Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Verão de enchente em SP, PR e MS

11/01/2016 às 20:46
por Josélia Pegorim

Atualizado 11/01/2016 às 20:46

Rio Ribeira do Iguape (SP) tem segundo pico de cheia em 1 semana

 O rio Ribeira do Iguape, na região do vale do Ribeira, no sul de São Paulo, transbordou de novo nesta segunda-feira, pela segunda vez em uma semana. O grande volume de chuva que caiu no fim de semana sobre o sul de São Paulo e também no leste do Paraná elevaram o nível do rio rapidamente. No dia 3 de janeiro, no domingo passado, o nível do Ribeira de Iguape alcançou 7,20 metros em Eldorado, segundo o Sindicato Rural do Vale do Ribeira. Plantações de banana principal produto agrícola da região do vale do Ribeira, ficaram alagadas na região Registro, Eldorado e Sete Barras.

 

 

Segundo informações do SAISP – Sistema de Alerta e Inundações de São Paulo – o nível do rio Ribeira em Eldorado estava em 7,93 metros às 15h30 desta segunda-feira. A cota de extravasamento é de 6,0 metros.

 

 

A chuva volumosa que caiu sobre o Estado de São Paulo entre o sábado, 9, e a segunda-feira, 11 de janeiro de 2016 fez com que o nível de vários rios pelo interior se elevasse muito e alguns até transbordaram. Veja o que aconteceu com o nível de alguns rios  neste período.

 

 

 

 

 

 

Há previsão de mais chuva para esta semana. A chuva persiste nesta terça-feira, mas fraca a moderada. Pode chover forte entre quarta e quinta-feira com a passagem de uma frente fria.

 

 

Primavera chuvosa

O volume de chuva sobre a região do vale do Ribeira tem estado acima do normal desde setembro. Nos mapas, a chuva acima da média é representada pelos tons de azul.

 

  

 

 

 

O excesso de chuva verificado na primavera de 2015 foi um dos efeitos associados ao fenômeno El Niño e que deixou o nível do rio Ribeira de Iguape alto já no início do verão. A situação é preocupante porque nem completamos um mês de verão, historicamente a estão mais chuvosa do ano. Faltou chuva nos dois últimos verões, mas o verão 2016 já começou molhado e poderá terminar encharcado.

 

 

 

Verão de enchente

São Paulo, Paraná e Mato Grosso do Sul estão dentro da área de chuva do El Niño. Em outras regiões do país, o fenômeno reduz a chuva. Todo o verão 2016 será fortemente influenciado pelo fenômeno El Niño. Isto significa que a chuva vai continuar frequente e que muitos outros eventos de chuva forte e volumosa vão ocorrer até o fim da estação. Daqui para frente, o nível do Ribeira de Iguape deve se manter perigosamente alto no decorrer do verão, com um risco muito maior de extravasamento, mesmo sem ocorrência de tempestades. O rio Ribeira de Iguape serve de exemplo, mas muitos outros rios e córregos do Estado de São Paulo, do Paraná, do centro-sul e leste de Mato Grosso do Sul estão numa situação semelhante ou até mais vulnerável a enchentes do que o rio Ribeira de Iguape.

O El Niño já deu recado na primavera e não vai esfriar no verão. Confira o comentário da meteorologista Josélia Pegorim.

 

 

 

Consulte também a tendência para o verão na Região Sudeste.