Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Ciclone extratropical se forma no Sul

13/05/2016 às 18:46
por Josélia Pegorim

Atualizado 15/05/2016 às 10:48

A população do litoral das Regiões Sul e Sudeste do Brasil deve ficar atenta para a ventania e mar muito agitado nesta semana. A passagem de um forte ciclone extratropical pela costa da Região Sul e de uma massa de ar polar pela costa da Argentina vão gerar os ventos fortes que vão deixar o mar agitado, com grandes ondas.

O ciclone extratropical se intensifica durante a segunda-feira e a pressão atmosférica deve alcançar valores abaixo de 1000 hPa. Centros de baixa pressão com menos de 1000 hPa são considerados tecnicamente fortes e mais perigosos, pois a pressão do ar muito baixa é uma condição para o desenvolvimento de nuvens muito carregadas e ocorrência de ventos fortes.

O ciclone extratropical se afasta da costa do Sul e do Sudeste durante a terça-feira, 17 de maio, mas ainda vai estimular ventos fortes no litoral destas regiões. A partir do dia 18, o ciclone se afasta de vez para alto-mar diminuindo sua influência na costa brasileira.

Os ventos da forte massa de ar polar entram pelo litoral da Região Sul durante a terça-feira, 18 de maio, e reforçam a agitação marítima.

 

Ventania

Durante o domingo, a segunda-feira, 16, e terça-feira, 17 de maio, rajadas de vento de 70km/h a 90km/h poderão ocorrer na faixa litorânea entre o sul do Rio Grande do Sul e a região dos Lagos, no litoral do Rio de Janeiro. As rajadas de vento continuam nos das 18 e 19, mas menos intensas, com máximos de até 70 km/h.

Entre os dias 16 e 18 de maio, os ventos devem soprar preferencialmente de sudoeste e de sul. A partir do dia 19, a direção dos ventos muda para sudeste e leste.

 

Mar agitado

Para este fim de semana, não há previsão de agitação no mar. As maiores ondas devem alcançar 1,0m do Rio Grande do Sul ao Espírito Santo. No domingo, o mar sobe um pouco e as ondas podem chegar a 1,5m

A grande agitação e elevação das ondas começa a ocorrer durante a segunda-feira, 16 de maio, podendo chegar a 2,5 metros em praias do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina. Há risco de ressaca

O máximo da agitação marítima deve ser no dia 19 de maio. Grandes ondas, com picos de 2,5 a 3,0 metros poderão chegar ao litoral do Espírito Santo e ao litoral norte do Rio de Janeiro, com risco de ressaca.

 

A meteorologista Josélia Pegorim comenta sobre a formação do ciclone extratropical.