Posts com a Tag ‘Sudeste’

+ aumentar e diminuir fonte -
Volume de chuva para o Brasil nos próximos 7 dias
quinta-feira, 21 de maio de 2015

por Lívia Fernanda

O aumento das chuvas durante este ano em Mato Grosso tem influenciado a produção das lavouras de milho e soja em Sinop, a 503 km da capital Cuiabá. Segundo o Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (IMEA), a área de milho produzida no Estado caiu 8% nesta safra devido à falta de chuvas durante o plantio do grão, há alguns meses atrás. A chuva demorou e só agora apareceu. Esta alteração nos ciclos pode trazer prejuízos para a qualidade dos grãos nas lavouras. Confira qual será a tendência do acumulado de chuva para os próximos 7 dias em todo o Brasil.

Previsão de chuva para os próximos 7 dias
quarta-feira, 20 de maio de 2015

por Lívia Fernanda

A colheita de café arábica na área de atuação da maior cooperativa de cafeicultores do Brasil, a Cooxupé situada na cidade de Guaxupé, no Sul de Minas Gerais, já começou. A colheita deslancha mesmo em junho, mas a expectativa é de que o volume colhido neste ano fique praticamente estável na comparação com a fraca temporada de 2014, que foi atingida por uma seca histórica. Confira qual será a tendência do acumulado de chuva para os próximos 7 dias em todo o Brasil.

Volume de chuva para o Brasil nos próximos 7 dias
terça-feira, 19 de maio de 2015

por Lívia Fernanda

O mercado de laranja em São Paulo deve continua com pouca movimentação. O clima mais frio e ameno contribui para uma demanda menor de consumidores, fator que ajuda a manter os preços em baixa. Segundo uma avaliação do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), a cotação da fruta no estado paulista caiu mais de 6% na primeira quinzena do mês de maio. Confira qual será a tendência do acumulado de chuva para os próximos 7 dias em todo o Brasil.

Volume de chuva para o Brasil nos próximos 7 dias
segunda-feira, 18 de maio de 2015

por Lívia Fernanda

A falta de chuva em Sobradinho, norte da Bahia, afeta a vida dos agricultores que dependem da água da represa. Em uma propriedade que antes cultivava melão, hoje só resta a terra seca. Por causa da falta de água, o produtor precisou reduzir a área de plantio e teve que desativar o sistema de irrigação. O município de Sobradinho tem seis mil agricultores que dependem da água que vem da barragem da cidade, que hoje está com apenas 20% de sua capacidade total. Por causa disso, muitos municípios da região do São Francisco decretaram situação de emergência. Confira qual será a tendência do acumulado de chuva para os próximos 7 dias em todo o Brasil.

Veja como fica a semana nas capitais do Sudeste
domingo, 17 de maio de 2015

Um Sistema de Alta Pressão no oceano faz com que os ventos soprem do mar em direção à costa do Espírito Santo. Essa configuração favoreceu a formação de muitas nuvens sobre a cidade de Vitória que registrou neste domingo a tarde mais fria do ano segundo os dados da estação convencional do Inmet, com temperatura máxima de apenas 22,4°C (o recorde anterior era de 23,2°C no dia 16 de maio).

 

Na capital paulista, mesmo com o sol aparecendo ao longo do sábado e do domingo, a temperatura não passou dos 23 graus. No Rio de Janeiro o sábado foi bastante nublado e até com chuva fraca em alguns pontos da cidade. No domingo o sol apareceu um pouco mais e a temperatura ficou mais agradável durante a tarde. Em Belo Horizonte as nuvens aumentaram um pouco no domingo, mas o sol ainda apareceu e a temperatura máxima ficou em torno dos 25 graus nos aeroportos da cidade.

 

Próximos dias

Vitória (ES) - Os ventos continuam soprando do mar e os dias seguem com predomínio de céu nublado pelo menos até a quinta-feira. Há previsão de chuva fraca a moderada, que pode vir a qualquer hora do dia.

 

São Paulo (SP) – A semana segue com grande variação de nuvens sobre a Grande São Paulo. A temperatura fica um pouco mais elevada durante as noites e madrugadas, mas as tardes seguem com temperatura amena. Pode garoar apenas na noite de terça-feira.

 

Rio de Janeiro (RJ) – Os ventos que sopram do mar se intensificam nos próximos dias e a nebulosidade começa a aumentar sobre o Grande Rio a partir desta segunda-feira. Na terça e na quarta-feira o céu fica com muitas nuvens e há previsão de chuva fraca a moderada. O sol volta a aparecer com mais força a partir de sexta-feira.

 

Belo Horizonte (MG) – O sol aparece por bons períodos nos próximos dias sobre Belo Horizonte. Algumas nuvens se formam no decorrer do dia, mas não há previsão de chuva para a capital mineira. As madrugadas seguem com temperaturas amenas e durante as tardes a temperatura fica agradável.

 

 

Veja a previsão completa nos links a seguir!

Vitória (ES)

São Paulo (SP)

Rio de Janeiro (RJ)

Belo Horizonte (MG)

Volume de chuva para o Brasil nos próximos 7 dias
quinta-feira, 14 de maio de 2015

por Lívia Fernanda

Com o fim da safra de verão, a atenção dos agricultores do Rio Grande do Sul volta-se para as culturas de inverno, principalmente para o trigo. Mesmo com uma perspectiva de redução na área plantada a estimativa é de crescimento de 36,52% na produção do cereal em relação ao ano passado, segundo dados da Emater-RS. Confira qual será a tendência do acumulado de chuva para os próximos 7 dias em todo o Brasil.

Volume de chuva para o Brasil nos próximos 7 dias
terça-feira, 12 de maio de 2015

por Lívia Fernanda

A região do Vale do São Francisco, situado entre os sertões da Bahia e Pernambuco, é um dos mais importantes polos vitivinícolas do Nordeste, responsável por mais de 90% da exportação de uva de mesa. A produção da cultura é sucesso e até o estado do Rio Grande do Norte está apostando na cultura. O que transformou a região do semiárido nordestino em um grande produtor de uva foi o sol, o clima seco e o sistema de irrigação graças às águas do Rio São Francisco. Confira qual será a tendência do acumulado de chuva para os próximos 7 dias em todo o Brasil.

Acumulado de chuva para o Brasil nos próximos 7 dias
segunda-feira, 11 de maio de 2015

por Lívia Fernanda

Somando a soja, o milho e o arroz, o Tocantins vai produzir 3,8 milhões de toneladas de grãos, cultivados em 800 mil hectares de lavouras. Além do clima favorável neste ano, o investimento em tecnologia é apontado como um dos fatores importantes para o resultado. Um exemplo de boa produtividade é a soja. Em safras passadas, a média alcançada era de no máximo 65 sacas por hectare. Hoje o produtor está colhendo entre 68 e 70 sacas por hectare. Confira qual será a tendência do acumulado de chuva para os próximos 7 dias em todo o Brasil.

Ressaca no litoral do Sul e de SP nesta terça
domingo, 10 de maio de 2015
Atualizado às 13h30 de 11/05/2015
A semana é de alerta para mar muito agitado e ressacas fortes, especialmente até a quinta-feira, 14 de maio. O mar fica muito agitado na costa do Sul e do Sudeste.

A intensificação de uma área de baixa pressão no mar, na altura do litoral de São Paulo e do Rio de Janeiro, provoca ventos intensos na costa do Sul e do Sudeste. Esse vento constante e forte em alto-mar aumenta a altura das ondas, que deixam o mar agitado nas duas Regiões.

Uma grande massa de ar polar que se desloca ao largo da costa da Argentina colabora para manter ventos fortes na costa do Sul e do Sudeste.
12/05 – Mar muito agitado no RS e em SC , com ondas entre 2.5 e 3.0 metros de altura. O mar sobe no litoral do Paraná e de São Paulo, com ondas com até 3,0m, e no litoral fluminense, com ondas de 2.5 metros já durante a tarde
13/05 – O mar começa a baixar no Sul, com ondas em torno de 2.0 metros no litoral gaúcho e entre 2.0 e 2.5 metros no litoral catarinense e do Paraná.
Já no Sudeste o mar fica ainda mais agitado. As ondas chegam aos 3,0 metros no litoral de São Paulo e do Rio de Janeiro, mas com picos de 3,5 metros.
No litoral do Espírito Santo, o mar fica agitado durante o dia 13 e com ondas que podem passar dos 2,0 metros até a noite.
14/05 -  O mar baixa um pouco mais no litoral da Região Sul, mas continua muito agitado no Sudeste. Ainda há risco de ressaca no litoral de São Paulo e do Rio de Janeiro, com ondas que ainda poderão alcançar 2,5 metros.
Campeonato mundial de surf no Rio de Janeiro

Início da etapa do mundial de surfe no Rio de Janeiro foi adiada nesta segunda-feira por falta de ondas. Mas o mar vai mudar muito durante esta terça-feira.

Confira a matéria no Climasurf

 

Baixa pressão entre PR, SP e MS
domingo, 10 de maio de 2015

Uma área de baixa pressão atmosférica se intensificou neste domingo entre Mato Grosso do Sul, Paraná e São Paulo, e está formando nuvens muito carregadas nestes Estados. Na imagem de satélite podemos ver essas formações em tons de azul, branco e vermelho (sendo este último as nuvens mais pesadas).

A chuva começou ainda na madrugada no Paraná e avançou para São Paulo e Mato Grosso do Sul neste domingo. De acordo com medições das estações automáticas do INMET, muitas cidades já tiveram mais de 50 milímetros de chuva acumulada nas últimas 24 horas (entre 13 horas de sábado, 09, e 13 horas deste domingo). Confira na tabela abaixo os maiores volumes acumulados neste período:

 

UF

LOCALIDADE

TOT 24h 

MS

Sete Quedas

83.8

PR

Goioere

63.4

MS

Bela Vista

57.0

PR

Marechal Candido Rondon

54.4

PR

Ventania

51.6

PR

Castro

48.0

PR

Foz do Iguaçu

44.6

PR

Ivai

44.2

PR

Japira

39.4

MS

Jardim

35.6

MS

Ponta Porã

35.4

PR

Planalto

31.6

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Nesta segunda-feira, essa instabilidade ainda vai atuar sobre São Paulo, e a circulação de ventos gerada pelo sistema também vai formar nuvens carregadas no Rio de Janeiro, em Minas Gerais, em Goiás e em Mato Grosso. Além da chuva, também podem ocorrer raios e rajadas de vento.

 

 

Confira a previsão de chuva para o Brasil para 15 dias

O El Niño está aí! O que mai mudar no clima do Brasil?

Entenda o fenômeno El Niño