ALERTA

1 notificações

São Sivestre termina com recorde histórico

30/12/2016 às 10:31
por Angela Ruiz

Atualizado 31/12/2016 às 12:35

Oferecimento
Calor intenso marcou a prova

Ao longo de toda a semana, quem aproveitou a folga para passear nos parques da cidade de São Paulo deve ter notado que além do calor,  atletas profissionais e amadores suavam a camisa em treinamentos para obter melhores resultados na 92° edição da corrida Internacional da São Silvestre que acontece neste sábado, 31 de dezembro, último dia do ano. 

 

A prova masculina da São Silvestre 2016  foi vencida pelo etíope Leul Aleme com o tempo de 44min52. O brasileiro Giovani dos Santos ficou com em quarto lugar terminando a prova em em 45min30.

A prova feminina da São Silvestre 2016 foi vencida pela queniana Jemima Sumgong, com o tempo de 48min34, novo recorde histórico feminino da tradicional competição. O recorde feminino anterior era de 48min48s ,em 2011.

Entre as brasileiras, o melhor tempo foi o de Tatiele de Carvalho, que terminou a prova em sétimo lugar.

 

Calor

O calor intenso e o sol forte marcaram a prova, como estava previsto. Por volta das 8 horas, o nível de umidade variava entre 60% e 70% na maior parte da cidade.

O treino é essencial para o atleta que se prepara para o dia da corrida, já que o percurso tem muitas subidas e descidas e o calor colabora para o desgaste do corpo. A corrida aconteceu com condições parecidas com as que predominaram ao longo da última semana de 2016. Desde o dia 26 de dezembro a temperatura tem ficado próxima dos 34°C na cidade de São Paulo, valor que está 8°C acima do normal para o mês. A média normal de temperatura máxima para dezembro é de aproximadamente 26°C.

 

São Paulo vive o segundo período mais quente do ano 

 

São atletas de todo o Brasil e do mundo em busca de resultados, de quebrar seu limite e de recordes celebrando este inesquecível último dia do ano.

 

Importante

Por segurança, houve algumas mudanças no trajeto da corrida Internacional de São Silvestre. A largada do evento continua na Avenida Paulista, cartão postal da cidade de São Paulo, próxima ao número 1800, e será feita em etapas: 

Às 8h20, horário de Brasília, teve início a largada para cadeirantes. O pelotão de elite feminino estav previsto para sair às 8h40 e, em seguida, às 9h,  foi a vez do pelotão de elite masculino, do pelotão especial (masculino e feminino) e dos atletas em geral. A chegada acontecerá na mesma Avenida Paulista, número 900, em frente ao Edifício Cásper Líbero.

 

 

E como fica o tempo no sábado?

De acordo com os meteorologistas da Climatempo, o dia amanheceu quente e abafado. Entre 8 e 9 horas, período de concentração dos atletas na avenida até a largada, o predomínio foi de sol, com temperatura entre 25°C e 27°C. Durante os 15 km do percurso pelas ruas mais conhecidas de São Paulo debaixo de sol, a temperatura foi subindo e por volta do meio-dia já estava entre 30°C e 31°C. Veja abaixo o quadro do percurso da corrida de rua.

 

 

Vale lembrar, que serão 30 mil participantes na 92° Corrida Internacional da São Silvestre e a prova para alguns atletas amadores pode se estender até o início da tarde. O calor continua forte até a hora da chegada para a maioria dos participantes. Durante o percurso, a tendência é de elevação de temperatura. Ao mieio-dia , com calor de até 31°C, o desgaste para os atletas retardatários certamente foi maior.

 

Vale a dica de procurar ingerir bastante água ao longo do trajeto. Boa sorte!   

 

CIDADES RELACIONADAS

São Paulo - SP

19°
min

27°
max

15mm / 67%

Brasília - DF

18°
min

27°
max

15mm / 67%