Cidade de São Paulo recebeu 50% da chuva de julho em 24h

31/07/2018 às 12:16
por Josélia Pegorim

Atualizado 31/07/2018 às 22:57

Oferecimento
Veja quanto choveu em diversas áreas da capital paulista e como fica o tempo nos próximos dias
Salva por uma frente fria, na hora do gongo, a cidade de São Paulo recebeu metade da chuva normal para julho em apenas 24 horas. Entre 9h do dia 30 e 9h de 31 de julho o INMET registrou 24,2 mm de chuva no Mirante de Santana, na zona norte da cidade de São Paulo, pela medição convencional, e 23,0 mm pela medição automática.
 
Esta foi a primeira chuva acima de 1 mm no Mirante desde 13 de junho, quando choveu 6,8 mm.
Foram 46 dias consecutivos sem chuva de pelo menos 1,0 mm.
O acumulado de 24,2 mm representa metade da média de chuva normal para um mês de julho que é de aproximadamente 48 mm (média de 1981 a 2010).
 

Chuva em outros locais da capital

O Centro de Gerenciamento de Emergências da Prefeitura registrou chuva generalizada sobre a cidade de São Paulo entre ontem e hoje. O acumulado entre 11 horas do dia 30 e 11 horas de 31 d julho de 2018 ficou entre 10 mm e quase 27 mm, de forma geral. O maior acumulado neste período foi de 27,2 mm na Lapa. O menor acumulado foi de 8,4 mm na Capela do Socorro.
 
Confira os volumes entre 20 mm e 30 mm registrados pelo CGE entre  1 horas do dia 30 e 11 horas de 31 d julho de 2018 
 
Lapa: 27,2 mm
Sé - CGE: 22,7 mm
Vila Mariana: 22,2 mm
Penha - Rincão: 21,0 mm
Cidade Ademas: 20,8 mm
Freguesia do Ó: 20,8 mm
Butantã: 20,2 mm
 
No Riacho Grande, em São Bernardo do Campo, choveu 20,2 mm.
 
Apesar das aberturas de sol que surgiram na cidade de São Paulo na manhã desta terça-feira, ainda há condições para chuva para tarde e noite.
 

Foto de Aline Tochio, São Paulo (SP)

 
 

Semana instável

O tempo continua instável no decorrer da semana e há previsão de mais chuva para a toda a Grande São Paulo pelo menos até o próximo domingo. De forma geral, a chuva deve cair com fraca a moderada intensidade, mas na sexta-feira, 3 de agosto, pode chover forte na Grande SP, como em todo o estado de São Paulo.
 
A continuidade da chuva é porque a circulação de ventos sobre o Brasil, em diversos níveis da atmosfera, estará permitido a formação e permanência de áreas de instabilidade sobre São Paulo nos próximos dias. 
A chuva, o excesso de nebulosidade e o vento frio de origem polar vão manter a temperatura amena nos próximos dias
 
 

CIDADES RELACIONADAS

São Paulo - SP

13°
min

20°
max

2mm / 40%