Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Grande SP vai sentir um friozinho

01/01/2016 às 17:13
por Josélia Pegorim

Cobertor na Grande São Paulo em janeiro?

Se a previsão de queda da temperatura se confirmar, é isto que muita gente vai querer usar nas próximas madrugadas na região da Grande São Paulo. A esfriada do ar não vai chegar ao ponto de pedir um edredon, mas só o lençol dos últimos dias vai fazer muita gente sentir uma sensação de “friozinho”.

Vem aí uma grande e forte massa de ar polar que vai fazer com que a Grande São Paulo passe vários dias sentindo ventos moderados e frescos. Na quarta-feira passada, 30 de dezembro de 2015, a temperatura ficou amena o dia todo na cidade de São Paulo, mas por causa do céu nublado e da chuva. O vento soprou quente o dia todo.

Nos próximos dias, a Grande São Paulo vai conviver com aquele conhecido ventinho frio de fim de tarde, com névoas de manhã de cedo e no fim da tarde, uma atmosfera bem diferente do calorão do Natal, por exemplo.

Janeiro é normalmente um mês quente e abafado em São Paulo. Mas os dois últimos janeiros de 2014 e de 2015 foram excepcionalmente quentes. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia, janeiro de 2015 foi o mais quente já registrado em São Paulo em 72 anos de acompanhamento meteorológico.

O gráfico mostra as temperaturas mínimas registradas em janeiro de 2015 e em janeiro de 2014 em São Paulo. A menor temperatura mínima em janeiro do ano passado foi de 18,1°C. A menor temperatura em janeiro de 2014 foi de 16,4°C, no dia 14. Mas no aniversário da capital paulista, dia 25, a mínima foi de 16,5°C.

 

 

A previsão é de que a região da cidade de São Paulo passe pelo menos as próximas 5 madrugadas com temperatura sempre abaixo de 20°C. É possível que ate o dia 5 de janeiro, a cidade São Paulo tenha a menor temperatura para um dia de janeiro desde janeiro de 2014.