Ícone de alerta
Alerta anterior Próximo alerta Fechar alerta

Ciclone subtropical provoca tempo severo e uma morte na Itália

Compartilhar Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

3 min de leitura

Foto: iStock 

 

Fortes chuvas que atingiram o sul da Itália neste início de semana, 24 e 25 de Outubro, causaram muitos estragos e deixaram uma vítima fatal na região. Foram registrados mais de 300mm de chuva na região de Sicília nesses últimos dias e os acumulados também foram elevados na Calábria.

 

As precipitações provocaram deslizamentos de terra e deixaram ruas e rodovias alagadas, e várias áreas com enchentes, de acordo com a Reuters (agência de notícias britânica). A vítima tinha 67 anos e foi atingida por um carro que deslizou na água. 

 

A regiões do norte da Sicília e sul da Calábria ainda seguem em alerta vermelho por causa da chuva, com risco de danos em propriedades e demais transtornos. 

 

 

O motivo da chuva


O grande responsável pelo tempo severo foi a formação de um medicane (ou Uragano Mediterrâneo, que em italiano significa furacão), que passou pela região. Medicane, geralmente, é um ciclone subtropical que pode se intensificar e, em alguns casos, ser classificado até como um furacão.

 

Outra curiosidade interessante, é que a palavra medicane vem da junção de duas palavras em inglês, Me(diterranean)+ (Hurri)cane e é conhecido como furacão no Mediterrâneo. 

 

Segundo as medições da região, as rajadas de vento chegaram aos 120km/h, e devido às características de formação do sistema de baixa pressão em águas superficiais quentes, e da presença de uma coluna de ar quente, pode se caracterizar como ciclone do tipo subtropical. 

 

Saiba o que é um ciclone tropical, subtropical e extratropical


Esses ciclones subtropicais são raros na região do Mediterrâneo, e mais raros ainda quando viram furacão, como ocorreu no ano passado na região e causou grandes inundações na Grécia, além de influenciar nas chuvas intensas também no sul da Itália naquele período.

 

+ mais notícias