Calor pode aumentar em SP

17/02/2017 às 16:52
por Josélia Pegorim

Atualizado 18/02/2017 às 07:22

Oferecimento
Capital pode ter novo recorde no fim de semana

 

O calor vai continuar?

A cidade São Paulo teve recorde de calor nesta sexta-feira, 17 de fevereiro. Pelo interior, as temperatura chegou aos 35°C em locais do noroeste do estado. Muita gente já está incomodada  com o calorão dos últimos dias e pergunta se o calor vai aumentar. A resposta é sim! O calor pode aumentar no fim de semana e há possibilidade de novo recorde na capital. Confira como vai ficar a temperatura em São Paulo nos próximos dias.

 

Mas o calorão é não só na região da capital paulista. Está assim em todo o estado de São Paulo. A temperatura máxima de Barra Bonita ficou entre as 10 maiores do Brasil na tarde da quinta-feira, 16.

No fim de semana, os termômetros vão passar dos 34°C em muitas cidades do interior e do litoral e não vai ter muita chuva para refrescar. A previsão é de um fim de semana com muito sol, muito calor e poucas pancadas de chuva à tarde e no começo da noite. A chuva que ocorrer será em pequenas áreas. Não vai chover em toda a cidade de São Paulo e nem em toda a Grande São Paulo.

Não tem previsão de frente fria com ar polar forte pelo menos até a fim da próxima semana.

O ar muito quente está inclusive sobre o Sul do Brasil. Curitiba também teve recorde de calor nesta sexta-feira.

 

Entenda porque o calor aumentou no Sul e no Sudeste

 

 

Horário de verão termina em 19 de fevereiro

 

Recorde de calor na cidade de São Paulo

A tarde desta sexta-feira, 17 de fevereiro, foi a mais quente de 2017 até agora na cidade de São Paulo. O Instituto Nacional de Meteorologia registrou uma temperatura máxima de 33,4°C, às 22 horas, no Mirante de Santana, na zona norte da capital paulista. O recorde anterior era de 32,8°C no dia 14 de fevereiro. Por enquanto, a maior temperatura do verão, que começou em 21 de dezembro de 2016, foi de 34,4°C em 26 de dezembro de 2016.

 A cidade de São Paulo também teve a tarde mais seca do ano até agora e foi a capital mais seca do Brasil na tarde de 17 de fevereiro. O nível de umidade relativa do ar às 16h foi de 38%, na medição convencional. Na medição automática feita também no Mirante de Santana, a umidade chegou aos 28% e ficou entre os 10 menores do país. Os dados são do INMET.

 

Falta de chuva e de ventos deixou São Paulo mais poluída

 

CIDADES RELACIONADAS

São Paulo - SP

14°
min

19°
max

35mm / 90%

Curitiba - PR

11°
min

16°
max

8mm / 90%