Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Sul de Minas congelado

15/06/2016 às 21:50
por Josélia Pegorim

A primeira quinzena de junho de 2016 vai para lista de eventos meteorológicos muito especiais que ocorreram no Brasil. A Região Sul registrou temperaturas abaixo de zero em todos os dias desde o início de junho até o dia 15. Na Região Sudeste, os registros de temperatura negativa começaram no dia 9 e foram até o dia 14 de junho, considerando os locais onde se tem medição de temperatura que obedecem normas internacionais.

O frio extremo que o centro-sul do Brasil viveu especialmente nos dias 11, 12, 13 e 14 de junho de 2016 vai ficar na memória dos meteorologistas também. O dia mais gelado foi o dia 13 de junho, quando a temperatura chegou a 8,5°C negativos em Urupema, na serra catarinense pela medição do Epagri-Ciram e atingiu 3,6°C abaixo de zero em Barra do Turvo, no sul de São Paulo, pela medição do Instituto Nacional de Meteorologia.

As temperaturas extremamente baixas ocasionaram geadas fortes e generalizadas no Sul do Brasil, em São Paulo e também no Sul de Minas Gerais. Este é um fenômeno típico do outono/inverno e que gera grandes prejuízos para a agricultura e para a pecuária, mas também proporciona belíssimas imagens. E quando a temperatura fica vários graus abaixo de zero como nos últimos dias, ocorrem fenômenos que a maioria dos brasileiros não está acostumada a ver, como os pingentes de gelo que se formam nos galhos das árvores, o congelamento da água em riachos e dentro de recipientes que ficaram expostos ao ar gelado. A geada forte em grandes áreas parece até um campo nevado.

 

Confira a previsão para a Região Sudeste

 

No dia 14 de junho de 2016, cidades da serra da Mantiqueira, na divisa de São Paulo, com Minas Gerais e o Rio de Janeiro ainda registraram frio muito intenso, com temperatura negativa ou positiva, mas muito próxima de 0°C. A geada forte se formou em grandes extensões nas áreas rurais, igualzinho ao que se vê em geral na Região Sul. O gelo deixou tudo branco: gramado, folhagem, grandes árvores, telhado, pedaços de madeira.

 

Assim ficou o campo de futebol numa região afastada do centro urbano de Socorro, no estado de São Paulo. O Centro Integrado de Informações Agrometeorológicas (CIIAgro) registrou 1,4°C em Socorro.

 

 

Em Maria da Fé, no Sul de Minas Gerais, fez 2,1°C abaixo de zero

 

 

Na região de Camanducaia, não há medição oficial de temperatura, mas muito provavelmente o frio ficou próximo de 0°C.

 

 

A geada se formou em amplas áreas também em Itamonte, no Sul de Minas Gerais

 

 

A área rural de Delfim Moreira, no Sul de Minas Gerais, ficou branca, coberta pela forte geada.

 

 

 

 

 

 

 

 

Mateus Ribeiro literalmente venceu o gelo e madrugou para registrar as belas imagens e fenômenos curiosos que ocorreram neste dia congelante, com temperatura abaixo de zero. As imagens são da cidade de Delfim Moreira, no Sul de Minas Gerais, próxima das cidades paulistas de Piquete, Lorena e Cachoeira Paulista, e de cidades mineiras como Itajubá, Maria da Fé e Passa Quatro.

Delfim Moreira está na serra da Mantiqueira a uma altitude média de 1200 metros. Não há uma estação meteorológica por lá que dê registros regulares de temperatura. Mas pelas temperaturas ocorridas em locais próximos e pela intensidade do gelo que se formou, é possível estimar que a temperatura em Delfim Moreira na madrugada de 14 de junho de 2016 ficou entre 3 °C abaixo de zero e 1°C abaixo de zero.

 

 

 

 

#fotografeotempo

Tem sempre alguma coisa no céu para contar a história do seu dia

Participe!

O seu vídeo pode ser divulgado no nosso canal do Youtube, no site e nas redes sociais. É só gravar a condição do tempo e mandar para o nosso Whatsapp: 11 9 9420-7548.

 

 

O inverno começa  oficialmente no dia 20 de junho, às 19h34, pelo horário de Brasília. O frio congelante faz uma pausa no Sudeste na segunda quinzena de junho, mas vai voltar algumas vezes durante o inverno.

 

Brasil - tendência para o inverno 2016