Por dentro da sustentabilidade: entenda os jargões ambientais

06/07/2020 às 17:18
por Redação

Oferecimento
Projeto Clima que Queremos quer mais gente envolvida nas discussões ambientais e isso começa com a divulgação de alguns conceitos usados neste debate

por Chíntia Leone

 

Uma das razões para que o debate ambiental fique restrito a um grupo de pessoas iniciadas no tema é a proliferação de siglas e termos técnicos distantes do vocabulário da população geral. Nessa sopa de letrinhas então conceitos formulados com base em discussões científicas -- por isso muitas dessa definições acabam evoluindo com o tempo, ganhando novos significados ou até sendo substituídas. Mesmo deixando muita gente de fora, os diálogos sobre meio ambiente definem ações e políticas que impactam a vida de todos. 

 

A Climatempo acredita numa abordagem não elitista de comunicação para o meio ambiente, que seja capaz de conscientizar cada vez mais pessoas para problemas que têm impacto direto no dia a dia de cada um. Por isso preparamos um pequeno “glossário” socioambiental com palavras usadas com frequência atualmente, mas quase nunca explicadas. 

 

Para começar, vamos entender algumas expressões e siglas que começam com a letra “A”. Acompanhe as publicações do Clima Que Queremos no site da Climatempo para aprender os jargões ambientais de de A a Z.

 

 

Agenda 21

Durante a Eco 92 os países acordaram no âmbito da Organização das Nações Unidas um conjunto de ações para reinterpretar o conceito de progresso em preparação para a chegada do século 21. O desenvolvimento econômico deveria ser medido não apenas pela quantidade (crescimento do PIB), mas pela qualidade de vida que proporciona.

 

Entre os temas da agenda estão o acesso de cada ser humano à água potável, ao trabalho digno e à educação, numa clara demonstração de que a ideia de um ativismo ecológico que não leva em conta questões sociais não teria espaço no novo século. 

 

Houve progresso, mas muitos desses compromissos não foram plenamente alcançados. Os países então dobraram a meta -- atualmente o mundo busca alcançar um outro conjunto de 17 objetivos para uma vida melhor, os chamados Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), ou  Agenda 2030, que é pronunciada “agenda vinte e trinta”. 

 

Embora seja uma meta global, cada país tem a sua própria Agenda 2030, respeitando sua realidade social e econômica. Especialistas apontam que o Brasil avançou em algumas áreas, como aumento do percentual de crianças com acesso à educação (ODS4), mas de uma forma geral, tem tido dificuldades em cumprir os objetivos que impôs a si mesmo -- e faltam apenas 10 anos para a prestação de contas internacional. A erradicação da pobreza, primeiro de todos os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, tem sido uma meta particularmente difícil no país devidos às sucessivas crises econômicas e políticas. 

 

Agroecologia

É uma abordagem de produção rural que leva em conta os ecossistemas agrícolas, ou seja, a ideia de que os alimentos cultivados são parte de um conjunto de organismos vivos que se relacionam e se influenciam. A agroecologia é tanto uma área do conhecimento científico, como um movimento social e político, que busca tornar vida no campo socialmente justa e ambientalmente equilibrada. 

 

Nos sistemas agroecológicos não há a necessidade de uso de agrotóxicos ou fertilizantes químicos, e a produtividade é estimulada com técnicas alternativas. Entre elas está a Agrofloresta, que mantém a produção rural dentro de uma mata cultivada, permitindo que cada espécie de planta, fungo e animal contribua para a saúde uns dos outros, ou a Permacultura, que entre outras coisas, se opõe ao cultivo de uma única espécie numa área por um longo tempo, a chamada Monocultura, que leva ao esgotamento do solo. 


Antropogênico

É tudo o que é derivado das atividades humanas, em oposição ao que ocorre na natureza sem a interferência do Homem. A palavra passou a ser usada com frequência para se referir às mudanças climáticas, que os cientistas descobriram ser de origem antropogênica -- ou seja, foi produzida pela humanidade.

 

A perda da Biodiversidade do planeta, isto é, a extinção em massa de espécies de animais e vegetais, também é um fenômeno antropogênico. A influência dos seres humanos sobre as condições naturais do planeta é tão intensa, que geólogos em todo mundo vem discutindo nos anos mais recentes o surgimento de uma nova era geológica -- o Antropoceno, isto é, a Era do Homem, com transformações tanto na crosta terrestre, como na atmosfera. 


Amazônia Legal

Muita gente acredita que a Amazônia está localizada na Região Norte, onde está o estado do Amazonas -- daí a confusão. A Amazônia é um bioma que ocorre também no Centro-Oeste e no Nordeste. O governo federal criou essa definição para unir os nove estados do país (além do Amazonas, Acre, Amapá, Mato Grosso, Maranhão, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins) na busca por projetos de desenvolvimento adequados àquela região.

 

 

Vista aérea do rio Javari, em março de 2019

 

Leia também

 

Sustentabilidade: o que você tem a ver com isso?

 

Brasil concorre em competição global de negócios sobre o clima

 

Esse texto faz parte da iniciativa Clima Que Queremos, uma parceria do Climatempo e a agência O Mundo Que Queremos para desmistificar temas de meio ambiente, sustentabilidade e mudanças climáticas, com textos novos todas às quintas e segundas-feiras.

CIDADES RELACIONADAS

Amapá - AP

24°
min

34°
max

10mm / 80%

FASES DA LUA

  • Nova
    18/08
  • Crescente
    25/08
  • Cheia
    03/08
  • Minguante
    11/08

ESTAÇÕES DO ANO

  • Inverno
    20/06
  • Primavera
    22/09
  • Verão
    21/12