Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Florianópolis bateu duplo recorde de calor

26/01/2016 às 20:39
por Josélia Pegorim

Confira os recordes observados considerando as medições feitas pelo Instituto Nacional de Meteorologia no modo convencional para recordes de temperatura nas capitais, exceto quando não há este tipo de medição.

Os recordes diários de maior (menor) temperatura, umidade relativa, volume de chuva em 24h no país consideram as medições convencionais e automáticas.

 

Florianópolis (SC) - duplo recorde de calor

Com o sol forte pela manhã, ventos quentes e o aquecimento pré-frontal, o litoral de Santa Catarina teve elevadas temperaturas.

34,2°C – maior temperatura máxima/tarde mais quente do ano

24,5°C – maior temperatura mínima/madrugada mais quente do ano

 

 

 

 

Porto Alegre (RS) – tarde mais fresca

A chuva e a grande quantidade de nuvens que se espalharam sobre o Rio Grande do Sul derrubaram a temperatura em Porto Alegre. Um dia depois da tarde mais quente do ano, a capital gaúcha teve a tarde mais fresca do ano.

Porto Alegre (RS)

25,7°C – menor temperatura máxima/ tarde mais fresca do ano

 

Porto Velho (RO) – tarde fresca em dia de chuva

Nebulosidade e chuva também causaram forte queda da temperatura em parte de Rondônia.

Porto Velho (RO)

27,3°C – menor temperatura máxima/tarde mais fresca do ano até agora.

 

Goiânia (GO) – calor na madrugada

A nebulosidade na madrugada ajudou a aquecer o ar.

Goiânia (GO)

23,3°C – maior temperatura mínima /madrugada mais quente do ano

 

 Litoral do PR tem maior temperatura no Brasil

Sol forte pela manhã, ventos quentes e o aquecimento pré-frontal explicam o calor extremo que fez no litoral do Paraná em 26 de janeiro de 2016.

Morretes (PR)

39,5°C - maior temperatura no Brasil em 26/1/16

 

 

 

Sul de MG tem menor temperatura no Brasil

A pouca nebulosidade na madrugada resfriou o ar no Sul de Minas Gerais.

Monte Verde (MG)

11,7°C – menor temperatura no Brasil

 

MG registra maior chuva/24h no Brasil

Nuvens carregadas passaram sobre a Grande Belo Horizonte na madrugada de 26/1/16 e provocaram temporal em Ibirité. Foram 60 mm em 5 horas de chuva, mas 52 mm caíram em 2 horas. Confira os maiores volumes de chuva registrados pelo Instituto Nacional de Meteorologia entre 10 h do dia 25 e 10h de 26 de janeiro.