Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Mais temporais no Sudeste

07/11/2016 às 11:01
por Josélia Pegorim

Atualizado 07/11/2016 às 21:07

Ar quente e umidade do ar elevada são condições essenciais para a formação das grandes nuvens que causam temporais. É este ar quente e úmido que predomina sobre a Região Sudeste nesta terça-feira. As áreas de instabilidade crescem no decorrer do dia com o calor e todos os estados voltam a ter temporais à tarde e à noite. A chuva deve ser mais frequente e volumosa sobre Minas Gerais e Espírito Santo.

 

 

 

 

Todos os estados da Região Sudeste registraram fortes pancadas de chuva nesta segunda-feira. Em alguns locais, a chuva caiu com granizo e ventania.

Em Alegre, no Espírito Santo, o Instituto Nacional de Meteorologia registrou duas rajadas de vento com 80 km/h às 18h e às 19h. Houve queda de Granizo.

No estado do Rio, a região de Seropédica teve rajada de 84 km/h às 17h, durante um temporal. A chuva forte que caiu sobre a cidade do Rio também veio com vento forte. O aeroporto Santos Dumont, na zona sul carioca, registrou rajada de 74 km/h.

Em Alegre (ES) houve queda de granizo.

 

Confira alguns volumes registrados pelo Instituto Nacional de Meteorologia até às 19 horas

 

 

Semana com muita chuva

Muita chuva é esperada para esta semana sobre a Região Sudeste do Brasil, mas desta vez, os estados mais privilegiados devem ser Minas Gerais e Espírito Santo. Rio de Janeiro, e principalmente São Paulo, não serão muito beneficiados com a chuva.

O mapa mostra a distribuição da chuva sobre o Brasil até o dia 12 de novembro, onde as manchas em tons de verde representam volumes de chuva estimados de 100 a 150 mm, que poderão ser acumulados em cinco dias. O tom azulado representa volumes de 70 a 100 mm.

 

 

O ar quente e úmido que já está sobre a Região Sudeste vai predominar durante toda a semana, o que facilita a formação das nuvens de chuva. Na região do Espírito Santo, a chuva é reforçada no início desta semana por áreas de instabilidade que crescem no mar e vão ficar próximas ao litoral capixaba aumentando as condições para chuva nesta região do estado.

 

 

Nuvem de temporal: bela e perigosa

 

Em Minas Gerais, no Rio de Janeiro e em São Paulo, as pancadas de chuva até a quinta-feira acontecem em geral a tarde e à noite e basicamente por causa do ar abafado e úmido.

As áreas de instabilidade sobre o Sudeste devem ser reforçadas a partir de quinta-feira por uma mudança na circulação dos ventos nos níveis médios da atmosfera e por uma frente fria que deve avançar sobre a Região durante a sexta-feira e o sábado. A passagem deste sistema vai aumentar o risco de temporais no fim da semana

 

Confira como será a chuva sobre o Brasil nos próximos 15 dias