Instabilidade aumenta no CO

23/09/2016 às 15:46
por Angela Ruiz

Atualizado 23/09/2016 às 20:15

Oferecimento
Fim de semana de chuva em MT, GO, DF

Chuva à vista

 

A recente passagem de uma frente fria pela costa do Sudeste ajudou a formar um corredor de umidade sobre a faixa centro-norte do Brasil, na qual voltaram a ocorrer pancadas de chuvas em vários pontos da região norte do Mato Grosso, Goiás e Brasília.

Com o aumento de umidade que ocorreu sobre a região do Distrito Federal nesta sexta-feira, nuvens carregadas voltaram a se formar na região. Fortes pancadas de chuva com raios foram observadas em vários locais, incluindo Brasília.

Por volta das 15 horas, já havia registro de chuva, trovoadas acompanhadas de rajadas de vento de 44km/h, segundo dados do aeroporto JK. O Instituto Nacional de Meteorologia registrou 30,0 mm de chuva em Águas Emendadas entre 16h e 19h. No mesmo período 16,2 mm em Brasília e 4,2 mm em Gama (Ponte Alta).

 

 

 

No fim de semana, as condições de chuva são boas para o Centro-Oeste.  Áreas de instabilidade vão se formar e provocar mais pancadas de chuva. Em Mato Grosso, Goiás, Distrito Federal e norte de Mato Grosso do Sul por vezes essa chuva pode cair com moderada a forte intensidade. Não dá para descartar temporais isolados com possibilidade de queda de granizo entre Cuiabá, Brasília e Goiânia, principalmente no domingo (25), de acordo com a Climatempo.

 

Seca deixa Goiânia e Brasília em situação crítica

 

Depois de um Inverno quente e seco as condições de chuva estão aos poucos retornando a região Centro-Oeste do país. É o que se espera com a chegada da Primavera, segundo os meteorologistas da Climatempo.

 

Assim como em grande parte do interior do Brasil, o período de maio a setembro é o mais seco do ano em Brasília. Climatologicamente chove muito pouco na região nesse período. Mas desde abril a chuva tem ficado abaixo da média na capital federal. 

 

Uma forte pancada de chuva atingiu a cidade no dia 01 de abril, acumulando cerca de 24 milímetros. Depois disso, um volume mais significativo de chuva foi registrado em Agosto quando foram observados 20, 9 milímetros de chuva. Neste mês de Setembro, apesar de ter chovido esporadicamente em algumas localidades, o Inmet – Instituto Nacional de Meteorologia não registrou chuva em sua estação convencional na capital federal.   

 

Três regiões do Distrito Federal vão ficar sem fornecimento de água ao longo desta sexta-feira (23). Condomínios e quadras de São Sebastião, Planaltina e Sobradinho serão afetados e sofrerão desligamento temporário do abastecimento de água. A medida visa preservar reservas de barragens e córregos, segundo a Caesb.

 

No total, 75.624 pessoas serão afetadas. A operação começa em horários diferentes em cada região e tem previsão para durar 23 horas. Por lei, a Caesb não pode fechar o abastecimento por mais de 24h ininterruptas. O Distrito Federal passa por um período de escassez hídrica e que deixa as regiões em alerta. São Sebastião, Jardim Botânico, Sobradinho I e II, Planaltina e Brazlândia dependem diretamente dos córregos, já que não são atendidas pelos reservatórios do Descoberto e de Santa Maria.

 

Em Goiânia, a situação também é critica. Desde Abril tem chovido pouco. Em Junho e Julho mesmo sendo os meses mais secos do ano na capital goiana, não caiu uma gota de chuva. Do dia 01 até o dia 22 de setembro choveu apenas 6,4 milímetros de chuva em Goiânia, sendo que a média normal é de 45 milímetros. Faltando menos de 10 dias para acabar o mês provavelmente a capital vai terminar este Setembro com chuva abaixo da média.

 

Campo Grande também vai fechar o mês de setembro com pouca chuva. A média de chuva para setembro é de 81 milímetros, mas do dia 01 de setembro até ontem (22), só foram acumulados 37,2 milímetros.

 

Cuiabá é a única capital do Centro-Oeste que tem chance de fechar o mês com chuva dentro ou acima da média mensal. Do dia 01 até o dia 22 de setembro já acumulou 41,3 milímetros e segundo a Climatempo pode ter mais chuva nos próximos dias.

 

Em Outubro, a tendência é de chuva perto da normalidade em quase todas as áreas

do Centro-Oeste. A exceção é o sul de Mato Grosso do Sul e o leste de Mato Grosso, onde deve chover menos que a média.

 

Veja como fica a previsão para o Centro-oeste nesta Primavera.

CIDADES RELACIONADAS

Cuiabá - MT

22°
min

34°
max

0mm / 0%

Campo Grande - MS

14°
min

28°
max

0mm / 0%