Córrego Ipiranga transborda na zona sudeste de São Paulo

14/03/2018 às 18:10
por Josélia Pegorim

Atualizado 14/03/2018 às 22:08

Oferecimento
Rajadas de vento passaram de 80 km/h no sul de SP. Chuva prossegue nesta noite.

Nuvens muito carregadas avançaram do Paraná espalhando nuvens muito carregadas sobre sobre o sul e o leste do estado de São Paulo. Estas nuvens trouxeram muita chuva e ventos fortes. Alagamentos e transbordamento de córrego foram registrados na cidade de São Paulo. A chuva prossegue pela noite desta quarta-feira, 14 de março, e ainda pode chover com moderada a forte intensidade, mas tende a enfraquecer na madrugada desta quinta-feira e vai parando aos poucos.

 

Estas nuvens cresceram sobre o Paraná e provocaram temporais na Grande Curitiba e no litoral paranaense. Choveu de 60 mm a quase 100 mm em pouco mais de 3 horas.  

Nas imagens da nebulosidade captadas pelo satélite GOES 16, as nuvens com maior potencial para temporais e chuva volumosa aparecem em tons de vermelho e amarelo. A área de tempestade se espalha pelo leste do estado e a chuva intensa deve avançar até para o litoral norte e vale do Paraíba. A região de Sorocaba e de Campinas também estão sujeitas a chuva intensa no decorrer da noite.

 

SP_Temporal_14-3-18

 

 

Balanço da chuva de 14/3/18 até 22h

 

O córrego Ipiranga, na zona sudeste da capital transbordou por causa da chuva forte e volumosa da noite da quarta-feira, 14 de março. 

Às 20h30, por causa da chuva forte que já caía por grande parte da cidade de São Paulo na noite desta quinta-feira, o CGE - Centro de Gerenciamento de Emergência da Prefeitura - pôs toda a cidade de São Paulo em atenção para alagamentos. A chuva sobre a região de Itaquera, na zona leste da capital paulista, causou o transbordamento do córrego Lajeado, na rua Manuel Bandeira de Lima. Pouco antes das 19h30, as zonas oeste, centro, leste, sul, sudeste, as marginais Pinheiros e Tietê já estavam em atenção.

 

Na imagem de satélite, a mancha rosa no extremo leste da cidade de São Paulo indica nebulosidade com chuva intensa.

 

 

Volumes de chuva

Entre 20h e 21h o CGE registrou 31,2 mm na Lapa e 20,0 mm no Butantã. Entre 19h e 20h choveu 26,6 mm em 1 hora em São Miguel Paulista, 17,2 mm em Itaquera e 14,4 mm no Itaim Paulista.

O CEMADEN - Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais -  registrou acumulados acima de 30 mm em 3 horas de chuva em vários locais da Grande São Paulo.

 

No Vale do Ribeira, o Instituto Nacional de Meteorologia registrou 41 mm em Registro entre 15h e 20h. No mesmo período choveu quase 21 mm em Iguape. Entre 20h e 21h choveu 22 mm em Itapeva e 20,6 mm em São Miguel Arcanjo. Tecnicamente um volume de 20 mm em 1 hora já é considerado chuva forte.

 

Chuva forte em SP em 14/3/18

 

Alagamentos

Até às 22h, o CGE informa 12 pontos com alagamento na cidade de São Paulo, sendo que 9 ainda estavam ativos e 3 era intransitáveis.

Às 21 horas era apena 3 pontos com alagamento e já inativos.

 

Rajadas de vento

As nuvens carregadas que se espalharam pelo sul e leste do estado de São Paulo provocaram chuva forte e ventania. Entre 19h e 20h, o INMET registrou uma rajada de 83 km/h em Itapeva e outra de 53 km/h na fazenda Ipanema, região de Sorocaba. O aeroporto de Guarulhos. O aeroporto Viracopos, em Campinas, teve rajada de 53 km/h às 21 horas.

CIDADES RELACIONADAS

São Paulo - SP

12°
min

21°
max

0mm / 0%

Curitiba - PR


min

19°
max

0mm / 0%