Chuva moderada a forte em Paraty (RJ)

19/01/2017 às 20:07
por Josélia Pegorim

Atualizado 20/01/2017 às 15:27

Oferecimento
Acompanhe a situação do tempo

A região de Paraty permanece com muita nebulosidade nesta sexta-feira. O dia amanheceu sem chuva e até por volta das 11 horas não estava chovendo. Mas a chuva recomeçou pouco depois e entre 12h e 15h chovia com moderada a forte intensidade acumulando cerca de 26 mm de chuva. A medição foi do INMET.

A temperatura mínima foi de 21,6°C, pela medição da estação meteorológica automática do Instituto Nacional de Meteorologia. Às 11h, a temperatura chegou aos 29,0°C, sendo a máxima do dia. Com a chuva, a temperatura caiu rapidamente e às 15h era de 24°C.

A situação observada no começo da tarde desta sexta-feira em relação a nebulosidade, temperatura e chuva é bastante parecida com a do dia 19 de janeiro, quando aconteceu o acidente aéreo em que morreu o ministro Teori Zavascki

 

Imagem de satélite com a nebulosidade às 14h (Brasília) de 20/01/17: nuvens carregadas (manchas azuis) sobre a região de Paraty.

 

 

Imagem de satélite com a nebulosidade às 6h (Brasília) de 20/01/17

 

Imagem do radar meteorológico do Pico do Couto (Aeronáutica) detectava chuva sobre o oceano e próximo da região, na divisa com São Paulo por volta das 10h

 

 

Condições no dia 19/01/17 - acidente com o avião do ministro Teori Zavascki

A região de Paraty, cidade histórica no litoral sul do estado do Rio de Janeiro, foi palco de um acidente aéreo na quinta-feira, 19 de janeiro de 2017. A aeronave caiu no mar no início da tarde perto de Paraty e entre as vítimas confirmadas está o ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF).

Acidentes aéreos ocorrem em geral por uma combinação de fatores. A condição meteorológica é um dos fatores e nem sempre é o principal e determinante para a queda de uma aeronave.

Neste caso específico, no início da tarde do dia 19/01/2017, entre 13h e 14h, próximo da hora do acidente, houve uma rápida mudança nas condições do tempo que passou a instável, com pancadas de chuva e raios.

 

Nuvens carregadas

As imagens de satélite mostram a evolução da nebulosidade sobre a região de Paraty entre 10:00 Z ou UTC (08h, Brasília,) e 19:00 Z ou UTC (17h, Brasília). As manchas verdes no início da animação, às 8h da manhã, representam nuvens que poderiam provocar algum chuvisco, chuva leve. Mas na imagem que representa a situação das 13h (15:00Z) e das 14h (16:00Z) é possível ver a rápida mudança no padrão da nebulosidade.

 

 

As manchas azuladas já são nuvens carregadas, do tipo cumulonimbus, que se formaram no litoral sul do estado do Rio de Janeiro por causa do calor, do ar muito úmido e da presença de uma área de baixa pressão atmosférica entre o litoral de São Paulo e do Rio de Janeiro. A baixa pressão é um facilitador da formação das nuvens cumulonimbus que muitas vezes provocam chuva forte, com ventania, fortes rajadas de vento e até granizo.

 

 

Saiba o que é SMAC: Sistema de Monitoramento e Alerta Climatempo

 

Baixa pressão

Na carta meteorológica analisada pela Marinha do Brasil, mostrando a situação sinótica das 12:00Z ou UTC, 10h em Brasília, esta baixa pressão aparece como o traçado arredondado com a letra B dentro, entre São Paulo e o Rio de Janeiro. O valor da pressão mais baixa era de 1010 hPa.

Esta baixa pressão já vinha sendo prevista para esta quinta-feira desde o começo da semana.

 

 

 

Raios

As nuvens cumulonimbus que se formaram na região de Paraty geraram 30 raios entre 13h e 14h, hora de Brasília, sendo que apenas 1 raio atingiu o solo neste período.

A medição foi feita através da rede de detecção de descargas elétricas Earth Networks - Climatempo.

 Na imagem abaixo, as bolinhas indicam a presença de raios.

 

 

Notícias - informações importantes do tempo e do clima

 

Radares meteorológicos detectavam chuva na região de Paraty  na hora próxima do acidente. As manchas amarelas e alaranjadas indicam chuva moderada.

 

 

 

Chuva e ventos

O Instituto Nacional de Meteorologia opera uma estação meteorológica automática em Paraty.

A temperatura mínima nesta quinta-feira, 19, foi de 22,1°C, às 6h e a máxima foi de 29,5°C, às 13h. Mas entre 14h e 15h houve uma rápida queda da temperatura por causa da chuva e a temperatura baixou para cerca de 25°C. Estação registrou uma pancada de chuva moderada entre 13h e 14h que acumulou 10,8 mm.

Choveu muito forte na noite de quarta-feira, 18 de janeiro, mas a chuva diminuiu na madrugada desta quinta-feira. Mesmo assim, pancadas de chuva moderadas a fortes ainda foram observadas no começo da madrugada. A quinta-feira amanheceu com muitas nuvens, mas sem chuva. Porém, com o aquecimento do ar e o elevado teor de umidade no ar, nuvens carregadas se formaram no começo da tarde.

Às 14h a estação meteorológica registrou uma rajada 20 km/h (5,5 m/s), da direção oeste/noroeste, tecnicamente considera de fraca intensidade.

A direção do vento se manteve de norte durante todo o período entre meia-noite e 17h, mas houve uma grande variação da direção das rajadas de vento. Às 13h houve uma rajada de nordeste, com cerca de 10 km/h (2,8 m/s) e às 14h a rajada era da direção oeste/noroeste.

 

Radiação

Outro fator meteorológico que evidencia uma brusca mudança da situação do tempo em Paraty no começo da tarde do dia 19/1/17 é a rápida variação da radiação (presença da luz solar). Às 13h, a estação meteorológica do INMET registrou 1991 KJ/m² e às 14h a radiação baixou para 339,4 KJ/m². Essa grande diminuição da radiação indica que nuvens esconderam o sol.

 

 

CIDADES RELACIONADAS

São Paulo - SP

19°
min

30°
max

5mm / 90%

Rio de Janeiro - RJ

22°
min

32°
max

39mm / 90%

FASES DA LUA

  • Nova
    15/02
  • Crescente
    23/02
  • Cheia
    31/01
  • Minguante
    07/02

ESTAÇÕES DO ANO

  • Verão
    21/12
  • Outono
    20/03
  • Inverno
    21/06
  • Primavera
    22/09