumosa em Curitiba e no leste do Paraná

 

Porto Alegre (RS) em 10-12-2014 por Tiago Sperotto

Um bom tempo pra você!

Reinvente as nuvens!  

Como se formam os raios? É de arrepiar os cabelos!  

 

 

Chuva forte sobre o Sul do Brasil
terça-feira, 9 de dezembro de 2014

 

O tempo permanece úmido e abafado no Sul do Brasil nesta quarta-feira. Novas áreas de instabilidade crescem sobre a Região espalhando nuvens carregadas que vão provocar mais pancadas de chuva, principalmente durante a tarde e noite. Há risco de raios. A chuva pode ser moderada a forte em alguns momentos.

 

 

Mas nesta quarta-feira, a passagem de uma frente fria pelo litoral do Rio Grande do Sul vai ajudar a deixar o tempo mais instável. O risco de temporais é maior. Apesar da chuva, o ar úmido que predomina sobre o Sul nesta quarta-feira e vai manter a sensação de abafamento como nos últimos dias.

 

Com a grande quantidade de nuvens e as pancadas de chuva, a temperatura não vai chegar a valores extremos como ocorreu entre o domingo e a segunda-feira. Na tarde de 8 de dezembro fez 41,5°C em Criciúma, no sul de Santa Catarina, pela medição do Epagri-Ciram.

A passagem da frente fria pelo litoral da Região Sul não provoca queda da temperatura acentuada nos próximos dias, pois sua massa polar é muito fraca. Mas fique atento pois o mar estará bastante agitado no fim da semana.

Confira a evolução das ondas no Climasurf

 

Francisco Beltrão (PR), 3-11-2014, por Msicon

 

Um bom tempo pra você!

Reinvente as nuvens!  

Como se formam os raios? É de arrepiar os cabelos!  

Aberta a temporada de temporais

 

 

Umidade cai no Rio Grande do Sul
sábado, 6 de dezembro de 2014

Uma forte massa de ar seco, associada a um sistema de alta pressão atmosférica em aquecimento, mantém o tempo firme no Sul do país ao longo deste fim de semana. No Rio Grande do Sul, o ar seco dificulta a formação de nuvens e garante um dia de céu claro e bastante sol no Estado. Desta forma, as temperaturas entraram em rápida elevação logo pela manhã, e a sensação de frio dos últimos dias já perdeu intensidade no Estado gaúcho.

Durante esta tarde de sábado, os índices de umidade relativa do ar caíram muito em vários municípios, e vários já entraram em estado de atenção (umidade entre 30 e 21%) e alguns em alerta (umidade entre 20 e 12%), segundo classificação da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Na imagem de satélite a seguir, os tons em marrom indicam ar seco, enquanto os tons em preto, ar ainda mais seco, com concentrações baixas de vapor d’água:

Os municípios destacados no mapa, entre outros, foram os que registraram até o momento (15h), menores índices de umidade relativa do ar. Segundo registros das estações automáticas do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), Cruz Alta já estava com umidade em torno dos 16%, Bagé com 23%, Vacaria com 24% e Campo Bom com 28%.

Na Capital do Estado, Porto Alegre, a umidade já chegava aos 33% às 15h, segundo registro do aeroporto de Canoas.

 

PREVISÃO PARA O DOMINGO

O ar seco deve predominar em grande parte do Estado novamente. Apenas na Fronteira Oeste e Campanha gaúcha, a umidade aumenta durante a tarde com a aproximação de uma nova frente fria e já são esperadas pancadas isoladas de chuva para a região no período da noite. As demais áreas do Rio Grande do Sul seguem com tempo firme, bastante sol, calor e umidade baixa nas horas mais quentes do dia. Durante a tarde, portanto, evite atividades ao ar livre que exijam grande esforço físico e mantenha-se hidratado.

Frente fria se forma sobre o Sul
segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Frente fria se afasta, mas chuva continua

Dezembro começou com chuva forte e calor no Sul do Brasil. A organização das áreas instabilidades que provocaram muita chuva ocorreu por causa da passagem de uma frente fria na costa do Rio Grande do Sul. A frente fria já se afastou do litoral gaúcho, mas as nuvens carregadas continuam crescendo sobre a Região nesta terça-feira.

Nesta terça-feira (02), a frente fria se afasta em direção ao oceano, mas a presença de um sistema de baixa pressão atmosférica vai garantir mais organização de nuvens carregadas sobre a Região Sul. Os três estados estão sujeitos à temporais  longo de todo o dia, mas o Rio Grande do Sul terá chuva mais frequente e mais volumosa do que Santa Catarina e o Paraná.

 

 

A população da Região Sul deve ficar atenta até quarta-feira. Uma frente fria se forma sobre a Região e este processo traz fortes áreas de instabilidade.

 

Balanço da chuva de novembro

O Rio Grande do Sul fechou o mês com chuva abaixo da média em quase todo o Estado. Nas  capitais, Curitiba superou a média, Porto Alegre igualou e Florianópolis teve menos chuva do que o normal.

 

 

 

Balanço de chuva de novembro no Brasil 

 

Você sabe como se formam os raios?

Temporais se espalham pelo Sul do país
segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

A passagem de uma frente fria trás muitas instabilidades à Região Sul do Brasil. Os volumes de chuva se elevaram bastante desde o último fim de semana e a segunda-feira (01) ainda segue com temporais espalhados principalmente sobre o Estado do Rio Grande do Sul onde chove forte sobre as áreas da Fronteira Oeste, Missões e Campanha. Exatamente como pode ser observado nas imagens do radar meteorológico de Santiago-RS, operado pela aeronáutica.

Radar Santiago-RS (horário local 9h16)

A imagem do satélite meteorológico mostra o avanço de áreas de instabilidade vindas do sul do Paraguai e do norte da Argentina, nestas áreas há o desenvolvimento de grandes nuvens carregadas que são capazes de provocar temporais.

Confira na tabela, os maiores acumulados na Região Sul registrados pelas estações automáticas do Instituto Nacional de Meteorologia.

Frente fria se afasta… Mas chuva continua!

A organização das instabilidades que provocam chuva desde o fim de semana se dá por conta da presença de uma frente fria na costa do Rio Grande do Sul. Ainda nesta segunda-feira as áreas de instabilidade se espalham por toda a Região Sul provocando pancadas de chuva que podem vir com forte intensidade principalmente ao longo da tarde.

Na terça-feira (02) a frente fria se afasta em direção ao oceano, mas a presença de um sistema de baixa pressão atmosférica vai garantir mais organização de nuvens carregadas sobre a Região Sul. Principalmente o centro-sul e oeste gaúcho estarão sujeitos à temporais generalizados ao longo de todo o dia. No período da tarde chove em todas as localidades.

Tarde de sol e calor no Rio Grande do Sul
sábado, 29 de novembro de 2014

A massa de ar seco que predomina e a presença de ventos quentes do quadrante norte garantem uma tarde de tempo aberto, com sol e calor em muitas áreas do Rio Grande do Sul nesta tarde de sábado. No momento os termômetros registram 30 graus em Pelotas, 31 graus em Porto Alegre, 32 graus em Uruguaiana e 33 graus em Santa Maria.

Chove forte no Sul do Brasil
terça-feira, 25 de novembro de 2014

Atualizado às 14h50 de 25/11/2014

A passagem de uma frente fria pelo litoral do Rio Grande do Sul e a presença de uma forte área de baixa pressão geram muitas áreas de nuvens carregadas que estão se espalhando sobre a Região Sul. Chuva forte e volumosa já ocorreu na madrugada e manhã desta terça-feira especialmente sobre o Rio Grande do Sul e Santa Catarina.  No decorrer da tarde e à noite pode chover com moderada a forte nos três estados do Sul.

Maiores volumes de chuva acumulados no Sul entre 11h de 24/11/2014 e 11h de 25/11/2014 (Inmet)

As imagens do satélite meteorológico mostram o avanço de nuvens carregadas nos tons em azul, branco e vermelho. Essas cores indicam que as nuvens possuem grandes topos e são capazes de provocar temporais durante a sua passagem.

O radar meteorológico do Morro da Igreja em Santa Catarina também mostra a presença de chuva forte em áreas do centro catarinense e na Região Metropolitana de Porto Alegre.

Na imagem do radar meteorológico os tons em amarelo indicam uma chuva de modera a forte intensidade. Os tons em vermelho a presença de temporais.

Os volumes de chuva também se elevaram bastante em diversas áreas. O município de Teutônia na Região Central do Rio Grande do Sul, registrou um total de 41mm em apenas uma hora segundo informações da estação automática do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET).

A terça-feira ainda será marcada por mais chuva na Região Sul ao longo das próximas horas. A chegada de novas áreas de instabilidade vindas do Paraguai vão provocar mais chuva e há o risco de novos temporais.

Chuva enfraquece ao longo da semana

O avanço da frente fria em direção ao oceano vai deixar de organizar as áreas de instabilidade sobre a Região Sul do Brasil. Ainda há previsão de pancadas de chuva até a próxima quinta-feira (27), mas a ocorrência será de forma mais localizada e áreas do centro-oeste gaúcho, leste catarinense e paranaense não terão mais o risco de chuva.

Na sexta-feira (28) o tempo ficará mais firme e o sol vai aparecer mais, somente o litoral do Paraná deverá ter garoa por conta da circulação de ventos úmidos vindos do mar, no norte do Estado paranaense há o risco de rápidas pancadas de chuva por conta da chegada e umidade trazidas pelos ventos vindos de norte.

Santa Maria (RS) com chuva e vento forte em 3-11-2014, por Eder Luiz de Mello

Nova frente fria chega ao Sul
terça-feira, 11 de novembro de 2014

Uma nova frente fria avança pelo litoral do Rio Grande do Sul nesta quarta-feira e se junta com as áreas de instabilidade que estão se desenvolvendo entre o Sul do Brasil, o Paraguai e a Argentina. As nuvens carregadas devem se espalhar por quase toda a Região Sul no decorrer do dia provocando pancadas de chuva com raios e que podem ser fortes em alguns momentos. Há risco também de fortes rajadas de vento e até de queda de granizo. 

 

 

As áreas de instabilidade e a frente fria vão provocar um pouco mais de chuva por quase todo o Sul também na quinta-feira, mas depois o tempo deve secar.

Por- do- sol com muitas nuvens altas sobre Dois Irmãos da Missões, no noroeste do Rio Grande do Sul em 11-11-2014. Foto de Bruna

As pancadas de chuva voltaram apenas ocorrer nas cidades no oeste dos estados, próximas das fronteiras com o Paraguai e a Argentina.

 

A divergência dos ventos espalhou as nuvens altas sobre o Sul. Entenda o que é isto com a meteorologista Josélia Pegorim.

 

 

Aproveite a mudança no tempo e participe do Desafio #Fotografeotempo: #meucb

Transformar os enormes paredões de concreto dos prédios em jardins verdes para a ajudar a limpar o ar e muito mais!

Energia em risco: Brasil está pior do que na época do apagão de 2001

Chuva atrapalha o plantio de grãos no RS
terça-feira, 11 de novembro de 2014

As chuvas tem atrapalhado o plantio de grãos, como a soja, no Rio Grande do Sul. Em muitas propriedades o processo de plantio já começou, mas o tempo precisa continuar firme para que o trabalho seja concluído. A Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) estima que até o momento, 15% da área total tenha sido plantada. Sendo que no mesmo período do ano passado, o plantio chegava a 20% no Estado.