Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

5 dias que fizeram toda a diferença para São Paulo

02/05/2016 às 14:58
por Josélia Pegorim

Atualizado 02/05/2016 às 20:38

A temperatura em São Paulo começou a despencar a partir do dia 26 de abril, quando uma grande e forte massa de ar polar começou a influenciar o Brasil. No dia 26 o termômetro finalmente baixou dos 30°C que predominaram durante o mês, até atingir no dia 29 a incrível e histórica temperatura máxima de apenas 16,5°C, fazendo a população da capital paulista viver a tarde de abril mais fria em 45 anos.

Apesar do frio dos últimos dias do mês, abril de 2016 entra para a história climática de São Paulo como o abril mais quente já observado em 73 anos, desde 1943, quando o Instituto Nacional de Meteorologia iniciou as medições regulares no Mirante de Santana, na zona norte da cidade. A média de todas as temperaturas máximas registradas nos 30 dias de abril foi de 29,5°C, que ficou 4,2°C acima da temperatura máxima climatológica para abril que é de 25,3°C, para o período de 1943 a 2015. Até então, o abril mais quente em São Paulo era o de 2002, que teve média de temperatura máxima de 28,7°C.

 

 

 

A média das temperaturas máximas de abril de 2016 poderia ter sido ainda mais alta se não fossem os cinco dias gelados da última semana do mês. Foram eles que fizeram toda a diferença no resultado final. A média das máximas de tórrido período de 1 a 25 de abril foi de 31°C. Mas quando incluímos os cinco dias gelados, de 26 a 30, a média da temperatura máxima baixou para 29,5°C. A diferença na média da temperatura máxima entre o antes e o depois da forte massa ar de polar foi de 1,5°C.

 

 

 

Abril de 2016 foi um mês com eventos meteorológicos atípicos e extremos não só em São Paulo, mas em muitos lugares do Brasil e do planeta. Por seu calor, frio e precipitações excepcionais, abril de 2016 vai merecer estudos aprofundados pela comunidade meteorológica.

Confira alguns fatos meteorológicos especiais de abril de 2016 na cidade de São Paulo. Todos os dados são do Instituto Nacional de Meteorologia, das medições feitas no Mirante de Santana, na zona norte da cidade. A estação meteorológica do Mirante funciona desde 1943.

 

32,9°C – temperatura máxima em 09/04/2016 – segunda maior temperatura registrada em um dia de abril da no período de 1943 a 2016. O recorde de temperatura máxima absoluta para é de 33,4°C registrado 02/04/1999

 

16,5°C – temperatura máxima em 29/04/2016 – menor temperatura máxima em um dia de abril em 45 anos. A tarde do dia 29 foi a mais fria em abril na capital paulista desde 25/04/1971 quando a temperatura máxima foi de 14,5°C

 

 

 

11,8°C – a temperatura mínima registrada em 29/04/2016foi a menor temperatura na capital paulista em 17 anos para um dia de abril, superada apenas pela marca de 8,3°C de abril de 1999

 

19,0°C - a média das temperaturas mínimas nos 30 dias de abril de 2016, foi a terceira maior média de mínima em abril em 73 anos de medições feitas pelo INMET no Mirante de Santana.

 

20 dias com temperatura máxima maior ou igual a 30°C – recorde para o período de 1961 a 2016, sendo que 14 foram consecutivos. O recorde anterior era de 11 dias em abril de 2005.

 

5 dos10 dias mais quentes de abril, no período de 1943 a 2016, ocorreram em abril de 2016

 

2,4 mm - o total de chuva acumulado nos 30 dias de abril de 2016, foi o segundo menor de todos os meses de abril desde 1943, perdendo apenas para abril de 1978 quando não houve precipitação no Mirante de Santana.

Em alguns poucos dias de abril de 2016 ocorreram pancadas de chuva na área da cidade de São Paulo que foram registradas por radares meteorológicos, mas que não caíram sobre a região do Mirante de Santana.

 

Maio começa com frio recorde em São Paulo