Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Seis capitais registram recorde de frio em 48h

19/05/2016 às 17:33
por Josélia Pegorim

Atualizado 19/05/2016 às 18:04

O Brasil recebeu esta semana outra dose de ar polar bastante intensa, mas que não superou em a grande massa de ar polar da última semana de abril. Durante a passagem da massa de ar polar no fim de abril foram registradas 25 temperaturas abaixo de zero no Brasil. Na atual massa polar que atua no centro-sul do Brasil ocorreram 10 temperaturas abaixo de zero entre os dias 17 e 19 de maio.

Desta vez, o ar polar não conseguiu chegar ao Norte do Brasil e sua atuação foi pequena no Centro-Oeste, mas a combinação do ar frio desta nova  polar com o excesso de nebulosidade e chuva fez com que cinco capitais brasileiras tivessem a tarde mais fria de 2016 até agora e uma capital registrasse novo recorde de menor temperatura do ano.

Confira os recordes nas capitais, com dados das medições nas estações convencionais operadas pelo Instituto Nacional de Meteorologia

 

19 de maio

Curitiba (PR): 15,0°C de temperatura máxima

tarde mais fria de 2016

menor temperatura máxima (recorde anterior: 16,8°C em 28/04)

 

Florianópolis (SC): 19,6°C de temperatura máxima

tarde mais fria de 2016

menor temperatura máxima (recorde anterior: 19,8°C em 28/04)

 

Porto Alegre (RS): 6,8°C de temperatura mínima

madrugada mais fria de 2016

menor temperatura mínima (igualou o recorde de 29/4)

 

São Paulo (SP): 16,5°C de temperatura máxima

tarde mais fria de 2016

menor temperatura máxima (igualou o recorde de 29/4)

 

18 de maio

Rio de Janeiro (RJ): 22,4°C de temperatura máxima

tarde mais fria de 2016

menor temperatura máxima

 

Cuiabá (MT): 23,1°C de temperatura máxima

tarde mais fria de 2016

menor temperatura máxima (igualou o recorde de 27/4)

 

A atual massa polar que influencia o centro-sul do Brasil provocou frio intenso na madrugada desta quinta-feira, 19, no Sul do país e a serra de Santa Catarina registrou a menor temperatura no Brasil este ano. Urupema teve temperatura de 4,3°C abaixo de zero.

 

Até o fim do mês são esperadas mais duas fortes massas polares com potencial para provocar mais eventos de temperatura abaixo de zero no país e possivelmente novos recordes de frio.