Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Como o halo solar se forma?

11/02/2016 às 15:50
por Josélia Pegorim

Atualizado 06/12/2016 às 19:23

A presença de nuvens altas sobre o interior de São Paulo na manhã de 11 de fevereiro de 2016 quinta-feira proporcionou um belo fenômeno no céu. Um halo solar se formou e foi fotografado em várias cidades.

 

 

 

 

O halo solar é um dos fenômenos ópticos da atmosfera e pode se formar também ao redor da lua cheia recebendo o nome de halo lunar.

Arco-íris, irisação, raio crepuscular são outros exemplos de fenômenos ópticos. O halo solar (lunar) parece um arco-íris ao redor do sol (ou lua cheia) e só se forma se o disco solar estiver envolto numa camada de nuvens altas do tipo cirrustratus. Os pequeninos cristais de gelo que compõem estas nuvens funcionam como prismas que separam a luz do sol (da lua) nas diversas cores do arco-íris.

 

  

Quem estava em Fortaleza no dia 9 de fevereiro de 2016 também pode ver e registrar um belo halo solar.

 

O que é o halo solar (lunar)?

O halo solar (lunar) se parece com arco-íris ao redor do sol. Às vezes o círculo colorido se forma por inteiro, rodeando completamente o disco solar, mas outras vezes pode aparecer só em pedaços. Isto depende um pouco da uniformidade da camada de nuvens altas e de como a luz do sol (da lua) incide na camada de nuvens.

 

 

 

A nuvem do tipo alta (entre 6km e 10km de altitude) que permite a formação do halo solar é chamada de cirrustratus e parece um fino véu esbranquiçado envolvendo completamente o sol ou a lua. Estas nuvens são formadas por pequeninos cristais de gelo com forma de hexágono (seis lados). Quando os raios solares encontram estes cristais, ocorre o fenômeno físico da refração. Os cristais de gelo funcionam como prismas e fazem a separação da luz branca em diversas cores.

O halo solar (lunar) é um fenômeno que pode ocorrer em qualquer época do ano e em qualquer lugar, mas só se forma se as nuvens cirrustratus estiverem presentes no lugar. Se há lua cheia e uma camada de cirrustratus passando, então pode acontecer a formação do halo lunar, mas este é mais difícil de fotografar.

 

Em algumas situações, a presença do halo solar (lunar) pode anteceder um temporal porque é comum surgir muita nebulosidade alta antes da chegada da nuvens carregadas que provocam a chuva forte, com raios e rajadas de vento. Porém, muitas nuvens altas também podem surgir  quando ocorre forte divergência de ventos nos níveis mais elevados da atmosfera.

Quer conhecer os 10 tipos principais de nuvens? Veja este Explicando o Tempo, com Maria Clara Machado