Ícone de alerta
Alerta anterior Próximo alerta Fechar alerta

Risco de chuva forte em todo o estado de SP

Compartilhar Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

5 min de leitura

 

 

Quarta-feira muito quente

 

As condições para chuva aumentaram sobre todo o estado de São Paulo com a chegada de uma frente fria ao litoral sul paulista. Mas esta frente fria se afasta em alto mar nesta quarta-feira, 2 de março, sem força para refrescar o ar.

O calor continua nesta quarta-feira e há chance de recorde de maior temperatura do ano na cidade de São Paulo. O recorde atual é de 33,8°C


O interior do estado pode registrar temperaturas entre 35°C e 38°C e no litoral entre 30°C e 34°C.

 

Atenção: fortes pancadas de chuva, raios, rajadas de vento fortes e granizo podem ocorrer no estado de São Paulo nesta quarta-feira. 

 

A maioria das pancadas de chuva deve ocorrer à tarde e à noite, incluindo a Grande de São Paulo.

A divisa com com o Paraná tem pancadas de chuva a qualquer momento.

 

Nova frente fria chega ao litoral paulista na sexta-feira, 4, e deixa o tempo mais instável, com risco de chuva forte. A temperatura tem ligeira queda, mas a sensação ainda será de abafamento

 

 

 

Março começou com temporal na Grande SP

 

Março começou com chuva muito forte em várias áreas da Grande São Paulo. O córrego Ipiranga transbordou. As nuvens escureceram e trovejou na tarde da terça-feira de carnaval sobre muitos bairros da cidade de São Paulo, embora não tenha chovido forte  em todos os locais. Mas na zona leste, a chuva caiu muito forte na região da Penha, acumulando 48 mm em apenas 1 hora, pela medição do  Centro de Gerenciamento de Emergências.


No fim da tarde e começo da noite da terça-feira, fortes pancadas de chuva ocorriam em vários bairros e também na região de Guarulhos e em municípios ao norte e oeste da Grande São Paulo, como Franco da Rocha, Cajamar, Santana de Parnaíba. 

 

 

Volume de chuva em São Paulo no temporal de 1/3/2022

 

O Cemaden -  Centro Nacional de Monitoramento e Desastres Naturais - registrou quantidades de chuva ainda maiores e impressionantes na noite de 1/3/2022. Na Lapa, choveu 91,3 3mm e em Barueri 92,2 mm, em 1 hora, entre 18h10 e 18h10. No mesmo período foram 66,0 mm em Santana do Parnaíba, 52,6 mm em Osasco.

 

Por volta das 20h30, radares meteorológicos mostravam que a chuva já havia enfraquecido muito sobre a Grande São Paulo, mas ainda chovia com fraca a moderada intensidade em quase toda a Grande São Paulo. 

 

 

Madrugada mais quente do verão em São Paulo

 

A madrugada desta terça-feira, 1 de março de 2022, foi a mais quente do ano até agora em São Paulo. O Inmet - Instituto Nacional de Meteorologia registrou 23,2°C de temperatura mínima, que foi a maior deste ano e também a mais elevada do verão 21/22 que começou em 21/12/2021. O recorde anterior de maior temperatura mínima em São Paulo era de 22,2°C, em 24 de janeiro

 

 

Foto: São Paulo (SP), por Climaaovivo

 


Tempestade em Jacareí

 

O calor e a chegada de uma frente fria ao litoral paulista provocaram um temporal em Jacareí/São João na tarde de 1 de março de 2022. O CEMADEN – Centro Nacional de Monitoramento e Desastres Naturais - registrou 104,8 mm em apenas 1 hora. Em 3 horas, entre 14h40 e 17h40,choveu 131,4 mm.


Na região de Campinas, a chuva forte veio com rajadas de 61 km/h no aeroporto Viracopos, por volta das 18 horas. O aeroporto de Jundiaí registrou rajada de 52 km/h.

A região de Bragança Paulista também teve temporal.

 

+ mais notícias