Ícone de alerta
Alerta anterior Próximo alerta Fechar alerta

Balanço de tempestades - Fevereiro/2022

Compartilhar Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

5 min de leitura

 

Apesar de muitas áreas do Brasil fecharem o mês de fevereiro com chuva abaixo da média, vários sistemas meteorológicos influenciaram as condições do tempo no Brasil, além do intenso aquecimento que é normal neste período e que favorece a formação das nuvens carregadas. A junção de todos os fatores contribuiu para a ocorrência de temporais pelo país ao longo deste período.

 

Balanço da chuva de fevereiro nas capitais brasileiras

 

Para os setores que possuem operações ao ar livre, como os de construção e mineração, esta época do ano exige atenção redobrada, tanto durante o planejamento, quanto durante os trabalhos. Variáveis como chuva, raios e ventos fortes, que são observadas durante o verão, podem influenciar negativamente, oferecendo muitos riscos. Os trabalhos podem sofrer interrupções e atrasos, com risco de perdas de equipamentos e até mesmo risco de vida aos funcionários.

 

iStock chuva construção mineração

IStock

 

Chuva

Ao longo do mês, um dos grandes destaques foi a chuva extrema em Petrópolis. O grande acumulado, em um curto período de tempo, trouxe muitos transtornos, além dos mais de 200 óbitos na região.

 

Segundo dados do Cemaden, o volume de chuva em Petrópolis chegou aos 650mm na estação São Sebastião-Geo só neste mês de fevereiro. Isso representa o maior volume de chuva em um mês de fevereiro desde 2016 na região. A média de chuva para este período é de 195mm.

 

Brasil registra cerca de 300 óbitos apenas neste período chuvoso
 

Além do Rio De Janeiro, outros estados receberam chuva intensa. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia(INMET), Minas Gerais, Mato Grosso, Rondônia, Alagoas e Goiás também estão no ranking dos estados com mais chuva no mês de fevereiro.

 

No Sul, Região que enfrenta um longo período de estiagem, a chuva veio em grande quantidade no final do mês e com direito a rajadas de vento muito intensas, por volta de 100km/h no Rio Grande do Sul.

 

O estado de São Paulo registrou temporais típicos da estação, acompanhados de raios, rajadas de vento e até granizo em algumas localidades.

 

Raios

Entre os estados com mais raios neste fevereiro de 2022 estão os estados do Pará, Amazonas, Minas Gerais, Mato Grosso, Tocantins, Maranhão, Piauí e Bahia.

 

A grande quantidade de raios na virada da primeira quinzena para a segunda quinzena do mês, também chamou atenção no estado de Goiás. Durante a madrugada de quinta-feira, 17 de fevereiro, um raio causou estragos em uma residência em Nova Aurora, no sul de Goiás. Com a queda do raio, a fiação elétrica da casa foi queimada.

 

2 (10)

 

 

Tendência para março

O mês de março ainda será marcado por períodos de chuva volumosa, já que há expectativa para a passagem de três frentes frias pela costa do Sul e do Sudeste, além de dois episódios de ZCAS, que provocam chuva volumosa e persistente durante sua atuação.

 

Confira os destaques do mês:

 

1646234575118.

 

Como se planejar no período chuvoso?
 

Para reduzir as perdas nas obras e aumentar o ganho operacional neste período chuvoso, a Climatempo oferece a plataforma SMAC (Sistema de Monitoramento de Alerta Climatempo), que auxilia o planejamento e a operação das empresas.

 

A ferramenta permite acompanhar em tempo real o avanço de tempestades em qualquer localidade do Brasil. Tudo isso com o envio de alertas com até 1h de antecedência, via SMS, Telegram, Push ou e-mail que comunica os operadores diante das condições de tempo severo na localidade. 

 

Para adquirir o serviço, fale com um de nossos consultores!

 

Para mais informações relacionadas aos setores de construção e mineração, siga nossa página do Linkedin!

+ mais notícias