Por que SP ficou com tantas nuvens?

01/08/2017 às 12:20
por Josélia Pegorim

Atualizado 01/08/2017 às 15:33

Oferecimento
Cavado passa sobre o estado

Uma grande quantidade de nuvens era observada na manhã desta terça-feira feira sobre quase todo o estado de São Paulo, aumentando a expectativa de muita gente pela chuva. A camada de nuvens até escondeu o sol em muitas áreas do estado, mas a chuva não caiu.

 

Essa nebulosidade que se espalhou sobre São Paulo é basicamente formada por nuvens médias e altas. Na maioria das regiões do estado, essas nuvens não produzem chuva. Até 11 horas, apenas chuviscou na região de Barra do Turvo e de Casa Branca, pelos registros do Instituto Nacional de Meteorologia.

 

Estas nuvens não são da tão esperada frente fria que vai trazer um pouco de chuva para São Paulo, mas que só vai chegar na quinta-feira. A nebulosidade desta terça-feira é apenas de um cavado que está se deslocando desde ontem do Paraguai em direção ao Paraná e a São Paulo. O Paraná também se encheu de nuvens.

 

 

 

O cavado é só uma circulação de ventos no sentido horário, mas que não faz o giro completo de 360 graus. A circulação horária (ciclônica) força a formação da nebulosidade. O cavado está indo para o mar e a nebulosidade tende a diminuir nesta quarta-feira. Mas quinta-feira chega o cavado da frente fria trazendo nuvens mais carregadas e a chuva.

 

Veja a nebulosidade que se espalhou sobre São Paulo, Paraná, Mato Grosso do Sul e até parte de Santa Catarina por causa deste cavado na imagem em alta resolução do novo satélite GOES-16, da NOAA

 

 

 

A camada de altocumulos (nuvens médias) foi fotografada em Santo Agostinho e na praia de Juquehy, no litoral norte de São Paulo.

 

Foto: José Joaquim Kurak, Santo Anastácio/SP

 

 

Foto: Henk, São Sebastião - praia de Juquehy/SP

CIDADES RELACIONADAS

São Paulo - SP

13°
min

20°
max

2mm / 40%