ASAS enfraquece na próxima semana

05/01/2017 às 18:24
por Josélia Pegorim

Oferecimento
Veja o que muda na estimativa de chuva

O sistema de alta pressão ASAS - Alta Subtropical do Atlântico Sul atua forte sobre o Brasil nas próximas 48h, mas começa a enfraquecer no domingo. Isto vai permitir um aumento da frequência das pancadas de chuva em particular sobre o Espírito Santo, sobre o centro-norte de Minas Gerais, Bahia e também no Distrito Federal e no norte de Goiás, regiões onde praticamente não chove há cerca de três semanas.

Em Montes Claros, no norte de Minas, ainda não choveu este ano e o último período com chuva frequente foi no fim da primeira quinzena de dezembro.

Na região de Vitória, capital do Espírito Santo, também não choveu este ano ainda e as últimas chuvas ocorreram entre 15 e 19 de dezembro passado.

 

A meteorologista Josélia Pegorim comenta sobre o enfraquecimento da ASAS

 

 

 

O aumento da frequencia das pancadas de chuva deve ser percebido no decorrer da próxima semana. Mesmo assim, nas áreas onde o tempo tem estado muito seco, a chuva vai que cair será na forma de pancadas em pequenas áreas e não vai beneficiar grandes áreas ao mesmo tempo. Ainda não há condições para a formação de grandes áreas de instabilidade que possam provocar chuva generalizada e prolongada sobre a Região Sudeste do Brasil.

 

RelClima: previsão climática para ajudar você a planejar seu negócio

 

ASAS atua forte no ES

A Alta Subtropical do Atlântico Sul (ASAS) é um dos grandes sistemas de alta pressão atmosférica permanentes que fazem parte da circulação geral da atmosfera. Como qualquer sistema de alta pressão atmosférica, a ASAS diminui a nebulosidade e as condições para chuva numa região. Este sistema influencia o tempo o clima em várias regiões do Brasil de diferentes formas, dependendo da posição e intensidade de seu centro.

Normalmente, o Espírito Santo e também o norte de Minas Gerais e a Bahia já são mais influenciados pela ASAS do que outras regiões brasileiras, porque ficam mais próximos do centro do sistema. Porém, desde os primeiros dias deste novo verão, que começou em 21 de dezembro de 2016, o centro da ASAS ficou mais forte e mais próximo do Brasil, aumentando sua influência em particular sobre grande parte do Nordeste e do Sudeste do Brasil, mas interferindo também nas condições do tempo de parte do Centro-Oeste. A redução da chuva, e consequentemente o aumento do calor, no começo deste verão foi resultado da maior atuação da ASAS sobre o Brasil.

A ASAS deve enfraquecer sobre o Brasil a partir do dia 10 de janeiro, mesmo assim, ainda terá maior influência sobre o Espírito Santo, o sul da Bahia, a região do Vale do Rio Doce e do Vale do Jequitinhonha do que sobre outras áreas do Nordeste e do Sudeste.

 

Veja como fica o tempo na Região Nordeste nos próximos dias

 

Os mapas mostram a estimativa da chuva para o período de 5 dias. A cor branca indica que não há expectativa de chuva. Os maiores acumulados em 5 dias, acima de 70 mm, são representados pelo tom de azul claro.

É possível perceber um aumento da chuva no período de 11 a 15 de janeiro (segundo mapa) em relação ao primeiro período, até 10 de janeiro, mostrado no primeiro mapa.

 

 

 

CIDADES RELACIONADAS

Vitória - ES

23°
min

32°
max

5mm / 60%

FASES DA LUA

  • Nova
    15/02
  • Crescente
    23/02
  • Cheia
    31/01
  • Minguante
    07/02

ESTAÇÕES DO ANO

  • Verão
    21/12
  • Outono
    20/03
  • Inverno
    21/06
  • Primavera
    22/09