Ícone de alerta
Alerta anterior Próximo alerta Fechar alerta

Temporais no estado de São Paulo

Compartilhar Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

4 min de leitura

Oferecido por

As fortes pancadas de chuva têm sido frequentes pelo estado desde o domingo passado e voltaram a ocorrer nesta quarta-feira, 21 de fevereiro. O tempo segue instável no decorrer da noite, com risco de chuva forte em todas as regiões paulistas, além de raios e eventualmente ventos fortes. Pode ocorrer queda de granizo. Há risco de alagamentos.

 

 

 

Nuvens carregadas sobre Matão, no interior de SP, em 21/2/24 (Foto: Vinícius Lucyrio)

 

Previsão

 

Quarta-feira segue com risco de chuva forte em todas as regiões do estado de São Paulo e risco de alagamentos na Grande São Paulo.

 

Para esta quinta-feira, 22, são esperados maiores períodos com sol na Grande SP e no estado de São Paulo, de forma geral, o que vai fazer a temperatura subir. Com o maior aquecimento e o ar muito úmido, fortes pancadas de chuva voltam a ocorrer na tarde e noite desta quinta-feira.

 

Condições semelhantes estão sendo esperadas para sexta, sábado e domingo, com sol, calor e pancadas de chuva à tarde e à noite no estado de São Paulo.

 

Alagamentos na cidade de São Paulo

 

Toda a cidade de São Paulo entrou em atenção para alagamentos às 14h55, segundo informação do Centro de Gerenciamento de Emergências da Prefeitura (CGE).  Às 18h20, a cidade já tinha 6 pontos com alagamento, mas todos transitáveis.

 

Granizo

 

Nuvens bastante carregadas passaram sobre São José dos Campos, no Vale do Paraíba, e provocaram granizo por volta das 15  horas. Choveu 24,5 mm em apenas 1 hora, entre 14 e 15h.

 

Volumes de chuva

 

 

Já choveu muito forte em vários municípios da Grande São Paulo na manhã e tarde desta quarta-feira, 21 de fevereiro. Temporais voltaram a ocorrer no começo da tarde. Entre 14h20 e 15h20, o Cemaden registrou 44,4 mm em Embu-Guaçu/Rio Embu-Guaçu, 43,6 mm em Embu-Guaçu/Fazenda da Ilha, 36,4 mm em Cajamar/Ponunduva, 30,6 mm em São Paulo/Moóca, 22,5 mm em Itapecerica da Serra/Jacira

 

Entre 16 e 17 horas, a chuva estava aumentando no norte e oeste da Grande São Paulo. O Cemaden registrou 21,8 mm em Franco da Rocha, 22,0 mm em Caieiras.

 

Chuva acumulada em 3 horas, entre 14h e 17h, aproximadamente, de acordo com o Cemaden

60,2 mm Embu-Guaçu/Rio Embu-Guaçu

52,0 mm Cajamar

49,2 mm Várzea Paulista (39 mm em apenas 1h)

43,0 mm em Bananal (quase 36mm em 1h)

40,7 mm São Paulo/Moóca

40,0 mm Mairinque (36 mm em 1h)

38,2 mm em São Vicente (34,4 mm em 1h)

 

Calor, muita umidade e circulação ciclônica

 

O ar quente e úmido e a circulação ciclônica de ventos que predominam sobre o Sudeste geram nuvens carregadas sobre o estado de São Paulo, com potencial para provocar muita chuva. 

 

Esta circulação ciclônica, isto é, no sentido horário, é observada a 5km acima da superfície e facilita o acúmulo da umidade e do calor permitindo que as grandes nuvens de chva se formem facilmente.

 

Nas imagens captadas pelo satélite Goes 16, as manchas coloridas representam nuvens. É possível ver o movimento das nuvens no sentido horário acompanhando o sentido dos ventos a 5 km de altitude.

 

 

 

Temporais em SP - 21-2-24 - circulação ciclônica

Circulação ciclônica de ventos, muita umidade no ar e calor geram nuvens carregadas sobre SP

 

Conteúdo em Vídeo

Notícias Recomendadas

+ mais notícias