Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Dias de frio congelante no Sul

06/06/2016 às 21:58
por Josélia Pegorim

Atualizado 07/06/2016 às 18:38

 

A população da Região Sul deve se prepara para a uma sequência relativamente longa de dias muito frios, com temperaturas abaixo de zero e geada generalizada. Mesmo com a presença do sol, a sensação de frio será grande.

O período entre 8 e 13 de junho de 2016 deve ser o mais frio do ano até agora por causa da atuação de três massas polares consecutivas, de forte intensidade. O frio deste período deve superar o que foi observado na última de semana de abril e no início de maio, quando a Região Sul teve temperatura abaixo de zero por cinco dias consecutivos, entre 27 de abril e 2 de maio. A menor temperatura registrada no Brasil este ano, até o momento, foi 4,3°C negativos em 19 de maio, em Urupema, cidade na parte mais elevada da serra catarinense. A medição foi feita pelo Epagri-Ciram. Com a forte presença do ar polar nos próximos dias, estas marcas devem ser batidas. Todas as capitais do Sul devem registrar sucessivos recordes de frio.

 

Geada generalizada

O ar polar vai atuar forte sobre o Sul por vários dias e os três estados devem registrar temperaturas muito baixas, positivas mas próximas de zero e também abaixo zero. O frio intenso vai provocar geada generalizada no Sul no período de 8 e 13 de junho. Nesta terça-feira, 7, a geada deve ocorrer no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina, mas a partir do dia 8, o fenômeno deve ser observado de forma generalizada e com intensidade moderada a forte, especialmente entre os dias 8 e 12 de junho. No Paraná, deve gear também na Grande Curitiba e no norte do estado.

A população deve ficar atenta com o frio intenso nos próximos dias, pois poderá ocorrer fenômenos como congelamento da água dentro dos canos e formação de lâminas de gelo em poças.

 

Você sabe o que é geada negra e geada branca?

 

Três doses de frio

O ar polar que já está sobre o Sul será reforçado durante o dia 8 de junho por outra massa polar,  mais forte.

 

 

 

 

Uma terceira dose de frio deve chegar forte por volta do dia 11 ou 12 de junho, mais intensa do que a do dia 8. A passagem destas massas polares, uma após a outra, vai fazer com que o Sul do Brasil registre temperaturas muito baixas e por vários dias consecutivos.

 

 

 

O ar polar, frio e seco, vai deixar o Sul com dias de sol e sem risco de chuva. Além da geada, poderá ocorrer nevoeiro no início de manhã prejudicando a visibilidade nas estradas e aeroportos.

 

Mar agitado

Atenção! O mar vai ficar muito agitado a partir da quarta-feira por causa do deslocamento de um grande ciclone extratropical pela costa da Argentina e do Uruguai. Os ventos fortes serão sentidos no litoral da Região Sul a partir de 7 de junho.

 

Confira as ondas no Climasurf