Mais umidade para o interior de SP nesta quinta-feira

15/08/2018 às 16:14
por Josélia Pegorim

Atualizado 15/08/2018 às 16:26

Oferecimento
Ribeirão Preto registrou 12% de umidade no ar. Média de temperatura máxima na capital paulista na primeira quinzena de agosto ficou quase 4°C abaixo da média.

Com a passagem de uma frente fria, o vento marítimo se intensifica sobre São Paulo nesta quinta-feira leva mais umidade também para as áreas muito secas do interior.  O contraste de umidade e de temperatura entre o leste do estado e as outras regiões ainda será observado, porém de forma menos acentuada.

O calor diminui e o ar fica menos seco no centro-oeste e o norte do estado, mas não tem previsão de chuva. Na Grande São Paulo, no litoral, no Vale do Ribeira e no Vale do Paraíba, a quinta-feira fica nublada, úmida e fria, podendo garoar várias vezes.

 

Pancadas de chuva

Na sexta-feira, o norte de São Paulo, a Mantiqueira e até algumas áreas do Vale do Paraíba poderão ter pancadas de chuva com raios. O litoral continua nublado e com chuva frequente. A Grande São Paulo tem mais um dia úmido, frio e com chuviscos. As outras regiões do estado terão sol na maior parte do dia, sempre com alguma nebulosidade, mas sem chuva.

Fim de semana

No fim de semana, o ar volta a secar e a esquentar em São Paulo. Na tarde do domingo, os níveis de umidade podem voltar a ficar críticos no norte do estado como no começo desta semana. A temperatura sobe na cidade de São Paulo, mas  as tardes ficam amenas e as noites frias. A sensação de frio continua dentro de casa.

 

 

 

Foto de Maria Clara, São Paulo (SP)

 

Frio de agosto na capital paulista

Pela medição do Instituto Nacional de Meteorologia no Mirante de Santana, na zona norte da cidade de São Paulo, a primeira quinzena de agosto de 2018 terminou com uma média de temperatura máxima de apenas 20,1°C, quase 4°C abaixo do valor Climatológico de referência que é 24,1°C. A temperatura máxima ficou igual ou acima dos 24°C apenas três vezes até agora. No dia 1 de agosto, a temperatura máxima foi de 14,4°C, a mais baixa de 2018.

Os dias frios predominaram na primeira quinzena do mês por causa da passagem de quatro frentes frias pelo litoral paulista. Isto tem mantido a região da capital paulista sob a influência de ar polar e com muitas nuvens.

 

Grande contraste de temperatura e de umidade em SP

Um acentuado contraste de umidade e de temperatura podia ser observado no estado de São Paulo no começo da tarde de 15 de agosto. O norte do estado tinha temperaturas acima dos 30°C e umidade relativa do ar abaixo de 15%, enquanto no leste do estado, onde está a Grande São Paulo, o nível de umidade no ar estava acima dos 70% a temperatura nem chegava aos 20°C.

 

Esta grande variabilidade de umidade e de temperatura é um dos efeitos da passagem de uma frente fria pelo estado de São Paulo, mas que nesta quarta-feira, 15, ainda não havia conseguido mudar o tempo em todas as regiões paulistas. O ar úmido e frio se espalhou pelo sul e leste do estado, que ficaram encobertos por nuvens baixas, que podem provocar garoa. Nas outras regiões do estado, é o ar quente e seco que ainda predomina. Nuvens altas podiam ser observadas por quase todo o interior, mas este tipo de nebulosidade não provoca chuva.

 

Na imagem captada pelo satélite GOES 16 às 13h30 de 15/8/18 é possível ver a camada de nuvens baixas que tem aparência compactada e as nuvens altas que parecem rabiscos inclinados. Foram sobrepostos os valores de temperatura e de umidade relativa do ar às 14 horas registrados nos aeroportos. Às 15 horas, a umidade relativa caiu para 12% no aeroporto de Ribeirão Preto.

 

 

CIDADES RELACIONADAS

São Paulo - SP

15°
min

21°
max

0mm / 0%