Ciclone extratropical provoca muita chuva e ventania em SC

24/05/2019 às 23:49
por Josélia Pegorim

Atualizado 25/05/2019 às 00:12

Oferecimento
Volume de chuva supera 200 mm em 24h e vento passa de 90 km/h. Sistema se afasta do BR no domingo e não terá mais influência no país.

Um ciclone extratropical se formou entre os dias 23 e 24 de maio entre o Rio Grande do Sul e Santa Catarina provocando chuva forte e volumosa e rajadas de vento muito fortes, quase superaram os 90 km/h. O volume de chuva acumulado em 24 horas passou dos 200 mm em áreas do sul  de Santa Catarina. O grande volume de chuva causou enchente, alagamentos e a erosão de um trecho da rodovia BR-101, em Sangão. Durante a sexta-feira, 24 de maio, a ventania do ciclone foi sentida também no Paraná e em São Paulo.

 

Neste sábado, 25 de maio, este ciclone extratropical continua próximo do litoral da Região Sul do Brasil, mas se movimenta em direção ao litoral de São Paulo. Na madrugada e manhã, as fortes rajadas de vento desde sistema, variando entre 60 kmh e 80 km/h devem ser sentidas no leste de Santa Catarina, do Paraná, de São Paulo, e no centro-sul do Rio de Janeiro. As rajadas mais intensas ocorrem sobre o mar e por isso são as cidades litorâneas que vão sentir os ventos fortes.

No decorrer da tarde do sábado, com o deslocamento do ciclone para alto-mar e se afastando do Brasil, o vento enfraquece bastante e a noite já não deve ventar quase nada

 

Durante o domingo, 26 de maio, o ciclone extratropical já estará completamente afastado do Brasil e não terá mais influência no Sul e nem no Sudeste. O domingo deve ser um dia de pouco vento, mas muito frio.

 

 

Imagem do ciclone extratropical captada pelo satélite GOES 16 no canal

de vapor de água, em 24/5/19

 

 

Ventania do ciclone extratropical

Confira as maiores rajadas de vento registradas na sexta-feira, 24 de maio, associadas com o ciclone extratropical, pela medição do Instituto Nacional de Meteorologia, até 22 horas.

 

Urubici (SC): 95 km/h entre 21h e 22h, 93 km/h entre 20h e 21h, 80 km/h entre 19h e 20h, 83 km/h entre 15h e 16h.

 

Santa Marta (SC): 89 km/h entre 17h e 18h, 84 km/h entre 15h e 16h, 80 km/h entre 14h e 16h.

 

Em Laguna foram contabilizados 210 mm em 24 horas, entre a noite do dia 23 e a noite de 24 de maio.

 

São José dos Ausentes (RS): 76 km/h entre 13h e 14h

 

.

A intensa circulação ciclônica que se estabeleceu sobre o Sul do Brasil gerou uma nuvem funil no noroeste do Rio Grande Sul, na região entre Palmeira das Missões e Novo Barreiro na quinta-feira, 23 de maio.



Chuva volumosa

Confira alguns volumes de chuva bastante elevados registrados em Santa Catarina pelo CEMADEN – Centro Nacional de Monitoramento e Desastres Naturais. Todos os locais foram atingidos pelas áreas de instabilidade do ciclone extratropical. O período de 24 horas  é de 21h de 23/5/19 até 21h de 24/5/19. O período de 6 horas vai de 15h a 21h de 24/5/19.




Município

Local

Chuva 6h (mm)▾

Chuva 24h (mm)

Laguna

Bananal

100,2

210,2

Tubarão

Centro

115,8

195,6

Criciúma

Rio Sangão

66,0

141,6

Maracajá

Centro

98,0

130,4

Forquilhinha

Centro

68,8

110,4

Pedras Grandes

Rio Tubarão

54,4

98,6

Orleans

Centro

48,6

84,0

 

 

Os mapas mostram o volume de chuva acumulado em 24 horas medidos pelo Epagri-Ciram do governo de Santa Catarina

 

 

Volumes de chuva em 24h elevados no sul de SC por causa de um ciclone extratropical

 

 

Volumes de chuva elevados acumulados em 24h no sul de SC por causa de um ciclone extratropical

 

CIDADES RELACIONADAS

São Paulo - SP

14°
min

27°
max

0mm / 0%

Laguna - SC

15°
min

29°
max

0mm / 0%

FASES DA LUA

  • Cheia
    17/06
  • Minguante
    25/06
  • Nova
    03/06
  • Crescente
    10/06

ESTAÇÕES DO ANO

  • Inverno
    21/06
  • Primavera
    23/09
  • Verão
    22/12
  • Outono
    20/03