Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Sudeste – tendência climática para o verão 2016

16/12/2015 às 15:35
por Josélia Pegorim

Atualizado 16/12/2015 às 22:35

Os dois últimos verões, 2013/2014 e 2014/2015, foram marcados por anomalias oceânicas, no Pacífico e no Atlântico Sul, que desencadearam bloqueios atmosféricos fortes e prolongados. Na situação de bloqueio, as frentes frias não conseguiram avançar com força pelo país e só bem poucas conseguiram chegar ao litoral do Sudeste. O resultado foi uma grave crise hídrica ao longo do ano de 2014 que refletiu em racionamento de água em muitas cidades de todos os estados e aumento dos custos de energia.

O ano de 2015 começou com bloqueio e a chuva de janeiro, o primeiro ou o segundo mês mais chuvoso do ano no Sudeste, terminou muito abaixo normal. Houve uma recuperação parcial em fevereiro.

 

 

 

 

 

O surgimento do fenômeno El Niño no decorrer de 2015 mudou o cenário novamente: algumas áreas voltaram a ter fartura de chuva na primavera, mas outras continuaram com pouca chuva.

Já se sabe que o El Niño, um dos mais fortes já monitorados desde os anos 1950, terá forte influência sobre o Brasil no verão 2016.

A nova estação começa oficialmente no dia 22 de dezembro, às 2h48, pelo horário de Brasília. Como o El Niño vai atuar no verão do Sudeste? A chuva será melhor distribuída? O calor será intenso como nos dois últimos verões?

 

 

Confira a análise do meteorologista Alexandre Nascimento.