Ícone de alerta
Alerta anterior Próximo alerta Fechar alerta

Norte da Itália bate recorde europeu de chuva em 12h

Compartilhar Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

6 min de leitura

 por Fabiene Francesca Casamento

 

No início desta semana, no dia 04 de outubro, um forte temporal no norte da Itália causou inundações, transbordamentos de rios e deslizamentos de terra, além de recordes de chuva. Foram mais de meio milhão de relâmpagos em 48 horas.

 

Recordes de precipitação

 

Em Cairo Montenotte, na província de Savona, Ligúria, foram registrados 496 mm de chuva em apenas 6 horas, sendo o recorde de chuva em 6 horas da Itália. O recorde anterior de maior volume de chuva em 6 horas era de 472 mm, em 25/10/2011

 

 

Na cidade de Rossiglione, na província de Gênova, na Ligúria, choveu  740,6 mm em apenas 12 horas. Esta quantidade de chuva é extremamente elevada e rara, estabelecendo um novo recorde europeu para volume de precipitação em 12 horas. 

 

Este volume de água corresponde a mais da metade da média de precipitação anual em Rossiglione que é de 1270mm. Segundo a Agenzia Regionale Protezione Ambiente Ligure (ARPAL), o total de chuva em 24 horas superou os 900 mm.

 

Para comparação, para Crateús, no Ceará, a média de chuva para um ano é de 738,4 mm e para Quixeramobim é de aproximadamente 713 mm.

 

A ARPAL  relatou também que em 1 hora choveu 145,2 mm em Cairo Montenotte e 178,2 mm em Urbe.

 

Em Vicomorasso choveu 181 mm em 1 hora e é o novo recorde de acumulação horária na Itália.

 

 

Vale salientar que a mudança climática que já observamos em vários locais do planeta, relacionada ao aquecimento global, deve tornar esses eventos de chuvas intensas mais frequentes.

 

O recorde mundial de chuva em 12 horas, atestado pela Organização Meteorológica Mundial (OMM)  é de 1144 mm, entre 07 e 08 de janeiro de 1966, na ilha Reunião.

 

Esse evento ocorreu com a passagem do ciclone tropical Denise no sul do Oceano Índico. A Ilha Reunião está localizada na costa leste da África, à leste de Madagascar, no Oceano Índico Sul

 

 

Por que choveu tanto sobre o norte da Itália?

 

A chuva intensa do início desta semana sobre o norte da Itália foi provocada por uma combinação de sistemas que deixaram o tempo muito instável.

 

Tudo começou com um ciclone extratropical que avançou sobre a região e que estava originando uma frente fria. Outra frente fria mais extensa passava por grande parte da Europa (entre a Suécia e a Itália) e houve ainda o reforço de um cavado nos altos níveis da atmosfera (fluxo de vento com tendência ciclônica) e do jato polar, que são fortes correntes de ventos que sopram de oeste para leste.

 

 

Chuva extrema no sul da França 

  

Os mesmos sistemas que causaram os temporais no norte da Itália também provocaram chuva extrema no dia 4 de outubro de 2021 no sul da França. 

 

Na região da cidade de Marselha, choveu 173 mm durante o final do dia, em um período de apenas 2 horas. Isso é 2 vezes a média de precipitação de outubro para a cidade. 

  

 

Chuva forte no sul da Itália nos próximos dias

 

Nos próximos dias, o tempo fica mais aberto no norte da Itália, pois uma área de alta pressão atmosférica vai avançar sobre a região. O ar seco e frio se espalha pelo norte do país evitando a  formação das áreas de chuva, por alguns dias. 

 

Porém, a parte sul da Itália é que deve sofrer com temporais nos próximos dias. A passagem de uma frente fria, associada a um ciclone extratropical, passa pelo oeste e sul da Itália trazendo temporais para o sul da Itália até a segunda-feira, 11 de outubro. 

 

Já a partir da terça-feira, 12, a previsão é que outro ciclone extratropical se forme na costa noroeste da Itália e percorra toda a costa oeste do país, atingindo a Sicília na quinta-feira, 14 de outubro. Este novo ciclone extratropical também dará origem a um sistema frontal. São previstos temporais, mesmo que isolados, por grande parte da Itália na terça e na quarta-feira, 13 de outubro, inclusive sobre o norte do país.  

 

Até  sexta-feira, 15, a chuva mais intensa se concentra sobre a metade sul do país. Há riscos de fortes rajadas de vento, raios e até queda de granizo. 

Até o dia 15 de outubro deve chover mais de 100 mm em pontos do sul da Itália. Pela Europa, a previsão é de que a Grécia receba muita chuva, com previsão de mais de 300mm 

 

 

Estimativa de chuva para Itália e Grécia 8 a 15 de outubro de 2021

 

Neve

 

Entre terça e quinta-feira, 14, também pode nevar no território italiano que faz fronteira com a Suíça e a Áustria, pois nessas áreas, além da precipitação de chuva, deve entrar uma massa de ar muito frio. 

+ mais notícias