Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Por que sentimos mais dor no frio?

23/07/2015 às 15:16
por Maira Di Giaimo

 


   Sabe aquele seu parente que é quase um meteorologista?  Quando ele começa a sentir dores musculares ou nas articulações, já sabe que uma onda de frio está para chegar.  A bancária Ana Paula Rodrigues é uma dessas pessoas. Depois de um acidente, precisou colocar um pino na coluna. Agora, toda vez que o tempo muda de repente ou a temperatura cai bruscamente, ela sente bastante dor na região da lombar. “A gente até brinca que pode ir trabalhar com previsão do tempo”, diz ela.

 

  Silvia Ferreira Andrusaitis, fisioterapeuta do Instituto de Ortopedia e Traumatologia do Hospital das Clínicas, explica que os estudos nessa área ainda são muito controversos. Mas, ao observar o dia a dia dos pacientes do hospital é notório que as dores costumam aumentar, principalmente em pessoas com doenças crônicas como artrite e fibromialgia. “Cientificamente não tem muita comprovação, mas é fato. Pra gente que vê os pacientes e acaba acompanhando as pessoas ao longo do tempo, normalmente elas falam isso mesmo”, conta Silvia.

 

   Ainda de acordo com a Dr. Silvia, existem fatores que são provocados pelas baixas temperaturas e que podem deixar as pessoas mais sensíveis à dor.  Um deles é o aumento da contração muscular, uma reação do corpo que visa produzir calor. É o que acontece quando trememos de frio.  Além disso, a diminuição do volume de sangue nas articulações também pode aumentar a sensação de frio.

 

   A fisioterapeuta também cita fatores psicológicos como responsáveis pelas dores, “a gente sabe que os países mais frios têm uma incidência maior de depressão, de suicídio. Então eu acho que o humor acaba influenciando também os casos de dor. As pessoas se sentem mais introspectivas, mais tristes, e acabam se mexendo menos. E isso acaba alterando de alguma forma a parte fisiológica”.

 

   Outro elemento que contribui para o aumento das dores é a falta de atividade física, que acaba diminuindo no frio. Como trocar um dia inteiro debaixo do cobertor por uma ida ao parque ou à academia? Mas é um esforço necessário. A Dr. Silvia explica, “quanto menos você se movimenta, menos seu corpo produz calor, e a sensação de frio pode até aumentar. Por isso que muitas vezes a gente fala para os pacientes se movimentarem e andarem um pouquinho pra aquecer o motor”.

Então, para evitar as dores, a orientação é simples: Não passe frio! Procure usar roupas adequadas para a temperatura e se manter aquecido ao longo do dia. “O ideal é manter sempre o nível de movimentação com um pouco de atividade física todos os dias, que pode ser um alongamento ou uma atividade aeróbica. E esperar o verão chegar”, complementa a Dr. Silvia.

 

  E claro, sempre ficar de olho na previsão do tempo para se prevenir!