AGROCLIMA

Nível de umidade do solo é muito baixo na fronteira gaúcha

14/02/2018 às 13:59
por Marco Antônio Santos / Agrometeorologista
Atualizado 14/02/2018 às 15:52

Oferecimento

A presença de uma massa de ar polar sobre grande parte da região Sul do Brasil na manhã desta quarta-feira manterá o tempo aberto e sem previsão de chuva em praticamente todas as regiões produtoras do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. Além do tempo aberto, as temperaturas também estão mais baixas, por conta dessa massa de ar fria.

 

Em alguns municípios gaúchos da região de fronteira com o Uruguai, o dia amanheceu com temperaturas em torno dos 12 e 13°C. Essas temperaturas não são muito boas para essa época do ano, uma vez que afeta o pleno desenvolvimento das lavouras. Contudo, esse sistema já começa a perder força. A partir da próxima madrugada a temperatura entra em elevação.

 

Não há previsão de chuva nos próximos cinco dias sobre grande parte da região Sul, somente pancadas de chuva muito isoladas podem ocorrer sobre a metade norte do Paraná. Apenas em meados da semana que vem é que esse padrão de tempo começará a mudar e chuvas mais generalizadas poderão ocorrer sobre as regiões produtoras.

 

Esse tempo mais firme deve trazer muita apreensão não só aos produtores, como também ao mercado, que poderá entender que eventuais quebras poderão vir a ocorrer na produtividade das lavouras. Porém, ainda é muito cedo para fazer tais diagnósticos, já que os solos ainda apresentam bons índices de umidade. Apenas na região da fronteira sul do Rio Grande do Sul é que as condições continuarão bem complicadas, uma vez que a frente fria que passou pelo estado neste último final de semana não provocou chuva e os níveis de umidade do solo reduziram-se drasticamente nos últimos dias.

 

Com o avanço dessa massa de ar polar sobre o Sul do Brasil, o corredor de umidade se mantém sobre a faixa central do país e há previsão de pancadas de chuvas nesta quarta-feira (14), sobre as regiões produtoras de São Paulo, sul e triângulo mineiro, metade sul de Goiás, norte do Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e Rondônia. Também estão previstas pancadas de chuvas sobre as áreas produtoras do Pará, Maranhão e Piauí e norte do Tocantins. Já no oeste da Bahia, as chuvas só deverão retornar em meados da semana que vem.

 

Tendência

Mesmo com a previsão de chuva para o Mato Grosso e Goiás nos próximos dias, as condições ainda se manterão favoráveis à realização da colheita, uma vez que só deve chover na forma de pancadas. A tendência para esses próximos sete dias é de chuvas ainda mais irregulares sobre todas as regiões produtoras do Sudeste, Centro-Oeste e do Maranhão, Piauí, Tocantins e Bahia, permitindo assim, que os produtores consigam ir a campo e realizem todos os tratos culturais, como colheita, plantio e pulverizações.

 

Mesmo com a ausência de chuva em regiões como oeste da Bahia, leste do Tocantins e sul do Piauí nos próximos dias, não há indícios de reduções nos potenciais produtivos das lavouras.

 

 

Agrotalk: a nova plataforma sobre clima e produtividade no campo

 

Leia no Blog do Agroclimapro outras informações e análises sobre as culturas 

 

Para saber maiores informações de como se planejar com antecedência e tornar o clima seu grande aliado basta consultar www.agroclimapro.com.br

 

Veja como a informação meteorológica pode ajudar a tomar a decisão dentro do campo:

Análise de volume de chuva para a área produtora

 

ENCONTRE UMA LOCALIDADE

loading

RECEBA NOVIDADES POR EMAIL

Cadastre-se para receber as últimas notícias e informações meteorológicas sobre a sua localidade

RECEBA NOVIDADES POR EMAIL

×
Ocorreu um erro ao enviar fazer seu cadastro. Por favor, tente novamente mais tarde!

Cadastre-se para receber as últimas notícias e informações meteorológicas sobre a sua localidade

Digite seu nome
Digite seu email

FASES DA LUA

  • Nova
    15/02
  • Crescente
    23/02
  • Cheia
    31/01
  • Minguante
    07/02

ESTAÇÕES DO ANO

  • Verão
    21/12
  • Outono
    20/03
  • Inverno
    21/06
  • Primavera
    22/09