Tempo seco prejudica safrinha no Paraguai, PR, MS e SP

05/05/2018 às 16:30
por Alexandre Nascimento

Oferecimento
Ao longo das próximas semanas a chuva chega, mas já há perdas irreversíveis.

Não chove praticamente desde a primeira semana de abril e este período seco e relativamente quente pegou uma fase complicada do milho safrinha. Parte dos milharais do Paraguai, do Paraná, do sul de Mato Grosso do Sul  e do oeste de São Paulo já está pendoando e precisa da chuva para o enchimento de grãos. Esta fase já começou há algum tempo e sem a chuva das semanas anteriores parte da produção dos agricultores já é tida como perdida. Ainda é cedo para fechar em valores percentuais, mas alguns já falam em perdas entre 30 e 40%.

 

A chuva aos poucos deve voltar à região. No norte do Paraguai (áreas de fronteira perto de Mato Grosso do Sul) choveu hoje, mas perto da fronteira com o Paraná ainda não. A chuva deve ser consistente para todas essas áreas na segunda quinzena deste mês, mas ela volta um pouco mais cedo ao Paraguai e Paraná (já a partir do dia 10).

 

Sem título

CIDADES RELACIONADAS

São Paulo - SP

16°
min

20°
max

5mm / 90%