Governança dos recursos hídricos na Amazônia

28/05/2020 às 20:40
por Redação

Oferecimento
Geógrafa traz análise das áreas transfronteiriças da AM. Profissional é responsável em estudar todos os aspectos geográficos de determinada região.

Em 29 de maio comemora-se o Dia do Geógrafo. A data faz uma referência ao dia da criação do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 1936. Regulamentada desde 1970, a profissão do geógrafo é responsável por estudar a sociedade humana em sua relação com o espaço natural. Na atualidade, as áreas de meio ambiente e de geoprocessamento são as que mais têm exigido a atuação deste profissional.

 

A geógrafa Fernanda Mello Sant’anna lançou um livro que analisa instituições como a Organização do Tratado de Cooperação Amazônica (OTCA) e as relações entre os Estados que compartilham as Bacia do rio Acre e do rio Napo.

 

Em escala nacional, busca compreender o arcabouço institucional para gestão dos recursos hídricos na Bolívia, no Brasil, no Equador e no Peru, países que compartilham essas duas bacias. Em escala local, estuda a governança das regiões de fronteira das bacias daqueles rios. Para a autora, a governança ainda é incipiente, e os conflitos socioambientais tendem a se agravar.

 

A Bacia Amazônica é compartilhada por Bolívia, Brasil, Colômbia, Equador, Guiana, Peru e Venezuela, e seus recursos hídricos transfronteiriços são foco de vários projetos.

 

Se você ficou curioso para saber mais sobre o livro da geógrafa faça o download gratuito aqui  

 

Leia também: Ilhas do Pacífico atravessam pandemia sem casos   

FASES DA LUA

  • Nova
    20/07
  • Crescente
    27/07
  • Cheia
    05/07
  • Minguante
    12/07

ESTAÇÕES DO ANO

  • Inverno
    20/06
  • Primavera
    22/09
  • Verão
    21/12