Nevoeiro prejudica a visibilidade no Sul e no Sudeste

29/06/2016 às 10:43
por Josélia Pegorim

Oferecimento
Fenômeno ainda se forma nos próximos dias

O nevoeiro voltou a causar problemas na madrugada e início da manhã desta quarta-feira em nos aeroportos em vários locais do Brasil. Em Santa Catarina, o aeroporto internacional de Florianópolis, o de Navegantes e de Criciúma registraram o fenômeno. Às 10 horas, uma névoa forte ainda era observada sobre a região do aeroporto de Florianópolis. A visibilidade horizontal era de 1100 metros.

No Rio Grande do Sul, o nevoeiro prejudicou a visibilidade nos aeroportos de Porto Alegre, de Pelotas e de Santa Maria, além da base aérea da Canoas. Às 10 horas, o aeroporto de Porto Alegre tinha forte névoa com visibilidade horizontal de 1600 metros

Em São Paulo, aeroporto internacional de Guarulhos também teve nevoeiro entre  6 horas e 8h30. A visibilidade aumentou a partir das 8h30 e às 10 horas já estava em 4000 metros.

No Rio De Janeiro, os aeroportos Tom Jobim e Santos Dumont tiveram a formação da névoa úmida e deixou a visibilidade moderada.

O nevoeiro também se formou nesta quarta-feira na região do aeroporto de Cuiabá. No pior momento, a visibilidade ficou reduzida a 200 metros entre 3 horas e 6h35 da manhã, quando a visibilidade aumentou para 1500 metros.

 

O nevoeiro é um fenômeno que pode ocorrer a qualquer hora e em qualquer época do ano. Porém, a baixa temperatura é um dos fatores principais para a formação do fenômeno, que exige necessariamente umidade relativa do ar acima de 90% para a sua formação.

Pelo menos até o domingo, as condições meteorológicas vão continuar favoráveis para a formação do nevoeiro especialmente em áreas do Sul e do Sudeste.

 

 

CIDADES RELACIONADAS

Cuiabá - MT

22°
min

35°
max

0mm / 0%

Florianópolis - SC

15°
min

21°
max

5mm / 90%