7 Perigos causados pela onda de calor e como se prevenir

28/12/2016 às 16:59
por Maria Clara Machado

Atualizado 14/12/2017 às 10:02

Oferecimento
Agora vai ficar mais fácil enfrentar o calorão!

Quando chegam aqueles dias típicos de uma onda de calor, até quem gosta acaba sentindo desconforto causado pelas altas temperaturas. Logo você sente aquela moleza, o suor excessivo, a sensação de maior cansaço. Não é mesmo?

 

O que acontece é que durante uma onda de calor temos vários dias com temperaturas bem acima do normal.

 

Geralmente passamos três a cinco dias, até mais, com sol forte, ardido e pouca chuva, justamente o que ajuda os termômetros subirem ainda mais. 


E o que fazer para driblar a onda de calor?


A Climatempo listou 7 problemas que você poderá enfrentar nesse período e como lidar com eles. Não deixe de conferir o 5º perigo.

 

Perigo 1: Desidratação

Nos dias muito quentes, transpiramos mais e consequentemente, nosso corpo precisa de mais água.

 

Sabia que ao menor sinal de sede, você já está com deficiência de água no corpo?

E isso pode dar dores de cabeça, desorientação, deixar a pele ressecada, causar redução na produção de urina e até aumentar infecções, sem a gente nem se dar conta.

Os idosos e as crianças se esquecem de beber água e aí é preciso cuidado redobrado. Por isso, a maior ingestão de água é o melhor remédio contra o calorão.

Dica: a urina mais clara indica boa hidratação. Outro conselho, em épocas assim, é diminuir os alimentos com muito sódio do cardápio.



Desidratação na onda de calor

 

Perigo 2: Mosquito

O mosquito Aedes Aegypti, transmissor da Dengue, Chikungunya e Zika Vírus, é o mais temido, e com razão.

A chegada do verão, com as altas temperaturas e aumento da umidade se torna o momento ideal para a proliferação do Aedes. Então não tem jeito, é eliminar os focos de água parada e o lixo acumulado seu e dos seus vizinhos!

É é no calor intenso que outros mosquitos, como os pernilongos, adoram importunar. Ninguém aguenta dormir com zumbido de mosquito no ouvido, não é verdade?


Hoje tem muitas opções no mercado e os repelentes caseiros com citronela e alfazema também são ótimos para espantar os pernilongos.



 

Perigo 3: Inchaço nas pernas e pés

Esquentou demais e o pé vira um bolo, não é?

Você também sente mais dores nas pernas e formigamentos? Calma que isso é comum em dias quentes e geralmente tem a ver com a circulação sanguínea.

Ações simples para o dia a dia: repousar elevando as pernas, aumentar as caminhadas, dizer xô ao sedentarismo, diminuir o consumo de sal e aumentar o de líquido, e ainda escolher bem os sapatos pra você usar nesse período.

Aí é esperar passar a onda de calor e prestar atenção se os inchaços diminuem.



 

Perigo 4: Pressão baixa

Os médicos explicam que o calorão intenso provoca uma dilatação nos nossos vasos sanguíneos e consequentemente existe uma tendência para a pressão arterial cair. 


Pessoas mais sensíveis ao calor têm uma queda da pressão mais rápida. Logo vem aquela sensação de moleza, às vezes o escurecimento na vista e uma falta de disposição prolongada. Casos mais intensos podem levar até ao desmaio.

O que fazer:  procurar ambientes mais frescos, agradáveis, escolher roupas adequadas aos dias quentes demais e sempre se hidratar muito para minimizar todos esses efeitos no corpo. 

 

Perigo 5: Hiperidrose

O suor excessivo principalmente por vários dias consecutivos numa onda de calor pode ser muito desagradável no convívio social.

A transpiração das mãos, dos pés e das axilas é acima do normal e costuma se agravar no calorão.

Fique de olho: Procure ficar em ambientes com menos umidade. No trabalho, por exemplo, ligar o ar condicionado pode ajudar bastante. Um bom dermatologista pode indicar tratamentos com cremes e remédios, mas em casos mais graves existe até cirurgia. Se você sofre com isso, quem sabe é hora de procurar um médico!



 

Perigo 6: Pele

O sol é o principal perigo para a pele nos dias quentes e de tempo aberto e a prevenção é o primeiro passo.

Já sabemos que a incidência dos raios UV é cumulativa e o maior fator de risco para o câncer de pele, além de causar o envelhecimento precoce da pele.

Outro grande problema decorrente do excesso de sol pra quem se empolga demais, especialmente na praia e nas férias, é a insolação e as queimaduras que podem acabar com a sua curtição.

Então você já sabe: o protetor solar é seu melhor amigo e nunca não se esqueça dele!

 

Perigo 7: Problemas com os pets

Os nossos bichinhos de estimação também sofrem numa onda de calor.

Eles também podem ter desidratação e alguns são mais sensíveis ao sol forte.

O que você deve prestar atenção: evite passear entre às 10 e às 16hs, quando o chão está mais quente e pode provocar queimaduras nas patinhas. Sempre prefira uma área com mais árvores, sombras e grama. Em lojas especializadas, você pode achar protetor solar para animais e aí aplicar nas áreas mais sensíveis do seu pet. 

E a última dica: deixe sempre água fresca ou gelada perto do seu bichinho pra ele ficar bem hidratado!



 

Agora sabendo que vai esquentar, ficou bem mais fácil enfrentar o calorão! E você?

Conte pra gente quais são os perigos que você enfrenta numa de calor!

 



CIDADES RELACIONADAS

Picos - PI

25°
min

39°
max

0mm / 0%

Patos - PB

25°
min

37°
max

0mm / 0%

FASES DA LUA

  • Minguante
    19/11
  • Nova
    26/11
  • Crescente
    04/11
  • Cheia
    12/11

ESTAÇÕES DO ANO

  • Primavera
    23/09
  • Verão
    22/12
  • Outono
    20/03
  • Inverno
    20/06