Calor intenso levanta poeira em MS

28/09/2016 às 21:57
por Josélia Pegorim

Oferecimento
Centro-Oeste tem muito calor nesta quinta

A nebulosidade e a chuva diminuíram sobre a Região Centro-Oeste do Brasil, o que fez o calor aumentar nesta quarta-feira. Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás registravam as mais altas temperaturas no país no fim da tarde. Pela medição automática do Instituto Nacional de Meteorologia, até às 19 horas, Rondonópolis (MT), tinha temperatura máxima em 38,6°C, Cuiabá (MT) de 38,4°C, Porto Murtinho (MS) de 38,2°C e Aragarças (GO) de 38,1°C.

Pouca chuva é esperada para esta quinta-feira no Centro-Oeste e a população vai conviver novamente com altas temperaturas. Mas outubro vai começar com condições para formação de mais nuvens e pancadas de chuva por quase todo o Centro-Oeste.

 

Calor levanta poeira em MS

O estado de Mato Grosso do Sul está tendo uma semana com tempo seco e sol forte. O calor intenso que tem feito nos últimos dias foi o responsável pela formação de um grande redemoinho de poeira na região de Vista Alegre, distrito de Maracaju, no dia 27 de setembro de 2016. Pela medição do Inmet, a temperatura chegou aos 33,7°C e a umidade relativa mínima neste dia foi de 19%. O vídeo foi feito por Ana Karoline Navarro.

 

 

 

 

Quer ver o vídeo de sua cidade aqui em nosso canal do Youtube, site e redes sociais? É só gravar a condição do tempo e mandar para o nosso Whatsapp: 11 9 9420-7548. PARTICIPE!

 

 

O que são redemoinhos de poeira?

Redemoinhos de poeira são fenômenos típicos de dias muito quentes e secos. O grande aquecimento do ar causa uma súbita queda da pressão atmosférica numa região sugando o ar à sua volta para o seu centro. O ar se movimenta no sentido horário ao redor da região onde a pressão do ar está mais baixa. A poeira do local permite visualizar o giro do vento.

Nas informações meteorológicas divulgadas diariamente pelos aeroportos, os redemoinhos de poeira são informados pela sigla PO, que vem da palavra francesa "poussiere", o que significa poeira.

 

Redemoinhos de poeira podem se formar em qualquer lugar, mas são comuns especialmente no Centro-Oeste do Brasil, no interior do Nordeste e também na Região Norte. O começo da primavera é uma época favorável para a ocorrência dos redemoinhos de poeira, pois o tempo ainda está seco e o calor já é intenso.

 

Não confunda com tornado

Os redemoinhos de poeira muitas vezes são confundidos com tornados por causa da sua forma de funil, típica dos tornados. Mas basta notar a aparência do céu para não errar na denominação do fenômeno.

Redemoinhos de poeira aparecem em geral com o céu azul, ou com poucas nuvens, que é um indicativo do tempo seco.

 

 

 

Já os tornados têm a forma do funil que se desprende da base de enormes nuvens cumulonimbus. Quando os tornados aparecem, o céu está carregado de nuvens.

 

Veja a grande nuvem funil (princípio de tornado) que foi registrado em Maringá, no norte do Paraná, por Bruno Galvani 29 de novembro de 2015.

 

CIDADES RELACIONADAS

Cuiabá - MT

20°
min

33°
max

0mm / 0%

Palmas - TO

20°
min

34°
max

0mm / 0%