Posts com a Tag ‘Sudeste’

+ aumentar e diminuir fonte -
Produção de goiaba está em alta em PE
quinta-feira, 27 de novembro de 2014

O sertão de Pernambuco está em fase de colheita de goiaba e os agricultores garantem que os frutos estão com boa qualidade. Segundo a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), Pernambuco deve colher cerca de 100 mil toneladas de goiaba nesta safra, a segunda maior do país, atrás apenas de São Paulo. Confira qual será a tendência do acumulado de chuva para os próximos dias em todo o Brasil.

Estiagem atrasou a safra de ameixa em SP
quarta-feira, 26 de novembro de 2014

A seca impediu o desenvolvimento dos pomares de ameixa em Mogi das Cruzes, localizado na região metropolitana de São Paulo. A falta de água interferiu na produtividade das árvores, mas os agricultores afirmam que a qualidade da fruta não será interferida. A colheita da ameixa vai até o mês de janeiro e a produtividade vai ser cerca de 30% menor em relação ao ano passado.

 

Confira qual será a tendência do acumulado de chuva para os próximos dias em todo o Brasil.

MG: Triângulo registra 100mm em 12 horas
terça-feira, 25 de novembro de 2014

A chegada de umidade trazida pelos ventos vindos de noroeste favorecem a formação de áreas de instabilidade e provocam chuva desde a tarde da segunda-feira (24). A manhã de terça ainda é com céu carregado de nuvens em diversas áreas como pode ser vista na imagem do satélite meteorológico.

Os tons em vermelho indicam a formação de grandes nuvens que são capazes de provocar pancadas de chuva forte. Estas áreas se concentram principalmente sobre o Triângulo Mineiro e avançando em direção à Região Metropolitana de Belo Horizonte.

O internauta Bruno Pueyo registrou a presença de chuva forte em Belo Horizonte na segunda-feira (24). Clique na foto e veja mais imagens do Brasil.

Os volumes de chuva se elevaram bastante. Segundo informações das estações automáticas do Instituto Nacional de Meteorológica, a cidade de Campina Verde, no Triângulo Mineiro, registrou um total de 100mm entre a noite de segunda-feira e a manhã da terça-feira.

 

Semana será marcada por mais chuva no Sudeste

A mudança no padrão dos ventos, que passam a transportar um ar de origem mais úmida e quente para a Região Sudeste, e a maior passagem de frentes frias já favorecem a formação de nuvens carregadas e pancadas de chuva.

As áreas de instabilidade vão se intensificar a partir da quarta-feira (26) por conta da formação de uma frente fria na costa de São Paulo e organizar muitas nuvens também sobre o centro-sul de Minas Gerais. São esperados temporais principalmente ao longo da tarde.

O risco e intensidade da chuva começa a diminuir sobre o Estado de Minas Gerais a partir do sábado (29) dia em que a frente fria se desloca para o norte do Espírito Santo. Ainda pode chover a qualquer momento, mas o risco de chuva forte diminui.

A chuva que acontece no Triângulo Mineiro, norte de São Paulo e sul de Goiás é bastante importante para a geração de energia elétrica. Confira a explicação e previsão com a meteorologista Aline Tochio.

Hidrelétricas do Sudeste terão chuva forte esta semana
segunda-feira, 24 de novembro de 2014

A semana já começou com chuva forte em várias áreas de Minas Gerais e do Rio de Janeiro, com o deslocamento de uma frente fria pelo Sudeste. Entre domingo (23) para esta segunda-feira (24) tivemos volumes entre 40 e 80 mm em diversas cidades. Durante o fim de semana também choveu forte em áreas do interior de São Paulo e no Espírito Santo. Os modelos meteorológicos indicam chuva volumosa nos próximos dias para o Sudeste e o Centro-Oeste, que deve beneficiar as principais bacias para a geração de energia elétrica. Acompanhe o que diz a meteorologista Aline Tochio.

 

Veja também:

Brasil está pior do que na época do apagão

Seca causa prejuízos de milhões na agricultura paulista
segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Neste ano de 2014, São Paulo registrou a pior seca dos últimos 80 anos e culturas como a do café, cana-de-açúcar, milho e feijão foram afetadas pelo calor excessivo e ausência de chuvas, o que pode acarretar em perdas milionárias. Segundo o Instituto de Economia Agrícola, ligado ao governo do estado, este é o maior prejuízo em pouco mais de 50 anos no estado.

 

O que vem por aí?
domingo, 23 de novembro de 2014

Confira a seguir o que o tempo está preparando para os meteorologistas nesta semana:

 

Segunda-feira, dia 24 de novembro

- Na Região Sul uma massa de ar seco predomina e a situação pré-frontal faz as temperaturas dispararem na Região.

 

- Chuva forte e volumosa durante a madrugada e o período da manhã no centro-sul de Minas Gerais e no Rio de Janeiro. Confira no mapa abaixo os volumes de chuva previstos!

 

Figura 2 - Acumulado de chuva previsto entre as 22h do dia 23 e as 10h do dia 24 de novembro.

 

 

Terça-feira, dia 25 de novembro

- As áreas de instabilidade se intensificam entre o Triângulo Mineiro e o norte de São Paulo e temporais são esperados para a tarde de terça-feira nessas regiões.

 

- Um sistema de Baixa Pressão se forma sobre o Paraguai e avança ao longo do dia para MS e o oeste da Região Sul. Chove forte a qualquer hora do dia no oeste do Rio Grande do Sul e a partir da tarde em MS e no oeste do PR e de SC.

 

 

Quarta-feira, dia 26 de novembro

- A passagem de uma frente fria reforça as instabilidades sobre as Regiões Sudeste e Centro-Oeste e e há previsão de chuva forte ao longo da quarta-feira em São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

 

 

Quinta-feira, 27 de novembro

- A frente fria no litoral do Sudeste ajuda a organizar as nuvens carregadas entre São Paulo e Mato Grosso. As áreas em tons de rosa no mapa a seguir indica as áreas com maior risco de chuvas volumosas.

 

 

Sexta-feira, dia 28 de novembro

- Semana termina com muita chuva no centro-sul de Minas Gerais. No mapa a seguir é possível conferir a previsão de chuva acumulada durante a semana.

 

Semana com muita chuva no Centro-Oeste e Sudeste
domingo, 23 de novembro de 2014

A frente fria que provocou chuva no fim de semana sobre o Sudeste se afasta na segunda-feira (24), mas um sistema de baixa pressão reforça as instabilidades sobre o Centro-Sul do Brasil nos próximos dias. A partir de quarta-feira (26), uma nova frente fria avança pelo oceano, mantendo o tempo instável sobre o Sudeste e Centro-Oeste.

O mapa abaixo mostra a previsão de precipitação sobre o Brasil até a sexta-feira (28).

Os maiores acumulados estão concentrados sobre o Centro-Oeste e Sudeste do país, podendo passar dos 100 mm em áreas do interior do Rio de Janeiro, da zona da mata mineira, do sul de Minas, do Alto do Paranaíba, do Alto São Francisco, do Triângulo Mineiro, do norte de São Paulo, do sul de Goiás, do norte de Mato Grosso do Sul e do centro-sul de Mato Grosso.

Mais duas frentes frias até o fim de novembro
terça-feira, 18 de novembro de 2014

Novembro marcou a volta das pancadas de chuva mais frequentes e volumosas sobre o Brasil, mas principalmente a regularidade das frentes frias. Com o calor e a umidade aumentando, o fluxo de ar úmido voltando a movimentar do Norte para o centro-sul do país, as pancadas de chuva estão ocorrendo em número cada vez maior à tarde e à noite. Esta é a chuva típica dos dias quentes e úmidos e podem ocorrer em qualquer lugar, porém de forma aleatória, em pequenas áreas. Mas com a passagem das frentes frias aumenta a chance de formação de grandes áreas de instabilidade e a ocorrência de chuva generalizada.

No mapa, os tons alaranjados indicam menos chuva que a média. A chuva acima da média aparece em tons de azul.

 

Três frentes frias já avançaram com força sobre o Brasil em novembro e mais duas devem passar pelo Sul e alcançar o Sudeste até o fim do mês.

 

Pancada de chuva na praia - Caraguatatuba (SP) por Vanessa Simões em 23-01-2014

 

A meteorologista Josélia Pegorim comenta quando e como estas frentes frias vão atuar sobre o país.

 

Madrugada foi fria no centro-sul do país
domingo, 16 de novembro de 2014

A presença de uma massa polar no centro-sul do Brasil deixou a madrugada fria, para esta época do ano,  no Sul do país e em parte do Sudeste. Em São José dos Ausentes, na região de Serra do Rio Grande do Sul, a temperatura mínima foi de 8,1 graus. Em São Joaquim, na Serra Catarinense, a temperatura foi de 8,9 graus. Em Curitiba a temperatura na região do aeroporto da cidade era de apenas 10 graus às 06:00 da manhã. Em Campos do Jordão, na Mantiqueira, a mínima foi de 9,9 graus. Em Maria da Fé (MG) 9,6 graus e em Petrópolis (RJ) 9,3 graus.

Na madrugada e manhã desta segunda e terça-feira ainda devemos ter madrugadas frias no centro-sul do país. É provável que, com a diminuição da nebulosidade durante a madrugada, a temperatura caia ainda mais no Sudeste.

Estiagem prejudica o norte do Rio de Janeiro
quinta-feira, 13 de novembro de 2014

A seca que assola muitas áreas do Sudeste também prejudica o município de Campos dos Goytacazes, localizado no norte do Rio de Janeiro. Um levantamento feito pela Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) em parceria com a Secretaria de Agricultura de Campos relevou que a estiagem já provocou prejuízos de mais de R$ 128 milhões. O Rio Paraíba do Sul está com o nível abaixo do normal  e a água que antes chegava naturalmente, agora precisa da ajuda de bombas elétricas. Confira qual será a tendência do acumulado de chuva para os próximos dias em todo o Brasil.