Previsão de mais tempestades para o Centro-Oeste

28/11/2017 às 17:03
por Maria Clara Machado

Oferecimento
Semana continua com tempo instável e grandes volumes de chuva

A semana continua com o tempo muito instável no Centro-Oeste do Brasil. Tempestades voltaram a acontecer sobre a Região acumulando grandes volumes de chuva e o risco de chuva forte permanece alto nos próximos dias. 

 

Nesta quarta-feira (29), Mato Grosso do Sul e Mato Grosso voltam a ter bons períodos de sol. O calor e alta umidade do ar formam nuvens carregadas e há previsão de pancadas de chuva com raios principalmente a partir da tarde. Na hora da chuva, as rajadas de vento podem alcançar 70 km/h e há risco de chuva de moderada à forte intensidade, inclusive para as capitais Campo Grande e Cuiabá.  

 

Goiás e o Distrito Federal, deverão ter muita nebulosidade desde cedo, com previsão de pancadas de chuva a qualquer momento do dia. A presença de uma frente fria no litoral do Espírito Santo acaba também estimulando a formação de instabilidade sobre Goiás e o Distrito Federal. Há condições para chuva forte inclusive em Goiânia e em Brasília.  

 

   Foto: Daniel Sales. Goiânia/GO. 

 

Mais tempestades 

A circulação dos ventos sobre a América do Sul, a queda na pressão atmosférica sobre o Paraguai, além da frente fria na altura do litoral capixaba, serão responsáveis pela formação de mais áreas de instabilidade sobre o Centro-Oeste até o final da semana.

 

"Serão vários eventos de tempestades", alerta a meteorologista Josélia Pegorim. "Em Mato Grosso do Sul, a instabilidade se intensifica bastante na próxima quinta-feira (30), quando o estado ficará debaixo de chuva, forte e generalizada", completa Pegorim.

 

Semana muito instável com tempestades no Centro-Oeste. Confira: 

 

  

Chuva muito volumosa 

Fortes áreas de instabilidade cresceram entre a Bolívia, o Paraguai e Mato Grosso do Sul gerando nuvens carregadas que provocaram muita chuva na noite da última segunda-feira (27). Municípios do norte de Mato Grosso do Sul e do sul de Mato Grosso acumularam grandes volumes de chuva. O destaque ficou para Sidrolândia, que registrou 69 mm no período de três horas, entre às 20h e às 23h, pelo Instituto Nacional de Meteorologia (INMET). O total chegou a 75,8 mm em 24 horas. 

 

Veja a lista das cidades que mais tiveram chuva no Centro-Oeste no período de 24 horas: 

 

chuva-co

 

Campo Grande ultrapassa a média do mês 

Campo Grande já ultrapassou a média de chuva do mês de novembro, pelos dados do INMET. O acumulado de chuva do início do mês até às 10 horas desta terça-feira (28), estava em 264,6 milímetros. A média de chuva para novembro é de cerca de 207 mm.  

 

 

CIDADES RELACIONADAS

Cuiabá - MT

21°
min

34°
max

0mm / 0%

Campo Grande - MS

14°
min

26°
max

0mm / 0%