Umidade do ar abaixo de 20% em Mato Grosso do Sul

03/05/2018 às 15:32
por Maria Clara Machado

Oferecimento
Estado fica entre os mais secos do Brasil nesta sexta-feira. Pouca chuva está prevista para o Centro-Oeste.

A forte massa de ar seco que atua sobre o Centro-Oeste do Brasil vem baixando os níveis de umidade há pelo menos duas semanas. Mato Grosso do Sul tem sido o estado mais seco da Região e os valores de umidade do ar já estão perto ou abaixo de 20%. 

 

Umidade do ar abaixo de 20%

Amambai, no sul de Mato Grosso do Sul registrou umidade relativa do ar de apenas 18% na medição das 13 horas desta quinta-feira (3), pelo Instituto Nacional de Meteorologia (INMET). Em Três Lagoas, a umidade estava em 20% por volta do meio dia. 

 

Ao lado de Mato Grosso do Sul, cidades de Goiás também vêm registrando baixa umidade. Os valores já caíram para 26% em Goiânia e 23% em Goianésia.

 

Como se mede a umidade do ar?

 

Atenção:

Índices de umidade relativa do ar abaixo de 20% caraterizam estado de alerta. A população deve ficar atenta à previsão e redobrar os cuidados, umidificando ambientes, ingerindo mais água e evitando atividades físicas e caminhadas ao ar livre no período mais seco do dia, em geral durante à tarde. 

 

Esta situação não vai mudar muito nesta sexta-feira (4). Todo o Centro-Oeste do Brasil terá muito sol e forte calor. Novamente os níveis de umidade do ar se aproximam ou até ficam abaixo de 20% em cidades de Mato Grosso do Sul, deixando o estado entre os mais seco do país.  

 

Uma mudança na circulação dos ventos vai possibilitar o aumento de algumas nuvens sobre o centro-sul de Goiás e a maioria das áreas de Mato Grosso. Há possibilidade de pancadas passageiras em algumas áreas. Goiânia pode ter chuva rápida, já Cuiabá e Brasília continua com baixa chance de chuva. 

 

Foto: Alexandre Carvalho Itaquiraí/MS
 

Centro-Oeste já começou seu período de estiagem

O tempo seco ainda vai predominar pelo menos até meados da semana que vem, com baixa possibilidade de chuva nos estados de Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Goiás e no Distrito Federal. "A partir de agora, a chuva vai ficando escassa, pois o Centro-Oeste entra no seu período normal de estiagem", explica a meteorologista Josélia Pegorim. 

 

 

Veja também:

Amazônia é a maior afetada por queimadas em 2018

Balanço da chuva de abril nas capitais brasileiras 

 

 

CIDADES RELACIONADAS

Cuiabá - MT

20°
min

36°
max

0mm / 0%

Goiânia - GO

16°
min

30°
max

0mm / 0%