Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Noite com pouca chuva na Grande SP

02/11/2016 às 23:18
por Josélia Pegorim

Atualizado 03/11/2016 às 18:16

Áreas de instabilidade associadas a uma frente fria continuam sobre o estado de São Paulo e ainda vão provocar mais chuva até a noite desta quinta-feira também sobre a Grande São Paulo. Porém, já não há mais expectativa de chuva forte. A chuva que ocorrer durante a noite deve ser fraca a no máximo de moderada intensidade.

Uma área de chuva forte que avançava de Campinas para a Grande São Paulo por volta das 16 horas  perdeu força antes de se espalhar completamente sobre a região.

Às 17h50, os radares Climatempo-USP  quase não detectavam chuva sobre a Grande São Paulo.  Chuviscos e chuva leve eram observados em algumas áreas da zona leste e da zona norte, pelas medições das estações meteorológicas do CGE.

No interior de São Paulo ainda há condições para pancadas de chuva e raios no norte e nordeste do Estado, no Vale do Paraíba e no Litoral Norte.

 

A imagem do radar de São Roque mostra a área de chuva forte (mancha vermelha) entre Campinas e a Grande São Paulo que enfraqueceu antes de avançar por toda a capital paulista.

 

Acompanhe a chuva pelos Radares Climatempo/USP

 

Risco de alagamento na cidade de São Paulo

 

Quanto choveu na Grande São Paulo?

A chuva forte que caiu na manhã desta quinta-feira, 3 de novembro, fez com que o nível de vários córregos aumentassem rapidamente atingindo a cota de alerta e até de emergência de extravasamento. 

Pelas medições do SAISP - Sistema de Alerta e Inundações de São Paulo - às 11h30 o ribeirão dos Couros, na região da Ford, em São Bernardo do Campo, estava em alerta, depois de alcançar a cota de emergência. O Ribeirão dos Meninos (Clube São José/São Paulo)  extravasou. O córrego do Ipiranga, na região da praça Leonor Kaupa, em São Paulo,  chegou na cota de emergência, mas às 11h30, com a pausa na chuva, a situação já estava normalizada.

Às 11h30, os córregos Morro do S, no Capão Redondo estava no nível normal, mas o Água Espraiada (piscinão Jabaquara, em São Paulo), estava em atenção.

 Às 15 horas,  o nível de quase todos os córregos já havia baixado, mas o córrego Água Espraiada (piscinão Jabaquara, em São Paulo) permanecia em atenção.

Confira os maiores volumes de chuva registrados pela medição do CGE - Centro de Gerenciamento de Emergências da Prefeitura, até 15 horas. Os acumulados são de 15h do dia 2 até 15h de 3 de novembro.

 

 

Depois do calor de 31°C no feriado de Finados, a temperatura volta a baixar na Grande São Paulo. A grande quantidade de nuvens, chuva e também a entrada de ventos frios de origem polar vão refrescar o ar.

A temperatura começou a baixar nesta quinta-feira e não passava dos 20°C por volta das 15 horas, na maioria das áreas da cidade. Porém, o ar polar atua com mais força na sexta-feira e no sábado. A temperatura cai mais nestes dois dias e muita gente vai sentir um friozinho.

Veja como vai ficar a temperatura em São Paulo nos próximos dias.

 


 

 

Mais chuva

A semana segue com pancadas de chuva frequentes e muitas nuvens por todo o estado de São Paulo. Na sexta-feira, o tempo fica ainda mais instável e a chuva deve generalizada na região da Grande São Paulo.

No fim de semana, o primeiro de novembro e com ENEM, a instabilidade sobre São Paulo até enfraquece, mas todo o estado ainda ficará sujeito a pancadas de chuva especialmente à tarde e à noite. A temperatura volta a subir no domingo.

 

Feriado de Finados teve temporais em SP, MS, MT e no Sul. Confira as fotos de nuvens tenebrosas!