Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Calor histórico em Brasília e em BH

17/10/2015 às 19:41
por Josélia Pegorim

Atualizado 19/10/2015 às 00:32

Brasília bateu novamente o recorde histórico de calor na tarde de 18 de outubro de 2015, que  passou a ser a mais quente já vivida na capital federal em 54 anos de medições. A temperatura máxima registrada pelo Instituto Nacional de Meteorologia foi de 36,4°C. Este é agora o novo recorde histórico de calor de Brasília, em abril de 1961 quando o Inmet começou a fazer medição meteorológica regular em Brasília. O recorde histórico de calor era de 35,9°C registrado em 17 de outubro de 2015.

O calor experimentado pela população de Belo Horizonte na tarde de 17 de outubro de 2015 também foi histórico. A temperatura máxima foi de 37,1°C, valor que iguala o recorde histórico de calor de 105 anos de medições pelo Instituto Nacional de Meteorologia registrado em 31 de outubro de 2012. Esta temperatura foi medida na estação meteorológica no bairro de Santo Agostinho, região central da capital de Minas Gerais, que é mantida pelo Instituto Nacional de Meteorologia desde março de 1910.

Além de Belo Horizonte e de Brasília, Manaus, capital do Amazonas, e Goiânia capital de Goiás, também estabeleceram novos recordes históricos de calor em 2015. Em Manaus, o Instituto Nacional de Meteorologia registrou 38,9°C em 21 de setembro de 2015. O recorde de calor histórico anterior era de 38,3°C de 30 de setembro de 2010. A estação meteorológica de Manaus opera desde janeiro de 1910.

Em Goiânia, o novo recorde de calor histórico foi registrado em 15 de outubro de 2015. A temperatura máxima alcançou 39,8°C. Este valor foi repetido na tarde de 18 de outubro de 2015. A marca histórica anterior era 39,4°C observada em 17 de outubro de 2007 e igualada nos dias 15 e 17 de outubro de 2014.

 

Historicamente outubro é um mês de calor extremo no Brasil. Muitos recordes anuais e históricos ocorrem neste mês. Mas este ano, o grande aquecimento que ocorre no oceano Pacífico Equatorial caracterizando o fenômeno El Niño, está ajudando a esquentar o mês de outubro. As mudanças na circulação dos ventos sobre a América do Sul causadas pelo El Niño estão dificultando a entrada do ar polar sobre o Brasil. Temperaturas elevadíssimas foram registradas em diversos locais do Brasil nestes últimos dias fazendo com que outubro de 2015 ganhe destaque na história meteorológica do país